Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Pra tirar a prova

Minas tem 'teste' contra Vôlei Nestlé para confirmar bom momento

Equipe mineira entrou no G-4 na última rodada e encara adversário que está, desde as primeiras rodadas, na parte de cima da tabela

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
rosamaria ponta minas ataque volei
Rosamaria, maior pontuadora da Superliga, tem comandado o time na parte ofensiva
PUBLICADO EM 17/02/17 - 07h40


Se existe um bom momento para se enfrentar um dos principais times da Superliga feminina, a hora é agora. Camponesa-Minas não poderia escolher melhor hora para um dos seus maiores desafios na fase de classificação. Tendo vencido 10 dos últimos 12 jogos, a equipe de Belo Horizonte enfrenta, nesta sexta-feira às 20h, na Arena da Rua da Bahia, o Vôlei Nestlé-SP, atual terceiro colocado.

O time de Osasco vê o Minas logo atrás na classificação, mas a distância de nove pontos ainda é grande entre os dois times na tabela. Podendo diminuir esta diferença, o Minas chega para o confronto, válido pela sétima rodada do returno, estando pela primeira vez no G-4.

"Essa entrada no grupo de cima aparece em um momento importante. Precisamos, agora, dar um gás para crescermos ainda mais, pensando na melhor posição possível ao final do returno. Ter o mando de quadra nas quartas-de-final será importante. Vai ser bom pegar um adversário como o Nestlé agora. Servirá para testar o nosso time e ver, na prática, em que nível estamos", comenta a ponta Rosamaria, que começou a competição como oposta.

Nos últimos dois jogos, o time do técnico Paulo Coco contou com Jaqueline entre as titulares, presença que fez a equipe manter o bom rendimento das rodadas anteriores.

"Agora sim temos um time definido, além de mais e boas opções no banco de reservas. Ainda temos uma margem para crescer, nossa equipe não está pronta. A Jaque e a Hooker têm apresentado um melhor ritmo e isso tem nos ajudado", indica Rosamaria. Ela comemora o novo momento do time na Superliga, bem diferente do turno. "Estamos vivendo a melhor fase na atual temporada, bem diferente do turno, quando perdemos para elas jogando muito mal. Elas não estão nas primeiras posições, desde o início do torneio, à toa. Vai ser um jogo difícil", destaca.

Rosamaria lembra das principais evoluções do time que contribuíram para a sequência de vitórias. "Estamos mais consistentes, errando menos. As nossas extremidades estão funcionando melhor, todas estão conseguindo jogar, incluindo as centrais. A distribuição de bola melhorou bastante. Isso pode ser fundamental em momentos decisivos, para sair das dificuldades que certamente aparecerão", completa.


 

O que achou deste artigo?
Fechar

Pra tirar a prova

Minas tem 'teste' contra Vôlei Nestlé para confirmar bom momento
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter