Recuperar Senha
Fechar
Entrar

ENGENHARIA FINANCEIRA

Saiba de onde vem o dinheiro para o Cruzeiro contratar e quitar dívida

Dúvida que tem pairado no imaginário da torcida celeste devido ao cenário de crise financeira foi tema da entrevista de Itair Machado; que tentou clarear a situação

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
DM_20180108_011.jpg
Itair Machado explicou engenharia financeira do Cruzeiro para quitar dívidas e pagar por reforços
PUBLICADO EM 09/01/18 - 08h09

Uma pergunta que todo o torcedor do Cruzeiro tem se feito nos últimos dias é sobre os recursos do time para a contratação de reforços e o pagamento dos salários atrasados. A atual gestão confirmou que recebeu o clube com dívidas milionárias e vem tentando fazer malabarismos para qualificar o elenco e quitar vencimentos que se acumulavam desde novembro. Então, de onde estaria vindo o dinheiro para que toda esta engenharia financeira se tornasse possível? A pergunta permeou a entrevista coletiva do vice-presidente de futebol celeste Itair Machado nesta quarta-feira. O dirigente tentou clarear a situação, exaltando os investidores que têm se apresentado ao clube, e os mantendo em sigilo.

"Para você ter uma ideia, eu vi na internet um rapaz que era ex-candidato ao conselho que duvidava desses investidores. A gente queria divulgar, mas eles (investidores) não querem. Depois daquele dia teve mais um (investidor) que torce para o Atlético Mineiro, a esposa é cruzeirense, ele tem uma empresa que não precisa do Cruzeiro e de time nenhum para divulgar nada. Mas, pela estrutura de trabalho e amizade e também pelo relacionamento, ele esteve aqui no clube na quinta-feira passada e assinou um contrato. Amanhã está caindo na conta do Cruzeiro R$ 650 mil de uma empresa que não vai ocupar espaço na camisa do Cruzeiro, será um marketing digital. O nível de relacionamento e a captação que vamos fazer de recursos é para manter os salários dos atletas e em dia e ter a condição de fazer um negócio que poderemos ter no mercado", revelou Itair.

INVESTIDORES DE 'MÃO ABERTA' E LINHA DE CRÉDITO

O cartola ainda afirmou que o dinheiro de contratações é totalmente diferente dos recursos que vêm entrando nos cofres do clube para o pagamento dos atrasados dos jogadores. Para quitar os vencimentos, o Cruzeiro abriu uma linha de crédito que será pago em seis meses.

"Não existe almoço grátis, mas nesse caso aí está existindo. O Cruzeiro não tem esses investidores dia a dia não. Esses investidores foram captados para a contratação, que a princípio seria do Lucas Pratto, a gente fez todas as negociações, eu me reuni com procuradores do atleta, com o São Paulo, mas como esse dinheiro era para pagar essa contratação porque O Cruzeiro não tem recurso para fazer uma contratação deste nível, gastar 10 milhões reais de entrada. E agora a gente viu por quanto o Pratto foi vendido, 11,5 milhões de euros, isso dá quase R% 50 milhões. Pintou a oportunidade da contratação de Fred, falei da multa do contrato do Fred, e se eles estavam dispostos a continuar, como tinha dado errado a contratação anterior, manter o acordo com o Cruzeiro. O dinheiro do atraso do salário que o Cruzeiro pagou é dinheiro do próprio Cruzeiro, que o presidente, como economista, teve a habilidade de captar recursos. O presidente não faz gol, mas ele arruma o dinheiro", disse.

"Esse dinheiro o Cruzeiro abriu uma linha de crédito, o presidente fez uma negociação com o banco. O Cruzeiro, nos próximos seis meses, vai quitar esse valor. A gente espera quitar como? Com mais vendas de camisa, boas contratações que fizemos, aumento de renda nos jogos no Mineirão, e um trabalho ousado e mais aguçado do Marco Antônio no departamento comercial e de marketing. Esse dinheiro é um crédito que o Cruzeiro tem no banco, que está sendo usado, juros muito bons para o Cruzeiro, porque a gente não esperava pegar o clube na situação que pegamos. Mas acredito que qualquer clube no país gostaria de ter débitos para ter os dois títulos brasileiros e a Copa do Brasil. Eu preferiria ter a dor de cabeça, mas também ter o título. Dá para ganhar os título", completou Itair.  

RÁPIDA QUITAÇÃO DE DÉBITOS E PERCENTUAL DE JOGADORES

O dirigente explicitou também como se deu o pagamento dos salários atrasados do atleta, processo estabelecido de forma rápida. "Os jogadores do Cruzeiro estavam bonzinhos, porque o Cruzeiro estava com quatro ou cinco meses de direito de imagem atrasados, e hoje venceria três meses. Eu, na minha conversa com o presidente, nós falamos com os jogadores que até terça (amanhã) quitaríamos os salários. Mas como tudo andou rápido, na sexta mesmo nós pagamos. Chegou uma pergunta pra mim também que um ou outro jogador não tinha recebido, eu não sei como que isso chegou para vocês, é porque como o Cruzeiro tem conta em um determinado no banco, a transferência que chama TED ela só é até 16h30, depois disso trava o sistema. Então, jogadores que tinha conta em bancos diferentes da do Cruzeiro, só recebeu hoje, mas acho que eram três ou quatro atletas só", explicou.

Na mesma entrevista, foi destrinchado os porcentuais que o Cruzeiro detêm de Roni, Elber e Alisson, ambos negociados pela Raposa na atual janela.

Veja abaixo:

RONI

"O Cruzeiro vai ficar com 40% do Roni, o Botafogo com 40%, não tanto por estar trocando o Bruno Silva".

ELBER

"O Cruzeiro manteve o percentual dos parceiros, e quando ele for vendido, o Cruzeiro terá, se não me engano, de 10% a 20%, porque hoje estamos fechando com os parceiros a recompactuação dos percentuais".

ALISSON

"O Cruzeiro tem 45% dele, nós passamos 30% para o Grêmio, e continuamos com 15%, o restante foi mantido em nome do Cruzeiro, mas são dos parceiros do clube, dentre eles a Cabofriense que detém 25% dos direitos econômicos do atleta". 

O que achou deste artigo?
Fechar

ENGENHARIA FINANCEIRA

Saiba de onde vem o dinheiro para o Cruzeiro contratar e quitar dívida
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter