Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Apresentado

Após ficar apagado, Matheus Sales comemora nova chance no Coelho

O volante, colocado como titular no primeiro coletivo do ano, sabe que a concorrência é forte para se manter entre os 11

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Matheus Sales
Volante Matheus Sales afirmou que colegas de América deram boas referências do clube mineiro
PUBLICADO EM 12/01/18 - 03h00

O início de carreira no profissional do Palmeiras do volante Matheus Sales foi promissor. Ele foi bem contra o Fluminense, na semifinal da Copa do Brasil de 2015 e se destacou na final contra o Santos: parou o meia Lucas Lima, foi um dos personagens do título e caiu nas graças da torcida. No entanto, a carreira não decolou. Apesar de fazer parte do elenco campeão brasileiro de 2016, ele teve poucas oportunidades. No ano seguinte, foi emprestado ao Bahia, alternando bons e maus momentos. Agora, com a chance de disputar a primeira divisão pelo América, o jogador espera voltar a se destacar e alavancar, de vez, sua carreira no futebol.

Para isso, Matheus Sales aposta na humildade. Ele prefere enaltecer o jogo coletivo e só depois pensar nas questões individuais.

“Eu não penso muito em ser destaque, em aparecer. O meu objetivo é fazer um trabalho bem-feito, me dedicar no dia a dia, nos treinamentos. Ser destaque é uma consequência do trabalho e é uma coisa que ocorre no decorrer da carreira. O meu pensamento é trabalhar firme e forte para ajudar o América no que for preciso”, afirma o volante.

Um dos motivos que o fez aceitar vir para o Coelho foi as boas referências que ele recebeu dos ex-atletas do clube mineiro Thiago Santos e Moisés.

“Sim, eles me falaram sobre o clube. Não agora, mas há algum tempo. Eles falaram muito bem do América. Eles gostam muito daqui, falam muito bem da cidade e estou bem feliz por estar aqui. Eu também tive apoio de muita gente para vir para o América. Não só da torcida do Palmeiras, mas também da minha família. Todo mundo fala bem do América. Espero ter um grande ano”, cogita.
Com características mais voltadas à marcação, pois atua como primeiro volante, ele promete ao torcedor americano que não vai faltar empenho quando estiver em campo. “Sou um cara de muita vontade e muita dedicação. Empenho não vai faltar nunca”, reforça.

O volante, colocado como titular no primeiro coletivo do ano, sabe que a concorrência é forte para se manter entre os 11. Por isso, o jogador sabe que precisará de muito trabalho e dedicação para permanecer jogando. “O América tem jogadores de muita qualidade e, por isso, preciso trabalhar muito e procurar evoluir todo dia. A titularidade virá com o trabalho. Não me preocupo com isso, mas sim ajudar o América a fazer um grande ano”, finaliza.

O que achou deste artigo?
Fechar

Apresentado

Após ficar apagado, Matheus Sales comemora nova chance no Coelho
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter