Recuperar Senha
Fechar
Entrar

NADA FÁCIL

Botafogo faz jogo duro para liberar volante e quer titular do Cruzeiro

Presidente do time carioca garante desejo de seguir com Bruno Silva, mas "moeda de troca" pode viabilizar acordo

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
botafogo bruno silva
Novela por volante permanece
PUBLICADO EM 06/12/17 - 15h00

A diretoria do Cruzeiro deixou a reunião com a presidência do Botafogo animada quanto a um possível acordo pela contratação de Bruno Silva. Porém, internamente, o time carioca ainda promete fazer jogo duro para liberar o atleta e deseja um investimento financeiro da Raposa ou algum atleta importante do clube.

De acordo com informações, o Botafogo pediu dois nomes para a direção celeste. Do meia-atacante Arrascaeta ou do atacante Rafinha, para liberar Bruno Silva. Os dois atletas são titulares com Mano Menezes e importantes.

Por Arrascaeta o Cruzeiro recusou proposta de 11 milhões de euros do futebol dos Estados Unidos. O jogador deseja disputar a Libertadores de 2018 pelo Cruzeiro.

Rafinha teve o seu contrato renovado com o clube celeste no final do ano e permanecerá na Toca da Raposa II.

O Cruzeiro por sua vez ofereceu dois nomes para tentar uma compensação. O atacante Rafael Marques e o meia-atacante Elber. O primeiro já atuou no time carioca, mas não deseja deixar a Toca da Raposa. O segundo foi envolvido inicialmente na negociação por Sassá, mas optou em não vestir a camisa do clube carioca.

A direção do Botafogo gosta de Elber, mas não deseja apenas o atleta como compensação e deseja um valor maior para liberar Bruno Silva. O Internacional também está na parada e ofereceu Valdívia, emprestado ao Galo, para conseguir o atleta.

O que achou deste artigo?
Fechar

NADA FÁCIL

Botafogo faz jogo duro para liberar volante e quer titular do Cruzeiro
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter