Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Opções

Ataque celeste em reconfiguração?

Além de Raniel, que deve ser o substituto de Sóbis, uruguaio Arrascaeta também pede um lugar na equipe

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
fd
Arrascaeta, que marcou o gol de empate contra o Flamengo, pode fazer dupla de ataque com Raniel
PUBLICADO EM 13/09/17 - 03h00

Um jogador de área, mas que também se movimenta bem, raçudo e de boa finalização, ou um atleta mais veloz, de arranque, habilidoso e que chega com facilidade à meta adversária? A vaga deixada por Rafael Sóbis no setor ofensivo do Cruzeiro para o duelo decisivo da Copa do Brasil com o Flamengo, no dia 27 de setembro, no Mineirão, parece sair mesmo da disputa entre o centroavante Raniel e o meia-atacante Arrascaeta. Mas existe também a possibilidade de os dois postulantes atuarem juntos como titulares.

A ausência do camisa 7 é certa, já que ele está suspenso para o último embate do torneio mata-mata. Só que esta pode não ser a única alteração do time celeste. O bom desempenho de Arrascaeta e de Raniel faz com que Robinho e Alisson fiquem em alerta.

Os números apontam um crescimento considerável do uruguaio e do centroavante nos últimos embates da Raposa na temporada. Por outro lado, os camisas 11 e 19 vêm sendo pouco decisivos – na verdade, já faz um certo tempo que eles não colaboram de forma direta em gols do Cruzeiro.

A última vez que Alisson balançou as redes foi há mais de dois meses, no dia 28 de junho, no empate em 3 a 3 com o Palmeiras, pelas quartas de final da Copa do Brasil. A última assistência dele também se deu contra o Verdão, desta vez no empate em 1 a 1 na partida de volta, há cerca de um mês e meio, em 26 de julho. Já Robinho não marca desde o dia 3 de agosto, quando anotou o último tento da goleada por 3 a 0 em cima do Vasco, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro – o meia não deu passes para gols em 2017 até agora.

Enquanto isso, Arrasca e Raniel vêm colaborando ativamente. O uruguaio retornou à equipe, após se recuperar de uma lesão, no dia 23 de agosto, ocasião em que entrou no decorrer do triunfo por 1 a 0 sobre o Grêmio. Depois disso, esteve presente em quatro dos cinco confrontos da Raposa, tendo marcado dois gols, um deles no empate em 1 a 1 com o Flamengo, no jogo de ida da final da Copa do Brasil, no Maracanã.

Raniel, por sua vez, tem conquistado seu espaço aos poucos. Participou de sete dos últimos dez desafios do time, fez três gols e deu uma assistência, arrancando elogios por parte do técnico Mano Menezes.

Até a partida decisiva contra o Fla, o Cruzeiro ainda terá dois compromissos, contra Bahia e Atlético-GO, pelo Brasileirão. Mais duas provas do “vestibular” do ataque celeste.

O que achou deste artigo?
Fechar

Opções

Ataque celeste em reconfiguração?
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter