Recuperar Senha
Fechar
Entrar

1º nos Jogos

Alemanha é bi no combinado nórdico e nas duplas no luge

A Alemanha segue à frente no quadro geral de medalhas dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul.

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Luge alemanha
Tobias Wendl e Tobias Arlt conquistaram o segundo ouro seguido nessa prova com o tempo de 1min31s697.
PUBLICADO EM 14/02/18 - 15h31

A Alemanha segue à frente no quadro geral de medalhas dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul. Nesta quarta-feira, o país faturou mais dos ouros no evento, com Eric Frenzel na disputa do combinado nórdico e de Tobias Arlt e Tobias Wendl na prova de duplas do luge.

Aos 29 anos, Frenzel fez história ao conquistar o bicampeonato olímpico no combinado nórdico, competição que havia triunfado nos Jogos de Sochi. Dessa vez, o alemão era franco favorito a vencer a prova, pois é o atual pentacampeão mundial.

Na prova do salto, Frenzel foi o quinto colocado na disputa do salto, com 121,7 pontos. Depois, então, terminou a disputa do cross-country com um tempo total de 24min51s4 - ele largou 36 segundos após o melhor competidor do salto - e fechou a disputa na primeira colocação.

O japonês Akito Watabe ficou na segunda colocação com o tempo total de 24min56s2, garantindo a medalha de prata, repetindo o resultado de Sochi-2014. Já o austríaco Lukas Klapfer foi o terceiro colocado, com a marca de 25min09s5.

O outro ouro conquistado pela Alemanha nesta quarta também rendeu um bicampeonato olímpico. Na disputa das duplas do luge, Tobias Wendl e Tobias Arlt conquistaram o segundo ouro seguido nessa prova com o tempo de 1min31s697. Assim, igualaram Hans Rinn e Norbert Hahn, que foram os últimos alemães bicampeões nesse evento, em 1976 e 1980.

Os austríacos Peter Penz e Georg Fischler ficaram na segunda posição com um tempo total de 1min31s785. E o terceiro lugar ficou com os alemães Toni Eggert e Sascha

Benecken, com 1min31s987. Eles eram os favoritos da prova, tanto que essa foi apenas a oitava derrota deles em 30 eventos internacionais nos últimos dois anos e somente a quarta em que não terminaram em primeiro ou segundo lugar.

A Alemanha, então, fechou a quarta-feira com sete medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze, na liderança do quadro de Pyeongchang-2018. Logo atrás, vem a Holanda, na segunda posição, com cinco ouros, quatro pratas e dois bronzes.

O quinto ouro holandês veio com Jorien Ter Mors na prova de 1 000 metros na patinação velocidade. Ela cravou o tempo de 1m1in3s56, lhe assegurando a medalha e também um novo recorde olímpico. O pódio foi completado por duas japonesas, com Nao Kodaira em segundo lugar, com 1min13s82, e Miho Takagi, na terceira posição, com 1min13s98.

Após triunfar com Shaun White no snowboard halfpipe, os Estados Unidos se isolaram na terceira posição no quadro de medalhas nos Jogos de Pyeonchang, com quatro ouros, uma prata e dois bronzes.

O que achou deste artigo?
Fechar

1º nos Jogos

Alemanha é bi no combinado nórdico e nas duplas no luge
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter