Recuperar Senha
Fechar
Entrar

NOS BASTIDORES

Governo trabalha para barrar CPI que investigará denúncias contra CBF

Ministra de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, se reuniu com líderes da base para pedir a retirada de assinaturas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Ministra Ideli Salvatti
Ministra Ideli Salvatti recebe aposentadoria por oito anos no Senado
PUBLICADO EM 05/11/13 - 12h40

Às vésperas da Copa do Mundo, o governo vai tentar barrar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Federações, que objetiva investigar denúncias de irregularidades na CBF, nas federações estaduais de futebol e também com gastos do governo nas obras de infraestrutura para o Mundial de 2014. A ministra de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, se reuniu com líderes da base para pedir a retirada de assinaturas antes que o requerimento que solicita a investigação seja lido no plenário, o que está previsto para a tarde desta terça-feira.

Até 11 horas desta terça, 27 senadores apoiavam a criação da comissão - esse é o número mínimo de assinaturas necessárias para a instalação. O requerimento que pede a criação da CPI tinha, no dia 31 de outubro, 33 assinaturas - seis a mais que o mínimo necessário. A ministra vai pedir aos líderes que convençam mais correligionários a retirar assinaturas e, assim, evitar a instalação da comissão.

Durante a sessão deliberativa desta terça, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), vai ler o requerimento. Após a leitura, ainda há um prazo de 24 horas para a inclusão ou retirada de assinaturas. Caso após esse limite, pelo menos, 27 senadores mantenham apoio à instalação da CPI, Renan vai pedir aos líderes da Casa indicações de nomes para ocupar a presidência e para compor a comissão.

A instalação da CPI das Federações tem sido defendida há meses pelo senador Mário Couto (PSDB-PA). Segundo ele, é preciso investigar o conluio existente entre presidentes de federações e a gestão do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Ele pretende ainda, analisar as obras da Copa e as renúncias fiscais que ocorrer, de acordo com o senador, em favor da CBF e de patrocinadores da seleção brasileira.

O que achou deste artigo?
Fechar

NOS BASTIDORES

Governo trabalha para barrar CPI que investigará denúncias contra CBF
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter