Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Rumo ao bi

Coelho muito perto da taça

Alviverde vence o Juventude por 1 a 0, quebra seu recorde de público e fica a uma vitória de faturar o título

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
sdf
Mais de 10 mil pessoas foram ao Horto na noite de ontem e fizeram bonita festa pelo acesso, obtido no sábado, e pela vitória sobre gaúchos
PUBLICADO EM 15/11/17 - 00h23

Com direito a quebra de recorde de público na Arena Independência em seus jogos nesta temporada pela Série B do Campeonato Brasileiro, o América venceu o Juventude por 1 a 0 na terça-feira (14), com gol contra do zagueiro Maurício, em partida válida pela 36ª rodada da competição. Ao todo, 10.024 torcedores compareceram ao Horto para incentivar a equipe alviverde, que chegou a 69 pontos e se manteve na liderança isolada, agora com quatro pontos de vantagem sobre o Internacional, que também na terça empatou em 0 a 0 com o Oeste-SP e garantiu, matematicamente, seu acesso à elite do Brasileirão.

Na próxima rodada, marcada para o sábado, o América vai até o estádio do Café enfrentar o Londrina. Se vencer a equipe catarinense, o alviverde conquista, com uma rodada de antecipação, o título de campeão brasileiro da Série B. Mas pode ser campeão mesmo sem vencer, dependendo do resultado da partida entre Goiás e Inter.

Antes do jogo de terça-feira, o melhor público do Coelho no Independência, pela Série B, foi registrado na partida contra o Oeste, em 1º de outubro, pela 27ª rodada. Naquela oportunidade, 7.889 torcedores estiveram no estádio para acompanhar o confronto com a equipe paulista.

Na terça, a partida marcou o reencontro do América com sua torcida depois da conquista do acesso à Série A. Motivados pelo momento da equipe na competição, os americanos fizeram muita festa nas arquibancadas agitando bandeiras e entoando cânticos de “o Coelhão voltou” e “vamos ser bi, Coelho”.

Velocidade. O América começou a partida explorando as jogadas em velocidade pelas laterais, principalmente com bolas aéreas que buscavam o atacante Bill. O Coelho foi melhor na partida até os 25 min, quando criou boas chances de abrir o placar em finalizações do lateral-esquerdo Giovanni, do zagueiro Lima e do atacante Luan.

Nos 20 min finais do primeiro tempo, o Juventude saiu mais para o ataque. A equipe gaúcha tentava surpreender nas jogadas aéreas e quase fez o gol com o atacante João Ricardo, que tentou de peixinho, mas não alcançou a bola.

O América voltou para a etapa complementar tentando pressionar o Juventude e teve grande chance de abrir o placar aos 5 min. O goleiro Matheus Cavichiolli saiu jogando errado, Luan recuperou a bola e tabelou com Bill, que tocou para Renan Oliveira. O meia driblou o arqueiro gaúcho e, sem ângulo, bateu para fora.

O Juventude era perigoso nos contra-ataques e quase abriu o placar aos 8 min em finalização do meia Juninho Silva. Mas o Coelho continuou melhor e fez o único gol aos 30 min. Pará cruzou, e o zagueiro Maurício foi tentar aliviar o perigo e acabou marcando contra.

O Coelho criou outras boas chances, mas esbarrou em boas defesas do goleiro do Juventude e em alguns erros de finalizações. No fim da partida, a torcida comemorou a vitória, que deixa o time bem perto do bicampeonato, tanto que, após o apito final, ouvia-se, das arquibancadas, o grito de “bicampeão”.

Exemplar

Punição.

Em julgamento realizado nesta terça-feira, a Segunda Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu punir o goleiro Rodolfo, do Oeste-SP, com cinco jogos de suspensão e uma multa de R$ 5.000 pelo caso de injúria racial contra o zagueiro Messias, do América, em jogo da Série B nesta temporada. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Rumo ao bi

Coelho muito perto da taça
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter