Recuperar Senha
Fechar
Entrar

NÃO É LIBERTADORES

Técnico acusa time de Felipão de provocar acidentes para atrasar jogo

Vídeo postado na internet mostra que a rota do ônibus que levava o Shanghai SIPG foi bloqueada até cinco vezes por dois ou três carros

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Felipão
Time de Felipão, Guangzhou Evergrande se envolveu em polêmica no futebol chinês
PUBLICADO EM 13/09/17 - 15h26

O português André Villas-Boas, técnico do Shanghai SIPG chinês, acusou o Guangzhou Evergrande, treinado pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, de organizar uma série de acidentes falsos de trânsito para atrasar a chegada de sua equipe ao estádio Tianhe, na terça-feira em Cantão.

"Chegávamos de ônibus para o jogo. Os mesmos carros tiverem três acidentes diferentes na nossa frente", declarou o técnico luso depois da partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões da Ásia, que terminou com o Shanghai garantindo a classificação às semifinais (4-0 na ida, 1-5 na volta, 5-4 nos pênaltis).

"É uma grande vitória para o SIPG, porque parecia que somente um clube podia dominar o futebol asiático, se permitindo qualquer método para conseguir isso. Eles bloqueiam hotéis ou provocam acidentes na nossa frente", criticou Villas-Boas.

Um vídeo postado na internet mostra que a rota do ônibus que levava o Shanghai SIPG foi bloqueada até cinco vezes por dois ou três carros, que ficaram parados diante do ônibus por possíveis acidentes, apesar de não ser possível ver nas imagens qualquer sinal de colisão entre os veículos.

Depois da partida de ida em Xangai, Felipão, técnico do Guangzhou, reclamou da elevada temperatura do vestiário da equipe visitante, que, segundo o brasileiro, "parecia uma sauna".

O Shanghai SIPG enfrentará nas semifinais da Champions asiática o vencedor do confronto japonês entre o Kawasaki Frontale e o Urawa Reds.

O que achou deste artigo?
Fechar

NÃO É LIBERTADORES

Técnico acusa time de Felipão de provocar acidentes para atrasar jogo
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter