Recuperar Senha
Fechar
Entrar

MÚSICA

Uma homenagem a Villa-Lobos 

Concertos e palestras sobre a vida e a obra de Heitor Villa Lobos chegam a BH em junho e julho

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
sgd
Carla (à frente) está no quarteto junto a Andréia Carizzi, Marco Catto e Hugo Pilger
PUBLICADO EM 17/06/17 - 03h00

 

Para os fãs de Heitor Villa-Lobos (1887-1959) – e da boa música em geral –, trata-se de um programa imperdível. Em quatro apresentações – dias 21 e 28 deste mês e 5 e 12 de julho –, o Quarteto Radamés Gnattali apresenta em Belo Horizonte o projeto “Villa-Lobos em 4 Concertos”, que, não bastasse, tem entrada gratuita, e é precedido por palestras scobre diferentes aspectos da vida e da obra do compositor. Na verdade, o projeto que traz o grupo à capital mineira é uma espécie de desdobramento de uma experiência pioneira: o quarteto foi o primeiro no mundo a gravar, em DVD e BluRay (em 2009), os 17 quartetos de cordas do brasileiro. 
 
Como mostrá-los em sequência em um único concerto resultaria em uma apresentação de longa duração, o Centro Cultural Banco do Brasil convidou-os para a divisão em quatro oportunidades, oferecidas ao público em um circuito que abarca as unidades da instituição país afora. 
 
Integrante do quarteto, a violinista venezuelana Carla Rincón conta que a repercussão tem sido “impressionante”. “As pessoas ficam enlouquecidas só em ler o nome de Villa-Lobos no projeto”. O que, na verdade, ela entende perfeitamente. “Eu mesma impactei muito quando gravei pela primeira vez uma obra de Villa-Lobos”, rememora Carla, que inclusive se mudou para o Brasil para aprofundar seus estudos sobre o compositor. A gravação do quarteto, hoje, é constantemente veiculada em canais de TV na Europa e mesmo no Japão. 
 
Vencedor dos prêmios Rumos Itaú 2007 e XIII Prêmio Carlos Gomes como melhor conjunto de câmara do Brasil em 2009, indicado para o Grammy Latino 2012, Prêmio da Música Brasileira 2013 e Prêmio de Cultura do Governo do Rio de Janeiro 2012-2013, o Radamés Gnattali já se apresentou em BH, mas Carla diz que a última vinda já faz algum tempo. “Creio que uns cinco anos”, aventa ela, feliz por estar de volta a uma capital que, lembra, adquiriu um novo impulso com o advento da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. “Aliás, essa é uma coisa que os políticos têm que se lembrar sempre, pois iniciativas assim impactam em todo um circuito cultural na cidade”, diz. Ao mesmo tempo, Carla frisa que a interpretação do quarteto traz muito um viés popular.
 
Villa-Lobos em 4 Concertos
CCBB (Pça da Liberdade). Quartas (21 e 28/6 e 5 e 12/7). Palestras: às 19h30. Concerto: às 20h30. Gratuito (retirada de ingresso uma hora antes, na bilheteria).

O que achou deste artigo?
Fechar

MÚSICA

Uma homenagem a Villa-Lobos 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter