Recuperar Senha
Fechar
Entrar

CUIDADOS

Muricy muda postura e diz que seguirá ordens médicas

Depois do susto, treinador do São Paulo afirma manter a calma para evitar novos problemas cardíacos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Muricy Ramalho
Muricy Ramalho quer evitar o estress durante os jogos do São Paulo
PUBLICADO EM 09/10/14 - 09h41

O técnico Muricy Ramalho reconheceu que teve uma postura diferente contra o Atlético Paranaense da que costumava ter e avisou que daqui por diante será assim. O treinador do São Paulo tentou ficar mais tranquilo na partida desta quarta-feira, no Morumbi, ficou sentado boa parte do tempo e garantiu que vai seguir todas as recomendações médicas. "Ficar tranquilo é difícil no futebol. Tenho de ter cuidados e sei que não dá para consertar tudo. Mas estou liberado pelos médicos, caso contrário não viria, pois tenho família e filhos", disse.

Ele lembra que nesta sexta vai ter um exame mais definitivo, mas explica que foi virado de ponta-cabeça pelos médicos e que a situação está mais tranquila. "De cara não tem nada grave. Eles até acham que é estresse porque não tem motivo. No dia começou a dar tontura, suei frio, o coração bateu desregulado. Mas quando acontece isso você começa a pensar na vida e na família", revelou.

Muricy Ramalho garante que, quando estava no banco de reservas, a todo momento lhe vinha na cabeça as recomendações dos médicos. "Lembrei sim porque nesses dias que fiquei no hospital, é nesse momento que você faz uma reflexão. A gente vem no embalo, situação muito difícil, e tudo vai acumulando. Aí começam a te entubar, pondo um monte de fios e falando que você vai ter de ir para a UTI, acho que fiquei pior por causa disso".

O treinador conta que o susto foi muito grande e que não pretende mais passar por isso. Ele vai procurar ser menos estressado no dia a dia e quer cumprir o seu contrato com o São Paulo, que vai até o fim de 2015. "Eu poderia encurtar a carreira se no exame aparecesse alguma coisa. Aí com certeza sairia do hospital para minha casa, pois sou responsável por uma família. O futebol é importante, mas minha vida também é importante. Não tenho a intenção de parar agora, quero acabar meu contrato com o São Paulo. Aí depois vou pensar, talvez dê uma parada".
 

O que achou deste artigo?
Fechar

CUIDADOS

Muricy muda postura e diz que seguirá ordens médicas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter