Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Campina Verde

Dois homens morrem eletrocutados durante evento rural no Triângulo Mineiro

Vítimas receberam descarga elétrica ao tentar segurar estrutura metálica de uma tenda que se soltou com a chuva

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
eletrocutados
Vítimas participavam de um evento de laçada de gados na noite desse sábado
PUBLICADO EM 15/04/18 - 11h13

Dois homens morreram e pelo menos outros dois ficaram feridos durante uma festa na Zona Rural de Campina Verde, no Triângulo Mineiro. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas participavam de um evento de laçada de gados na noite desse sábado quando uma forte chuva fez com que uma das tendas montadas no local se soltasse.

Ao tentar segurar na estrutura de metal, os homens foram eletrocutados. Marcelo da Silva, de 45 anos e Marcelo Alves Barbosa, de 28, foram socorridos por amigos que estavam na festa, mas morreram no Pronto Socorro da cidade. Os feridos também foram levados para a unidade de saúde com ferimentos leves.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, algumas vítimas foram socorridas antes da chegada dos militares e ainda não foram identificadas.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Cemig e as polícias Militar e Civil estiveram no local e constataram que a estrutura da festa já havia sido desmontada. Os organizadores do evento não foram localizados e o caso ainda será investigado.

Relembre

Tragédias envolvendo a rede elétrica ainda são comuns. No ano de 2011, por exemplo, um acontecimento chocou o país. Durante um pré-carnaval em Bandeira do Sul, no sul do Estado, 16 pessoas morreram e 55 ficaram feridas após serpentinas metalizadas terem sido disparadas na fiação pública. Cerca de 2.500 foliões acompanhavam um trio elétrico durante o momento do acidente. Os atingidos fatalmente tinham entre 13 e 24 anos de idade.

Uma análise realizada por engenheiros elétricos e técnicos do Departamento Municipal de Eletricidade de Poços de Caldas (DME), detectou os riscos apresentados pelo material em contato com a rede elétrica. Na ocasião, artefatos apreendidos pela polícia tinham esse aviso, mas eles estavam escritos em inglês.

O acidente provocou uma grande mudança no Estado. Um ano após a tragédia, a serpentina metálica foi proibida em Minas Gerais. A Lei 20.374 foi sancionada em 9 de agosto de 2012 e passou a valer no dia seguinte, quando foi publicada no Diário Oficial. Caso a norma não seja cumprida, o infrator fica sujeito às penalidades contidas no Código de Defesa do Consumido (CDC).

O que achou deste artigo?
Fechar

Campina Verde

Dois homens morrem eletrocutados durante evento rural no Triângulo Mineiro
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter