Recuperar Senha
Fechar
Entrar

EXPLICAÇÕES

Presidente justifica saída de Oswaldo e desconversa sobre Cuca

Sérgio Sette Câmara justificou demissão do comandante; Alexandre Gallo quer anunciar novo treinador até terça-feira

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Presidente do Atlético, Sergio Sette Câmara, fala sobre demissão de Oswaldo de Oliveira e o novo técnico
PUBLICADO EM 09/02/18 - 11h36

Presidente do Atlético fala na manhã desta sexta-feira na Cidade do Galo sobre a demissão do técnico Oswaldo de Oliveira, que comunicou a sua saída do Galo.

Veja os principais trechos da entrevista

SERGIO SETTE CÂMARA, presidente do Atlético

Lamento

"Gostaria de dizer que lamento a perda deste profissional, Oswaldo de Oliveira, pessoa espetacular, excelente carate,r que tive privilégio e prazer de ter convivido, uma pessoa que eu sinto a saída dele"

Problema de saúde

"Queria dizer que nesta semana passada o Oswaldo teve problema sério, uma abcesso, teve de contar com ajuda de médicos, era um abcesso importante, sofreu muito com isso, depois teve de tomar antibiótico, ficar de repouso, ele não comandou o time contra a URT em Patos. Na terça-feira viajei com ele, ele estava tomando antibiótico, estava debilitado, tem 68 anos, estava sentindo o aspecto físico ainda, o efeito do remédio"

Confusão entre Oswaldo e repórter

"Não estou dizendo que a atitude foi correta, mas ninguém tem sangue de barata e ele tomou a atitude. Como estava debilitado, tudo o que aconteceu no jogo, ele acabou tomando aquela atitude. Me preocupa o fato do jornalista não ter se retratado, poderia ter dito que errou, iria se retratar e a polêmica não teria sido tão grande"

A discussão não pesou na demissão de Oswaldo

"Isso não pesou na demissão do Oswaldo. Ela é exclusivamente técnica, como o Gallo já disse. A questão técnica pesou, fiquei muito preocupado com o que vi no Acre, quem gosta de futebol ficou preocupado. As vezes o errado é insistir em uma coisa que você vê desde cedo que não vai decolar. Como acredito no nosso elenco, e acho que em uma nova filosofia pode entregar muito mais, a mudança, que ainda bem cedo, no início do campeonato, ela é correta e necessária. Vamos fazer um ajuste de rumo"

Imagem arranhada

"O culpado foi o repórter, ele ao fazer o xingamento arranhou a imagem do Atlético, ele não xingou apenas  o funcionário do clube, mas a instituição que ficou com a imagem arranhada. Mas estamos fazendo avaliação tranquila, serena. É obrigação do repórter fazer qualquer tipo de pergunta, as mais ácidas. Todos os jornalistas são bem recebidos aqui nesta sala, que recebe o nome de Roberto Abras, que sou fã, é meu amigo pessoal. O Atlético tratou todo mundo bem durante a cobertura. Quando tem este problema com um jornalista, a gente entende que a imagem foi arranhada sim e isso não nos deixou feliz"

Responsabilidade financeira

"É necessário ter muita responsabilidade hoje, estar na cadeira do presidente e sair fazendo contratações e pagamento. Você tem uma folha salarial alta, questões que precisam ser saldadas. O Atlético tem um endividamento preocupante. Se eu saísse fazendo contratações a torto e direito, no meio do ano a gente estaria com a folha atrasada. Tem clube que vai fechar devendo, não tem como, a conta não fecha. Se o clube não tivesse o endividamento do passado, estaria dando lucro, a gente conseguiria fechar a folha sobrando um pouco. Você precisa voltar ao mercado e pegar dinheiro emprestado e isso cria uma bola de neve"

Quer ser uma das três forças do Brasil

"O Atlético está se preparando para um grande salto, quando tivemos o nosso estádio pronto teremos um estádio 100% para o público, sem ajuda de fora e vamos ter um salto grande. O futebol brasileiro se prepara para ter três ou quatro protagonistas e o Atlético vai ser um deles, pois estamos preparando para isso"

Roberto Abras e Wallace Graciano falam sobre a demissão de Oswaldo de Oliveira

ALEXANDRE GALLO, diretor de futebol do Atlético

Novo treinador

"Estamos começando avaliar agora, conversando com a nossa diretoria, Lásaro, Sérgio e Domênico, no melhor momento vamos poder anunciar algo quando estiver mais adiantado"

Razão da demissão

"Inicialmente a questão foi técnica, entendemos que contratamos um time, a montagem, com aval do treinador, que teria condição de nos entregar tecnicamente um jogo melhor. Quem está jogando bem no Brasil, ninguém, mas a gente estava sentindo que não estava evoluindo a parte técnica. Fizemos 30 minutos bons e depois não evoluiu. Entendemos que a evolução deveria acontecer durante o estadual, que queremos chegar. "

Cuca e Abel

"São dois grandes nomes. O Atlético é um gigante do futebol brasileiro e pensa grande. Vamos tentar resolver o mais rápido possível"

Perfil do novo treinador

"Entendemos que a nossa equipe é qualificada para um jogo melhor, ter 90 minutos benfeito. A torcida está carente para isso, entendemos que é o momento para isso, para fazer esta troca no comando técnico. Dentro do meu histórico, estive como atleta e treinador, situação assim, você molda uma situação, tem um planejamento e a mudança de planejamento as vezes é saudável. A análise do trabalho é importante, você precisa entender, ouvir, não fazemos as decisões isoladas"

Mudança de toda a comissão técnica

"Com ele sai quase toda a comissão técnica, quem fica como auxiliar-técnico é o Thiago Larghi, o Luis Otávio Kalil, como preparador físico"

Expectativa e realidade

"Temos um planejamento onde entendemos que utilizar todo o grupo, durante a pré-temporada que encolheu tanto, entendemos que é certo. Nosso pensamento é para o ano todo. Se o time tivesse jogando 100% hoje, a gente não chegaria a agosto. A gente entende que teríamos dificuldades neste começo, mas não tanto como está acontecendo. Trabalhamos pensando no elenco todo para o ano todo, no segundo semestre teremos as semanas todas cheias de jogos. Então fizemos um planejamento para preparar o time para o ano todo."

Ano ambicioso

"Entendo que estamos em terceiro lugar na competição, vamos buscar o título, que nos interessa. Quanto mais cedo chegar um novo treinador, melhor. Mas todos os treinadores conhecem os nosso jogadores. Acredito que até terça-feira, sem dar prazo, atropelar, vamos tentar que tenha um profissional aqui e tenha uma semana de trabalho para o fim de semana estar com a gente."

A demissão de Oswaldo em cinco atos

O que achou deste artigo?
Fechar

EXPLICAÇÕES

Presidente justifica saída de Oswaldo e desconversa sobre Cuca
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (29)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter