Recuperar Senha
Fechar
Entrar

CAMPEONATO MINEIRO

Poder decisivo de Thiago Neves é arma celeste para o clássico

Quatro gols marcados no ano e cinco assistências do meia ajudaram Raposa a se manter na rota de títulos de todas as competições

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Thiago Neves
Meia foi o principal reforço da temporada, chegou em janeiro e já pode conquistar o seu primeiro título
PUBLICADO EM 30/04/17 - 09h00

A apreensão tomou conta da torcida do Cruzeiro nesta semana, por conta da possível lesão de Thiago Neves, que deixou o embate contra o América, no último domingo, reclamando de dores no joelho direito. Mas após exames, não ficou constatado nenhum problema grave e, desde quinta-feira, o atleta treina junto com o grupo. Relacionado para encarar o Atlético, o meia-atacante será peça importante, tanto pelo entrosamento, com ele, do setor ofensivo cruzeirense quanto pelo seu poder decisivo. Nesta temporada, o camisa 30 tem sido fundamental para manter a Raposa na rota e títulos, marcando quatro gols fundamentais para o time até o momento.

O seu primeiro gol foi logo contra o maior rival. O jogador abriu o caminho para a vitória por 2 a 1, ajudando a tirar a invencibilidade do alvinegro. Na partida seguinte, Thiago Neves fez o primeiro da virada sobre o Nacional do Paraguai, na partida de ida da 1ª fase da Copa Sul-Americana, deixando o Cruzeiro a um empate da próxima fase. Na semifinal do Mineiro, fez o gol do empate contra o América, no Independência, no jogo de ida, mantendo a vantagem celeste para o segundo confronto. E na Copa do Brasil, contra o São Paulo, ele fez o gol que garantiu os cruzeirenses nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Isso sem contar as assistências. Foram quatro na Copa do Brasil e uma no Mineiro, ajudando os seus companheiros de clube a balançar as redes adversárias. Agora, no primeiro título em disputa da temporada, os cruzeirenses esperam que Thiago Neves volte a fazer a diferença.

No restante da equipe, poucas modificações. O equatoriano Caicedo formará dupla de zaga com Léo, já que Manoel está machucado. No meio, Henrique será mantido com Hudson, pois Ariel Cabral segue entregue ao Departamento Médico. Robinho e Ezequiel ficam como opção. 

 

O que achou deste artigo?
Fechar

CAMPEONATO MINEIRO

Poder decisivo de Thiago Neves é arma celeste para o clássico
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter