Recuperar Senha
Fechar
Entrar

AMADURECIMENTO

Da frustração na base ao acerto: Bruno Silva realiza sonho no Cruzeiro

Depois de deixar Minas no anonimato, jogador retorna ao futebol do estado para defender a Raposa; um antigo sonho de seus familiares

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Bruno Silva foi apresentado no Cruzeiro
PUBLICADO EM 09/01/18 - 17h10

Foram necessários 17 anos para que Bruno César Pereira da Silva chegasse a um gigante da capital mineira. Nascido em Nova Lima, o filho do seu Aldair, um ex-vigia e trabalhador da construção civil, como todo garoto, sonhava em jogar bola. Não contava com o apoio do pai na empreitada, mas decidiu, à revelia, investir naquilo que amava.

Bruno logo descobriu que esse sonho não seria fácil. Afinal de contas, as negativas também fazem parte da jornada. E elas vieram. Portas fechadas, inclusive no Cruzeiro. "Eu fiz um teste no Cruzeiro, o treinador era o Ney franco em 2004. Fiquei um mês, depois voltei pro Villa, fui pro Avaí e nunca mais voltei para Minas Gerais", conta.

Mas Bruno persistiu, atingindo o ápice no ano passado, quando tornou-se peça fundamental do Botafogo de Jair Ventura, sendo inclusive o vice-artilheiro do time, com nove gols marcados. Só que ainda faltava um capítulo dedicado a Belo Horizonte em sua jornada. Agora, finalmente, depois da negociação taxada como a 'mais complicada' do Cruzeiro para 2018, o volante de 31 anos terá a oportunidade que lhe faltava. Um acerto de contas com o destino.

"Tive uma pequena experiência aqui, no Cruzeiro. Agora mais maduro, antes era um garoto, eu estou preparado para o desafio, cheguei no momento certo, momento de evolução. Pessoal fala que 31 anos é velho. Eu não sou velho não, consigo correr e vou mostrar isso durante o ano", destacou.

Para a satisfação do seu Aldair, o pai de Bruno, um cruzeirense fanático, como fez questão de frisar o novo volante da Raposa. "Meu pai, meus irmãos, todos são cruzeirenses. Quando vi meu pai me dando parabéns, percebi a emoção de vestir a camisa do Cruzeiro. Quando fiquei sabendo do interesse, não pensei em outros clubes. Respeito muito o Botafogo, mas não pensei em outro time. Era uma vontade minha, aconteceu e estou muito feliz", ressaltou.

Novela. Mas para que o desejo de Bruno se concretizasse, o Cruzeiro travou uma verdadeira saga. Desde outubro, o time buscava a contratação do atleta, e mesmo com o jogador já na Toca e treinando com os companheiros, a situação só foi sacramentada na segunda, quando o atacante Rony, enfim, se acertou com o Botafogo.

"Chato para todo mundo, negociação que se arrasta, virou novela. Mas aumenta minha responsabilidade, não foi em vão o que fizeram", garante Bruno, que promete a todos os cruzeirenses entrega incondicional para ser o melhor da sua posição no país. "Me cobro muito, me exijo muito. Fiz por onde estar aqui hoje. Quero procurar meu espaço, vim para ajudar e quero disputar para ser o melhor volante do Brasil. Agora depende de mim", encerrou. 

O que achou deste artigo?
Fechar

AMADURECIMENTO

Da frustração na base ao acerto: Bruno Silva realiza sonho no Cruzeiro
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter