Recuperar Senha
Fechar
Entrar
Automobiminas
Quick Comunicação
30 de Novembro - Sexta-feira - 13:04

Rotax Max Grand Finals

Atividades desta quinta-feira foram intensas, com várias disputas em todas as categorias.


 
O quarto dia de atividades do Rotax Max Challenge Grand Finals, que está sendo realizado durante esta semana, no Circuito Paladino, em Conde, na Paraíba, foi repleto de corridas. Na pista, os pilotos disputaram as provas classificatórias, que definiram o grid de largada das pré-finais, previstas para amanhã. Entre os brasileiros, o destaque ficou por conta de Lucas Souza, que conquistou a terceira colocação em uma das classificatórias da categoria DD2 Masters, enquanto vários outros competidores do Time Brasil ficaram no Top 10.
 
O dia começou cedo, às 8 horas da manhã, com os Warm-up de todas as categorias. Na sequência, os pilotos iniciaram as disputas das classificatórias 2 e 3. As categorias Junior Max, Senior Max, DD2 e DD2 Masters, que foram divididos em quatro grupos por ter 72 inscritos, fizeram os duelos A x C, B x D, A x D e B x C, completando a sequência de corridas classificatórias, onde cada piloto correu três vezes. Já as classes Micro e Mini Max, que tem 36 pilotos cada, não tem a necessidade da divisão de grupos e, portanto, fizeram a segunda e decisiva corrida, já definindo o grid de largada da corrida pré-final, que será realizada amanhã.
 
O Brasil continua se destacando na categoria DD2 Masters. Antonio Pizzonia, que vinha sendo o grande nome do Time Brasil na categoria continuou muito bem, conquistando a oitava e quinta posição. O melhor brasileiro do dia foi Lucas Souza, que conquistou um ótimo terceiro lugar na corrida 2 (A x C) e foi o quarto colocado na outra prova que disputou. Fernando Guzzi conquistou dois quintos lugares e manteve a regularidade, enquanto Michel Aboissa foi nono e 11o.
 
Na DD2, Rafael Reis conquistou a 11a posição na corrida 3 (B x C). Na Junior Max o melhor brasileiro foi Pedro Barroso, com duas 18a posições. Na Senior Max, Gulherme Peixoto, Giuliano Raucci, João Cunha e Christian Fliter, foram Top 20. Na Micro Max, Murilo Rocha larga em 17o na pré-final, enquanto João Pinheiro sai em 22o e Fabrício Rodriguez em 26o. . Na Mini Max, Vinicius Tessaro larga de 27o.
 
Nesta sexta-feira, serão disputadas as pré-finais. As categorias Micro e Mini Max disputam a pré-final única, já as outras categorias terão duas pré-finais, divididas entre A e B. É possível acompanhar todas as atividades do RMC Grand Finals, ao vivo, pelo site oficial da Rotax (www.rotax-kart.com)
 
Confira os três primeiros colocados de cada categoria, além do desempenho dos brasileiros:
 
Junior Max
 
Corrida Classificatória 2 (A x C)
1. Frost Bay (Dinamarca)
2. Jaiden Pope (Austrália)
3. Thomas Nepveu (Canadá)
18. Pedro Barroso (Brasil)
22. Nicolas Giaffone (Brasil)
 
Corrida Classificatória 2 (B x D)
1. Mads Riis (Dinamarca)
2. Robert De Haan (Holanda)
3. Kobe Pawels (Bélgica) 
22. Arthur Gama (Brasil)
24. Felipe Bartz (Brasil)
 
Corrida Classificatória 3 (A x D)
1. Robert De Haan (Holanda)
2. Jaiden Pope (Austrália) 
3. Thomas Nepveu (Canadá)
18. Pedro Barroso (Brasil)
24. Arthur Gama (Brasil)
 
Corrida Classificatória 3 (B x C)
1. Noel Leon (México)
2. Lewis Gilbert (Reino Unido)
3. Vigor Hjovard (Suécia)
23. Nicolas Giaffone (Brasil)
36. Felipe Bartz (Brasil)
 
 
 
Senior Max
Corrida Classificatória 2 (A x C)
1. Hannes Morin (Suécia)
2. Rhys Hunter (Reino Unido)
3. Manaf Hijjawi (Jordânia)
14. Gulherme Peixoto (Brasil)
32. Christian Fliter (Brasil)
 
 
 
Corrida Classificatória 2 (B x D)
1. Petr Bezel (República Tcheca)
2. Szabo Boldizsar (Hungria)
3. Mark Kimber (Reino Unido)
15. Giuliano Raucci (Brasil)
19. João Cunha (Brasil)
Corrida Classificatória 3 (A x D)
1. Hannes Morin (Suécia)
2. Senna Van Walstijn (Holanda)
3. Mick Nolten (Bélgica)
14. João Cunha (Brasil)
15. Christian Filter (Brasil)
Corrida Classificatória 3 (B x C)
1. Manaf Hijjawi (Jordânia)
2. Zac Stichbury (Nova Zelândia)
3. Petr Bezel (República Tcheca)
32. Giuliano Raucci (Brasil)
35. Guilherme Peixoto (Brasil)
 
 
 
Mini-Max
Corrida Classificatória 2
1. Evan Giltaire (França)
2. Iakov Sokolov (Russia)
3. Tomass Stolcermanis (Lituania) 
27. Vinicius Tessaro (Brasil) – Larga em 27o na Pré-final
 
 
 
Micro-Max
Corrida Classificatória 2
1. Mitchell Van Dijk (Holanda)
2. Maksymilian Obst (Polônia)
3. Douwe Dedecker (Bélgica)
26. João Pinheiro (Brasil) - Larga em 22o na Pré-final
30. Fabrício Rodriguez (Brasil) - Larga em 26o na Pré-final
31.Murilo Rocha (Brasil) - Larga em 17o na Pré-final
 
DD2
 
Corrida Classificatória 2 (A x C)
1. Xen De Ruwe (Sérvia)
2. Daniel Formal (Croácia)
3. Jonathan Buxeda (Nova Zelândia)
29. Leonardo Reis (Brasil)
32. Vinicius Kwong (Brasil)
 
 
Corrida Classificatória 2 (B x D)
1. Taylor Greenfield (Estados Unidos)
2. Claudio Pagliarani (Itália)
3. Ryan Wood (Nova Zelândia)
29. Adilson Junior (Brasil)
Corrida Classificatória 3 (A x D)
1. Daniel Formal (Croácia)
2. Ryan Kennedy (Austrália)
3. Taylor Greenfield (Estados Unidos)
18. Adilson Junior (Brasil)
29. Vinicius Kwong (Brasil)
 
 
 
Corrida Classificatória 3 (B x C)
1. Xen De Ruwe (Sérvia)
2. Claudio Pagliarani (Itália)
3. Ryan Wood (Nova Zelândia)
11. Rafael Reis (Brasil)
22. Leonardo Reis (Brasil)
DD2 Masters
 
Corrida Classificatória 2 (A x C)
1. Cristiano Morgado (África do Sul)
2. Fraser Hart (Nova Zelândia)
3. Lucas Souza (Brasil)
8. Antonio Pizzonia (Brasil)
Corrida Classificatória 2 (B x D)
1. Matthew Hamilton (Nova Zelândia)
2. Robert Pesevski (Áustria)
3. Michael Stephen (África do Sul)
5. Fernando Guzzi (Brasil)
11. Michel Aboissa (Brasil)
20. Alexandre Trita (Brasil)
28. Luiz Antonio (Brasil)
 
 
Corrida Classificatória 3 (A x D)
1. Cristiano Morgado (África do Sul)
2. Robert Pesevski (Áustria)
3. Fraser Hart (Nova Zelândia)
4. Lucas Souza (Brasil)
5. Fernando Guzzi (Brasil)
9. Michel Aboissa (Brasil)
27. Alexandre Trita (Brasil)
Corrida Classificatória 3 (B x C)
1. Matthew Hamilton (Nova Zelândia)
2. Michael Stephen (África do Sul)
3. Antti Ollikainen (Finlândia)
5. Antonio Pizzonia (Brasil)
24. Luiz Antonio (Brasil)
 
 
Redes Sociais
Facebook: www.facebook.com/RotaxMaxBrasil

 

28 de Novembro - Quarta-feira - 15:51

Mundial de F-2

Piloto irá se revezar entre as corridas da F2 e os testes com a McLaren na F-1

Na manhã desta quarta-feira (28), no circuito de Yas Marina, em Abu-Dhabi, o piloto brasileiro Sérgio Sette Câmara (YOUSE | Banco BMG | MRV | CCR | CEMIG | GASMIG | Usiminas | Americanet) anunciou que disputará a temporada do Mundial de F-2 de 2019 com a equipe francesa DAMS.

Sérgio, que em 2017 competiu pela discreta equipe MP Motorsport (HOL), em 2018 participou do Campeonato com a tradicional equipe inglesa Carlin. Em um ano de estreia de novos carros, motores e eletrônica o piloto de Belo Horizonte conseguiu driblar vários problemas, dentre eles a quebra do pulso na tomada de tempos de Mônaco e, com oito pódios e 164 pontos encerrou a temporada na sexta posição.

Fundado em 1988 o time tem sua sede na cidade de Le Mans, um dos mais tradicionais berços do automobilismo europeu. A DAMS tem uma grande história na antiga GP2 Series, atualmente, Mundial de F2. Chefiado por François Sicard a equipe conquistou o título do Campeonato em 2014, com Jolyon Palmer; 2012, com Davide Valsechi e 2011, com Romain Grosjean. Com uma grande característica de oferecer o último passo na formação de pilotos, do grid de 2018 da F-1 três pilotos passaram pelos carros da DAMS - Grosjean, Kevin Magnussen e Pierre Gasly.

“Estivemos próximos de acertar com a DAMS para 2018, porém, acabou não dando certo. Recentemente a DAMS me procurou novamente e o Sr. François me chamou para conhecer a sede da equipe. Realmente fiquei impressionado com o nível de profissionalismo, principalmente se levarmos em conta que a F2 ainda é uma categoria de formação. Eles tem um histórico de muitas vitórias e títulos na categoria e, após analisar as várias propostas que tivemos para o ano que vem, acredito termos feito a melhor escolha para lutar pelo título”, contou o mineiro de 20 anos.

Na temporada 2018 do Mundial de F2 a DAMS contou com a participação dos pilotos Alexander Albon (TAI) que finalizou em terceiro no Campeonato e disputará o mundial de F1 em 2019 com a equipe Toro Rosso. Além dele competiu com a equipe francesa Nicholas Latiffi (CAN), que seguirá na F2 como companheiro de Sette.

TRABALHO NA NOVA CASA JÁ COMEÇOU

Após o fim da corrida no último domingo Sérgio Sette permaneceu em Abu-Dhabi. Na agenda do piloto neste início de semana estiveram alguns compromissos com a DAMS que foram desde a confecção do novo banco (feito sob medida), bem como a apresentação aos membros e engenheiros da nova equipe.

A partir desta quinta-feira (29), até o próximo sábado (1º), a Fórmula-2 realizará neste mesmo circuito de Yas Marina os testes de pós temporada. Ontem e hoje Sérgio analisou os dados dos carros no último fim de semana e, amanhã, irá para a pista já completamente integrado ao novo time.

“O meu foco profissional em 2019 estará completamente na F-2. Estou me transferindo para mais uma equipe vitoriosa e farei o meu máximo na busca pelo título. O trabalho que irei realizar como piloto de testes junto à McLaren irá melhorar ainda mais o meu desempenho pessoal. Estou certo que poderemos comemorar excelentes resultados no ano que vem”, encerrou entre sorrisos o jovem brasileiro.

 

Acompanhe Sette Câmara na Internet:

http://www.sergiosettecamara.com
Instagram: @sergiosettecamara
Twitter: @sergiosettecama
Facebook: /Sergiosettecamaraofficial

Informações para a imprensa:
Quick Comunicação e Marketing
Flávio Quick – Tel: (31) 99955-1420 – quickcomunicacao@gmail.com

27 de Novembro - Terça-feira - 19:21

FIA FORMULA 2

Maior construtora da América Latina seguirá apoiando o brasileiro na Fórmula 2

A revelação do automobilismo brasileiro no cenário internacional, Sérgio Sette Câmara, seguirá forte em seus trabalhos dentro da Fórmula 2 na temporada 2019 e contará com o patrocínio da MRV Engenharia, maior construtora da América Latina.

Recentemente contratado como piloto de testes da equipe McLaren de Fórmula 1, Sérgio Sette Câmara vai ao encontro do que a MRV acredita. Segundo Rafael Menin, presidente da MRV, a associação da marca com o Sérgio Sette deve não só pela empresa acreditar no potencial do piloto, mas também pelos valores e a imagem que representa. “Somos uma companhia que acredita em sonhos e sabemos o quanto eles podem transformar pessoas e o mundo. Sette Câmara é um jovem que acredita em seu sonho e vem se esforçando para se superar em cada prova; em cada etapa”, fala o executivo. “É uma honra continuar levando o nome e os ideais da MRV para os pódios em todo o mundo”, completa o piloto.

Para anunciar a renovação, a construtora divulgou em suas redes sociais um vídeo que conta um pouco da trajetória de Sette Câmara. Intitulado de “A Fórmula da Vitória: a energia das grandes conquistas”, o filme reforça valores inerentes a marca e ao piloto, como acreditar em sonho, se empenhar e se comprometer a fazer o melhor genuinamente.

Assista ao vídeo: https://twitter.com/i/status/1067485707621429249

A construtora e o esporte

A MRV Engenharia é a empresa privada brasileira com maior investimento no esporte e se orgulha disso. Além do piloto Sérgio Sette Câmara, a construtora patrocina equipes de diversos segmentos, como: futebol (São Paulo, Flamengo, Atlético Mineiro, Fortaleza, Novo Hamburgo e Uberaba Sport Clube), vôlei (Vôlei Renata, Vôlei Taubaté, Vôlei Ribeirão), Futebol Americano (Galo F. A.), handebol (Handebol de Londrina), golfe (Gilson Filho) e tênis (João Pedro Ferreira).

Além disso, a companhia é líder nacional no mercado de imóveis econômicos e a primeira construtora da América Latina a oferecer energia fotovoltaica para seu segmento de atuação. Em seus 39 anos de atividade, já vendeu mais de 300 mil unidades.

Foto: Carlos Dornelles | Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto Sérgio Sette Câmara
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

27 de Novembro - Terça-feira - 13:18

Copa Américas de E-Kart

I Copa Américas de E-Karts foi disputada no Kartódromo Paladino Internacional, na Paraíba

 

Desde o último domingo (25) o Kartódromo Paladino Internacional, na grande João Pessoa - PB, se tornou a capital mundial do kartismo. A pista recebe até o próximo sábado as atividades do Campeonato Mundial de Kart Rotax e tem a presença de mais de 360 competidores de 55 países.

Junto a extensa programação do evento foi apresentada pela primeira vez no Brasil a nova modalidade de karts que está em desenvolvimento pela FIA, os E-karts. A primeira geração dos karts elétricos de competição chegou ao Brasil neste fim de semana para as disputas da I Copa Américas de E-Karts. O evento, promovido pela própria FIA, teve como principal objetivo agregar pilotos de diferentes países e, mais do que isso, propagar as ideias do novo e ambicioso projeto da principal entidade do automobilismo mundial.

DETALHES TÉCNICOS DO PROJETO

O departamento de engenharia e desenvolvimento da FIA têm trabalhado no projeto de veículos elétricos há cerca de 10 anos. Inicialmente o primeiro objetivo foi a criação da Fórmula-E que, neste ano, disputará a sua sexta temporada. Também para a temporada 2018/2019 será lançado o Jaguar E-Trophy, competição com veículos elétricos de produção em série e que será realizada como evento suporte à F-E. Neste contexto, há cerca de cinco anos, foi dado início ao Projeto E-Kart.

O equipamento que chegou ao Brasil para a I Copa Américas de E-Karts é composto por um chassis desenvolvido especialmente para a competição fabricado pela francesa Sodi Karts. O motor e demais componentes eletrônicos é fabricado por uma parceria tecnológica entre a Rotax (AUS) e a Porsche (ALE). A potência dos karts é de 24 KW desenvolvidos por meio de três marchas. O peso do kart atinge 150 kg. O conjunto de baterias tem autonomia de até nove minutos e a velocidade máxima no Paladino atingiu os 130 km/h no fim da reta dos boxes.

Como o projeto e a tecnologia dos E-karts estão em constante desenvolvimento a FIA já confirma para o mês de agosto de 2019 o lançamento da segunda geração dos karts elétricos. Dentre as principais mudanças do novo modelo estão o fornecimento de um kit composto por motor e baterias que será capaz de ser adaptado em qualquer chassis homologado pela CIK/FIA. Além disso o peso final do kart será reduzido em 50 kg tornando, dessa forma, o equipamento muitos mais ágil e veloz. Por fim, a autonomia das baterias passará a 12 minutos representando um aumento de mais de 30% em relação aos modelos atuais.

Todo o projeto E-Kart tem a sua tecnologia e custos suportados pelo programa de jovens talentos da Porsche em parceria com a própria FIA, idealizadora e grande interessada no projeto como um todo.

“Estou pessoalmente envolvido há seis anos no Projeto E-Kart. A cada ano estamos implementando novas tecnologias e, sobretudo, ampliando os horizontes desse projeto que visa, sobretudo, a manutenção do automobilismo de competição desde a sua base. Na Alemanha já temos a indicação de leis que nos obrigariam a fechar as pistas de competições num futuro muito próximo em virtude de poluição ambiental e poluição sonora. Deste modo, cada vez mais, os e-karts se transformaram não apenas no futuro, mas, sobretudo, na manutenção do esporte-motor”, comentou o engenheiro alemão Karl Stenger, responsável da FIA que está acompanhando as atividades na Paraíba.

COMO FOI A COMPETIÇÃO

Para participar desta primeira edição da Copa Américas de E-Karts a FIA convidou 16 pilotos de 12 países diferentes para competirem junto à programação do Rotax Max Challenge Grand Finals. Foram inscritos participantes da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, El Salvador, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Peru e República Dominicana.

A competição foi composta no domingo (25) por uma sessão de treinos livres, uma tomada de tempos e a Pré-Final. Nesta segunda-feira, então, os karts retomaram o traçado para um rápido treino de aquecimento e, em seguida, a grande Final.

Competindo em casa o piloto brasileiro Sérgio Crispim, de João Pessoa - PB, dominou as atividades desde o início. Ele foi o mais veloz em todas as atividades e, de ponta a ponta, venceu as duas corridas. Na final ele foi bastante pressionado nas primeiras voltas pelo colombiano Juan José Rodriguez, mas, que acabou ficando para trás e sendo superado ainda por Karim Bock, da República Dominicana, que encerrou a prova com o Vice-Campeonato. Rodriguez completou o pódio no terceiro lugar.

“Estamos extremamente felizes com a competição que realizamos aqui no Brasil. Tudo aconteceu muito bem, de maneira tranquila, e atingimos o nosso principal objetivo que foi o de apresentar a categoria para os pilotos, familiares e mecânicos de 55 países que estão aqui. Do ponto de vista da competição nos causa grande alegria a oportunidade de ter oferecido aos jovens de 12 países diferentes a chance de conhecer e pilotar os novos karts elétricos. Tenho certeza que, voltando aos seus países de origem, irão propagar esta experiência e, desta forma, vamos difundido a iniciativa da nova geração de karts que certamente irá tomar todas as pistas daqui alguns anos”, concluiu Steiner.

Fotos: Flávio Quick | Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

26 de Novembro - Segunda-feira - 19:32

CBA

Kartódromo Speed Park, em São Paulo e de Imperatriz, no Maranhão receberam a inspeção

 Desde o último sábado (24) o austríaco Franz Schreiner, inspetor de circuitos da CIK/FIA - Comissão Internacional de Kart, está em território brasileiro trabalhando em vistorias de homologação para mais dois kartódromos.

No mês de março de 2018 o interior do estado de São Paulo foi presenteado com uma das mais modernas e estruturadas pistas de kart do país. O Speed Park, instalado na cidade de Birigui, a 500 km da capital, chegou ao cenário do kartismo nacional oferecendo à população do oeste paulista um grande parque destinado à velocidade.

O processo de homologação desta pista foi iniciado ainda no mês de agosto com os estudos e envio de plantas, bem como, por parte da CIK/FIA, o envio da simulação do traçado e demais exigências técnicas. Como parte do processo no último sábado, dia 24, Schreiner esteve no kartódromo vistoriando a pista, bem como, todas as demais instalações como Parque Fechado, Salas, Área VIP, Secretaria, Restaurante, Estacionamento e todos os espaços que compõe o grandioso empreendimento.

“Estou realmente impressionado com a estrutura do Speed Park. O circuito me pareceu fantástico, bastante seguro, e atende perfeitamente às exigências do processo de homologação. Vale ressaltar também a preocupação do espaço em oferecer várias outras opções de diversão para crianças, todas elas ligadas ao esporte motor. Nem mesmo na Europa temos locais tão bem estruturados como esse. Quanto à minha vistoria posso dizer que foi muito tranquila e acredito, sinceramente, que até o fim do ano o kartódromo já poderá contar com a sua pista homologada”, comentou Franz.

KARTÓDROMO DE IMPERATRIZ ESTÁ EM FASE FINAL DE ADEQUAÇÃO

Ainda como parte dos compromissos do inspetor oficial da CIK/FIA, no Brasil, Franz Schreiner esteve em vistoria ao Kartódromo de Imperatriz, no Maranhão. O tradicional kartódromo teve o seu processo iniciado em 2016 e, desde então, tem recebido várias melhorias de forma a se adequar às exigências internacionais.

“A pista de Imperatriz também conta com condições de receber a homologação. Existem ainda alguns pontos a serem ajustados, mas, acredito que até os primeiros meses de 2019 a pista também já estará com sua homologação CIK/FIA”, concluiu o técnico austríaco.

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

26 de Novembro - Segunda-feira - 19:18

Mundial de F-2

Rodada em Abu-Dhabi encerrou Campeonato marcado por grande atuação do brasileiro

 

Terminou neste domingo, dia 25, a segunda temporada do Campeonato Mundial de F-2. A competição, que substituiu a GP2 Series, foi disputada em 12 rodadas duplas completando, assim, um total de 24 etapas.

Em seu segundo ano na categoria e com o acúmulo de resultados bastante expressivos o brasileiro Sérgio Sette Câmara (YOUSE | Banco BMG | MRV | CCR | CEMIG | GASMIG | Usiminas | Americanet | Lubrax) encerrou a sua participação com o sexto lugar no Campeonato ao somar 164 pontos.

O ano de Sérgio Sette foi marcado por oito idas ao pódio, uma pole position e uma consistência bastante grande. Considerando-se uma das temporadas mais difíceis dos últimos tempos o brasileiro de 20 anos se mostrou extremamente competitivo e, sempre que teve um equipamento em condições competitivas, levou seu carro#18 para a disputa dos primeiros lugares.

Por outro lado, dentre os 25 concorrentes classificados, Câmara foi um dos que mais sofreu com problemas mecânicos. Em um ano marcado pela estreia do novo carro, motor e sistema eletrônico vários problemas mecânicos assolaram os pilotos do grid da F-2 e, infelizmente, o carro #18 foi um dos que mais acumulou revezes. Fora isso, com o acidente na tomada de tempos do GP de Mônaco, Sette perdeu duas importantes corridas em um fim de semana em que ele claramente tinha chances de inclusive largar da pole-position.

FECHAMENTO DO CAMPEONATO PARA ESQUECER

As provas de encerramento do Campeonato 2018, 23ª e 24 etapas, foram disputadas no Autódromo Yas Marina, em Abu-Dhabi, nos Emirados Árabes. Em um fim de semana que começou de forma estranha os carros da equipe Carlin não foram muito bem no treino livre e, na tomada de tempos, Sette ficou apenas com a 10ª marca.

Para piorar, tanto na corrida de sábado, como na de domingo, o sistema de embreagens do carro de Sérgio não armou conforme o esperado em ambas as largadas do fim de semana fazendo com que o carro ficasse parado no grid em ambas as ocasiões. Deste modo, largando as duas vezes do fim do pelotão, o brasileiro fez provas de recuperação, mas, não conseguiu chegar à zona de pontuação.

TÍTULO DA EQUIPE CARLIN SALVOU O FIM DE SEMANA

Em uma temporada em que acima de tudo a Carlin contou com a velocidade e consistência de seus dois pilotos o título no Campeonato por equipes coroou o trabalho de um grupo sério e muito dedicado.

Com sede na Inglaterra a equipe Carlin estreou neste ano no Campeonato da F-2 e, de cara, venceu a primeira corrida com Lando Noris além de ter levado Sette Câmara, nesta mesma rodada do Bahrein, aos dois pódios. Daí por diante vários pódios e excelentes resultados foram acumulados apesar de alguns problemas mecânicos e eletrônicos que assolaram o time durante o ano. Assim, com 383 pontos, a equipe se tornou a campeã da temporada.

“Tivemos um ano de resultados muito expressivos, oito pódios ao longo das 12 rodadas e, acima de tudo, consegui mostrar consistência e velocidade. Infelizmente alguns problemas com o carro me tiraram as chances reais de lutar por um Top3 no Campeonato, mas, termino o ano de cabeça erguida e sobretudo bastante animado para os desafios que estão por vir. Agradeço à Carlin pela atenção, carinho e todo o trabalho que desenvolvemos juntos. Certamente este ano ficará marcado em minha carreira”, concluiu o representante da YOUSE | Banco BMG | MRV | CCR | CEMIG | GASMIG | Usiminas | Americanet | Lubrax.

http://www.sergiosettecamara.com
Instagram: @sergiosettecamara
Twitter: @sergiosettecama
Facebook: /Sergiosettecamaraofficial

Informações para a imprensa:
Quick Comunicação e Marketing
Flávio Quick – Tel: (31) 99955-1420 – quickcomunicacao@gmail.com

26 de Novembro - Segunda-feira - 19:15

Mundial de Kart Rotax

Mais de 360 pilotos de 55 países buscarão o último título internacional da temporada

 

Pela primeira vez em sua história a América Latina recebe o Rotax Max Challange Grand Finals. Conhecido no Brasil como Campeonato Mundial de Kart Rotax a competição terá vez de hoje (26) ao próximo sábado (01/dez) no Kartódromo Paladino Internacional em Conde, na região metropolitana de João Pessoa - Paraíba.

Dedicada exclusivamente à participação de pilotos convidados, que se classificaram ao longo do ano em competições em seus países de origem, o evento é composto pelas categorias Micro, Mini, Júnior, Senior, DD2 e DD2 Master. Em uma analogia às categorias do kartismo brasileiro seriam Cadete, Júnior Menor, Júnior, Graduado, KZ e KZ Sênior.

Por se tratar de uma competição dedicada apenas para pilotos convidados, todos os competidores recebem da organização um kit de participação completo composto pelos chassis que irão competir, motor e os pneus para treinos e corridas. Todos os motores são fornecidos pela Rotax e, os chassis, conforme a categoria, podem ser Sodi (França), Praga (República Checa) ou Birel Art (Itália).

No Brasil três competições ao longo do ano classificaram competidores para o evento internacional. Foram eles a Copa São Paulo Granja Viana, o Brasileiro de Kart Rotax e o Campeonato Sul-Americano Rotax. Do total de 360 pilotos representam o Brasil os pilotos Adilson Júnior, Antônio Pizzonia, Arthur Gama, Fabrício Rodriguez Filho, Felipe Barts, Fernando Guzzi, Giuliano Raucci, Guilherme Peixoto, João Pinheiro Filho, Leonardo Reis, Lucas Souza, Michel Aboissa, Murilo Rocha, Nicholas Giaffone, Pedro Barroso, Rafael Reis, Vinícius Kwong e Vinícius Tessaro.

A programação geral do evento teve a pista aberta nesta segunda feira, com três sessões de treinos livres para cada classe. O mesmo cronograma será seguido amanhã. Na quarta-feira, então, os karts tomam novamente a pista para mais um treino livre e, na sequência, as tomadas de tempos. Na quinta e na sexta-feira acontecem as corridas classificatórias e, finalmente, no sábado, as finais.

Fotos: Flávio Quick | Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Novembro - Sexta-feira - 20:39

SKUSA

Pela categoria X30 Senior o piloto de São Paulo se destacou entre as maiores feras do mundo

O Rio-All Suites Hotel e Casino, em Las Vegas, recebeu na última semana a 22ª edição do SKUSA - Supernationals. A maior competição do kartismo mundial reuniu 533 pilotos na icônica cidade norte-americana e revelou novas e antigas estrelas do kartismo mundial.

Competindo em sua segunda prova oficial pela categoria Sênior, que se assemelha à Graduado no Brasil, o paulista Matheus Morgatto (Exprit | A-M Engines) mostrou ao mundo porque ele foi o brasileiro com mais vitórias no exterior em 2018. Com o suporte da equipe A-M Racing e competindo com os chassis Exprit, produzidos pela OTK Kart Group, Matheus foi um dos grandes destaques da competição e passou muito perto da conquista do título.

Com rápida assimilação da pista o jovem de 14 anos mostrou sua grande habilidade ao rapidamente impor um ritmo como o dos principais pilotos do mundo e, com isso, seguiu confiante para a tomada de tempos. Nesta sessão classificatória Morgatto teve seus tempos muito velozes e, por 11 milésimos, ficou com a segunda colocação entre os 87 inscritos na sua categoria. Essa posição lhe deu a pole-position do grupo “B” e a chance de partir na primeira fila de todas as corridas classificatórias.

Nas duas primeiras corridas classificatórias, em que se enfrentaram os grupos BxD e BxC, Matheus esteve muito bem. Em provas muito consistentes o piloto conseguiu se manter sempre entre os cinco primeiros e, ao final, recebeu a bandeirada em terceiro e segundo lugares, respectivamente. Na última classificatória, porém, Morgatto foi atingido em várias situações na corrida e, com quatro voltas completadas, ele foi tirado de vez da pista quebrando o seu kart.

De uma posição em que largaria entre os cinco primeiros na Final, Morgatto seguiu para o último e decisivo dia do SKUSA apenas na 21ª colocação. De cabeça erguida e disposto a realmente se recuperar o piloto da A-M Engines fez uma corrida memorável. Após largar da 11ª fila do grid o jovem brasileiro conquistou nada menos que 17 posições e, ao final, encerrou o Campeonato em um comemorado 4º lugar.

“O SKUSA é um dos campeonatos mais importantes do kartismo internacional e, neste ano, teve uma importância ainda maior para mim, pois estreei na categoria Senior. Obtive os melhores tempos nas classificatórias, porém na última eliminatória, fui jogado para fora da pista e, por isso, na final tive que largar em P21. Fiquei um pouco chateado por largar lá atrás, mas feliz por estar na final em minha primeira corrida pela categoria Senior. Como tenho fé que Deus sabe de todas as coisas, a corrida final foi incrível, larguei em P21, mas terminei em P4, após um ótimo trabalho em conjunto com a minha equipe. Agradeço a todos que me ajudam, torcem e acompanham no dia a dia”, finalizou o brasileiro de 14 anos.

Foto: Flávio Quick

Assessoria de Comunicação do piloto Matheus Morgatto
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Novembro - Sexta-feira - 17:59

SKUSA

Restam poucas unidades à venda dos Chassis KOSMIC usados no SKUSA

Conforme anunciado na última semana a equipe NF Sports está realizando uma mega-promoção dos karts que foram utilizados no 22º SKUSA Supernationals. Em uma ação inédita entre as equipes de kart a NF lançou no mercado o conceito de Black Friday para a venda dos chassis utilizados na competição da última semana.

A procura foi muito grande desde o anúncio da promoção e, dos 16 chassis utilizados em Las Vegas, pouquíssimas unidades sobraram na sede da equipe, em Orlando. Os interessados podem fazer sua compra de qualquer lugar e a equipe faz o envio para todo o território norte-americano através da sede em Orlando, na Flórida.

Os pedidos, bem como forma de entrega, poderão ser solicitados pelo e-mail bfusaro@nfsportsusa.com. Garanta já o seu novo equipamento e faça como grandes feras como o ex-piloto de F1 Rubens Barrichello, seus dois filhos, e os demais 13 pilotos da NF Sports que competiram no 22º SKUSA.

Foto: Flávio Quick | Alessandro Xavier competiu com a equipe NF Sports

Assessoria de Comunicação da NF Sports
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Novembro - Sexta-feira - 17:13

Taça Minas Gerais de Kart

Pista de Vespasiano recebeu cerca de 50 pilotos na penúltima prova da temporada

 

Faltando um mês para o fim do ano os motores seguem roncando alto em Minas Gerais. No último sábado, dia 17, o Kartódromo RBC Racing, na grande BH, recebeu as provas da terceira e quarta etapas da Taça Minas de Kart 2018.

Com 46 pilotos inscritos a competição deu continuidade ao calendário aberto na primeira semana de setembro e que esteve em suspenso no mês passado, em virtude da realização da Copa Brasil de Kart, nesta mesma pista.

A programação foi aberta com as atividades das categorias Mirim e Cadete, que competiram em grid agrupado. Mostrando seu grande talento o jovem Yuri Morelli, da categoria Mirim, conseguiu a pole-position geral e partiu à frente do pelotão de 13 garotos. Nas corridas, porém, Lucas Moura mostrou o grande aprendizado que acumulou durante o ano e venceu as duas corridas que foram extremamente disputadas trazendo com ele Luca Neuenschwander em segundo e Gustavo de Lucca, em terceiro. Pela Mirim, Morelli foi unânime tendo ao seu lado, em segundo lugar no pódio, Enzo Azevedo e, em terceiro, Oliver Gonçalves.

As categorias que utilizam motores 125cc competiram juntas formando um grid de oito pilotos que tiveram na pole-position o experiente piloto Clemente Faria Júnior. Nas corridas, mesmo pressionado, ele conseguiu esperar os melhores momentos para vencer as duas provas e conquistar a pontuação máxima da rodada, uma vez que também fez as duas voltas mais rápidas. Na categoria Sênior estiveram ao seu lado Fernando Buzollo, em segundo e Thiago Ribeiro, no terceiro lugar. Pela Júnior Lucas Staico venceu as duas corridas com Ayrton Gil ocupando o terceiro lugar.

As categorias F4 Júnior, Graduado e Sênior também competiram juntas. A divisão Júnior, criada nesta temporada, tem mostrado a sua força e corrida à corrida tem aumentado o seu número de participantes. Nesta rodada seis pilotos estiveram inscritos nesta classe, dois na graduado e quatro na Sênior. Quim Marques, com 48s111, foi o mais veloz do grid combinado e partiu da primeira posição. Nas corridas, dentre os pilotos Júnior, João Vitor Ladeira foi o primeiro colocado com Quim Marques em segundo e Davi Santos, em terceiro. Já na Graduado André Novaes foi o nome do dia seguido por Diego Pereira. Dentre os pilotos da Sênior a primeira posição ficou com Roberto Cló seguido por Wesley Bambirra e Thiago Escobar.

Encerrando o sábado de competição os competidores do Mineiro de Super Kart tomaram à pista. O forte grid marcado pela participação de 13 competidores foi marcado pela expressiva vitória de Cacau Nunes que completou as 33 voltas da prova com um tempo de 30m28s622. A segunda posição, com uma diferença de 10 segundos, ficou com Marcelo da Silva e, na terceira posição, chegou Marco Túlio Sant’Anna.

A Taça Minas Gerais de Kart entra em recesso agora e retoma o seu calendário no dia 15 de dezembro quando será disputada a última rodada e, consequentemente, conhecidos os campeões da temporada 2018.

Fotos: Fernando Dilly | Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da RBC Motorsport
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick