Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Sem essa de sofrer

Sada Cruzeiro tira lições de sustos sofridos contra o Renata Vôlei-SP

Equipe celeste abaixou a guarda após vencer o primeiro set e viu classificação para as semifinais da Copa Brasil correr risco mesmo jogando dentro de casa

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
bloqueio sada contra renata volei
Os 14 pontos de bloqueio cruzeirense foram enaltecidos pelo treinador
PUBLICADO EM 10/01/18 - 13h16


Favoritismo se prova dentro de quadra e quando não se faz tudo que se espera, as chances de um tropeço aparecem à galope. O Sada Cruzeiro viu a teoria se transformar em prática na sua primeira apresentação em 2018, na última terça-feira, em casa, contra o Renata Vôlei-SP, pelas quartas de final da Copa Brasil.

Depois de vencer o primeiro set com tranquilidade por 25 a 15, o time do técnico Marcelo Mendez se acomodou e viu o adversário incomodar, reagir e quase levar a parada. Por pouco a desclassificação precoce não aparecer para os celestes, que precisaram se virar para contornar o quadro no tie-break e se garantir nas semifinais. No dia 25, o time enfrenta o Sesc-RJ valendo vaga na decisão.

Para o capitão Filipe, foi notório que a equipe deixou o ritmo cair após sair na frente. "Baixamos a guarda demais e isso não pode acontecer. Se não mantivermos no nosso limite, o tempo todo, podemos ser surpreendidos. Todos os times querem nos beliscar. A lição que fica é que pecamos demais no segundo e terceiro sets, nossa sequência de saque caiu e, desta forma, as coisas se complicam. Por sorte, retomamos o bom desempenho, cada um se conscientizou do que tinha que fazer e da sua responsabilidade. Conseguimos transformar o jogo", conta.

O central Isac também reconheceu os altos e baixos do Sada Cruzeiro, lembrando dos bons momentos vividos pelo Renata. "Sabíamos que seria difícil, eles aproveitaram bem as oportunidades. Conseguiram nos pressionar no saque, tocaram em muitas bolas e criaram contra-ataques. A gente soube voltar para o jogo, fizemos o que deveríamos, sacando e agredindo. Ainda bem que tivemos tempo para mudar a história do jogo, não pode ser sempre assim. É preciso entrar ligado para evitar estes sustos", coloca.

Mesmo sabendo que seu time apresentou irregularidades, o técnico Marcelo Mendez prefere ver os pontos positivos. "Fizemos 14 pontos de bloqueio, muita coisa boa deve ser levada em conta. Apresentamos descontinuidades, mas quero destacar o que fizemos de bom para que possamos repetir estes acertos por um maior tempo em quadra", afirma. O próximo jogo do Sada Cruzeiro será no sábado, ás 21h30, no Rio de Janeiro, contra o Sesc-RJ, pela Superliga. O time carioca é o atual líder com um ponto a mais que os mineiros.

O que achou deste artigo?
Fechar

Sem essa de sofrer

Sada Cruzeiro tira lições de sustos sofridos contra o Renata Vôlei-SP
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter