Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Crise financeria

Botafogo pagará um mês de atraso com apoio do sindicato

O valor de R$ 2,5 milhões, referentes a uma cota de TV, será repassado por meio de uma ação do Sindeclubes

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Botafogo
Atletas do Botafogo chegaram a sinalizar algumas manifestações durante as últimas semanas
PUBLICADO EM 08/08/14 - 16h30

Em grave crise financeira, o Botafogo deve conseguir ainda nesta sexta-feira quitar um mês no atraso dos salários de funcionários e atletas, impedindo momentaneamente o risco de debandada de seus jogadores. O valor de R$ 2,5 milhões, referentes a uma cota de TV, será repassado por meio de uma ação do Sindicato dos Funcionários de Clubes do Estado do Rio de Janeiro (Sindeclubes).

"Não se trata de um empréstimo. É um dinheiro que o Botafogo tem direito de cota de TV, mas estava retido", explicou por telefone o advogado do sindicato, Henrique Fragoso. Às 15h50, ele estava em uma agência bancária tratando da liberação do montante. "Estou aqui no banco desde hoje cedo, apenas esperando a emissão do alvará por parte da juíza. No que chegar, a gente termina os trâmites e esse dinheiro é repassado", informou. 

Com todas as suas receitas bloqueadas pela Justiça, o Botafogo deve três meses de salários e pelo menos cinco no direito de imagem dos jogadores. A legislação autoriza atletas a rescindirem seus contratos se ficarem 90 dias sem receber. O clube não pode nem contar com os repasses dos patrocinadores, já que todo o dinheiro fica retido devido a débitos trabalhistas.

"Como o Botafogo não pode receber em sua conta devido à penhora, esse dinheiro vai para a conta do sindicato e de lá direto para a conta dos funcionários do clube", explicou Fragoso.

O que achou deste artigo?
Fechar

Crise financeria

Botafogo pagará um mês de atraso com apoio do sindicato
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter