Recuperar Senha
Fechar
Entrar
Automobiminas
Quick Comunicação
02 de Agosto - Segunda-feira - 15:18

O Rio de Janeiro pode voltar a sediar provas do Mundial de Fórmula 1, segundo o presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro. A pretensão de Djalma Neves foi alimentada pelas declarações de Bernie Ecclestone à imprensa brasileira, durante o GP da Hungria, no último fim de semana. Segundo o diretor-executivo da Formula One Management, as equipes da categoria reclamam com frequencia sobre correr no "pior circuito do campeonato". Ao afirmar  que "o futuro da F-1 no Brasil depende de melhoras importantes em Interlagos", Ecclestone desejou que o país que vai receber a Copa do Mundo de Futebol, em 2014, e as Olimpíadas de 2016 também invista no esporte que tem o Brasil no seu calendário deste os anos 1970.

Djalma Neves acredita que a entrevista de Ecclestone pode agilizar a construção do novo autódromo do Rio de Janeiro, no bairro de Deodoro. "A Copa e as Olimpíadas vão provocar a ampliação da rede hoteleira da cidade. Mas como ficará a ocupação dos hotéis quando terminarem estes eventos que duram cerca de 1 mês? O Rio precisa de grandes eventos todos os anos, e a F-1, sem dúvida, está entre os maiores", argumenta o presidente da FAERJ.

Representando a entidade que dirige o automobilismo no estado, Djalma Neves participou, em maio, de uma reunião com o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Cleyton Pinteiro, e representantes da prefeitura e do Ministério do Esporte, para tratar da construção do autódromo na zona Norte.  Além do novo circuito, o espaço também abrigaria quadras, ginásio e um kartódromo. "Nos kartódromos são forjados os pilotos que, um dia, chegarão à F-1. Esta obra também será de grande valia para o futuro do esporte brasileiro", afirma Djalma Neves.

Segundo os representantes das entidades presentes à reunião, o novo autódromo carioca seria construído até 2012, dois anos antes do término do contrato da F-1 com a prefeitura de São Paulo. "Haveria tempo para comprovar que teremos uma pista em condições de receber a principal competição do automobilismo mundial", imagina Djalma Neves. O presidente da FAERJ também recordou que o Rio de Janeiro foi palco de 10 GPs de F-1, em 1978 e de 1981 a 1989. "A pista de Jacarepaguá sempre esteve entre as melhores do mundo. Pena ela ter sido utilizada para outros fins. Devemos todos nos unir para que o Rio volte a ter um autódromo de acordo com sua importância no cenário internacional", concluiu Djalma Neves.

Texto: Exclusive Comunicação - Jorge Velloso

02 de Agosto - Segunda-feira - 12:33

Veio o domingo e com ele o sol voltou ao céu da região metropolitana gaúcha. Kid amanheceu animado e com o espírito de buscar a sua primeira vitória da rodada. Após uma largada impressionante o piloto da equipe Cesário Fórmula precisou de apenas uma volta para chegar à liderança da categoria “B” e mais uma vez se infiltrar entre os concorrentes da “A”. Com quatro voltas completadas, porém, Kid tentou a ultrapassagem sobre Lu Boesel e, quando já tinha mais de meio carro de vantagem Lu tentou voltar e acabou tocando seu carro contra o de Kid. O piloto mineiro continuou na pista, mas, Lu rodou e teve de abandonar a prova. Com uma análise muito contestada depois da corrida por Kid os comissários da prova decidiram impor ao piloto uma penalização de passagem lenta pelos boxes. Assim, Kid que já abrira um pouco em relação aos concorrentes teve de cumprir a punição e voltou à pista na terceira posição. Bem mais rápido que os outros dois pilotos à sua frente ele ainda tentou uma aproximação e diminuiu a diferença de quase 25 segundos para dez, porém, insuficientes ainda para ele lutar nem que fosse pelo segundo posto. Deste modo ele recebeu a bandeirada na terceira posição. Duarte Ferreira, de Angola, venceu novamente e Francisco Diaz, da Colombia, foi o terceiro colocado.

“Este final de semana realmente foi muito difícil. Tive problemas para acertar o carro, duas corridas muito complicadas na chuva e, para piorar, fui penalizado na corrida em que certamente eu venceria. Fica o aprendizado e o sentimento de que realmente fui prejudicado por algo que eu não fiz na terceira corrida. O que aconteceu no caso com o Lu Boesel foi situação de corrida e de forma alguma eu poderia ter sido penalizado como aconteceu. A organização do Sul-Americano de F-3 precisa urgentemente padronizar seus procedimentos e destacar profissionais experientes e capazes para conduzirem estas competições. Todos aqui estamos aprendendo, mas, no meu caso, por exemplo, tenho quase 10 anos de experiência no kart e sei muito bem diferenciar cada detalhe de uma prova. Ninguém conseguirá me provar que um piloto que na placa dos 100 metros está lado a lado com o concorrente, na parte interna da curva, não teria a preferência para fazer o contorno na frente”, encerrou indignado o piloto de 16 anos.

Crédito da Foto: Flávio Quick - Divulgação

01 de Agosto - Domingo - 00:03

O kart brasileiro vivenciou nesta semana, entre os dias 27 e 31 de julho, a segunda fase do Campeonato Brasileiro de Kart. No Kartódromo Arena Sapiens, em Florianópolis – SC, seis categorias buscaram o principal título do kartismo no país. A empresa mineira RBC Preparações de Motores, a maior do país no segmento, conquistou o título em duas das quatro classes em que disputou.

Na pista catarinense a RBC equipou karts de pilotos das classes Sênior “B”, Sênior “A”, Super Sênior e Graduados. Com seriedade e profissionalismo a RBC esteve na pista desde os primeiros treinos livres desenvolvendo com as equipes o acerto ideal para cada piloto e para cada equipamento escolhido pelas equipes.

Com motores muito rápidos desde os primeiros treinos os pilotos que tinham propulsores da RBC logo se destacaram nos treinos livres e surgiram como os mais rápidos em suas categorias. Fosse em uma das categorias Sênior ou na Graduados, que teve 42 competidores, quem tinha motor da RBC estava sempre em destaque.

Com 25 anos de experiência no kartismo nacional os profissionais da RBC procuraram orientar a cada equipe com relação às estratégias e ações para poupar o equipamento e arriscar nos momentos corretos.

Após duas classificatórias e a corrida Pré-Final vários pilotos com motores da RBC tinham chances de brigar pelo título. Em corridas muito disputadas e com vários pilotos com chances de ser campeão os motores preparados pela RBC mostraram realmente serem os mais velozes nas corridas finais.

O primeiro título veio na classe Sênior “A”, com Leonardo Nienkotter, mas, a redenção veio exatamente na principal classe do kartismo, a Graduados. Nada menos que as três primeiras posições da categoria Top nacional ficaram com pilotos equipados com motores da RBC. Victor Franzoni (Campeão), Guilherme Silva (vice) e Ruben Carrapatoso (Terceiro colocado) mostraram mais uma vez que a dedicação e o sério trabalho desenvolvido pela equipe de Rafael Cançado permanecem como marcos da modalidade no país e levaram mais uma vez o nome da empresa para as melhores estatísticas do esporte.

“A cada ano que passa temos que nos evoluir, modernizar e aprender com os acontecimentos. Desde os motores Riomar V12, passando pelos V4, os Parilla, Ital System e tantos outros buscamos sempre extrair a maior potência e confiabilidade dos equipamentos. O kartismo está vivendo um momento de mudança e, os motores refrigerados à água foram para nós um novo desafio. Aprendemos a desenvolver também este tipo de equipamento e, mais do que isso, trabalhamos em cima desta pista especificamente. O resultado que alcançamos hoje foi fruto de um trabalho iniciado antes mesmo da corrida do Sul-Brasileiro aqui em Floripa e que contou com vários detalhes para chegar aos motores perfeitos para a pista. Mais uma vez mostramos para a comunidade do kartismo que a RBC separa bem seus departamentos de motores sorteados e preparados e continuamos competitivos para qualquer campeonato que seja. Agradecemos a todos que competiram conosco e acreditaram no trabalho da RBC em mais este Campeonato Brasileiro. Que venha a Copa Brasil!”, encerrou entre sorrisos Rafael Cançado.

Foto: Victor Franzoni foi o campeão da Graduados - Crédito: Nei Tessari

31 de Julho - Sábado - 19:05

Terminou na tarde deste sábado, dia 31 de julho, a edição 45 do Campeonato Brasileiro de Kart. Mais de 300 pilotos em 12 categorias buscaram o título mais importante do kartismo nacional que, como de costume, teve suas classes separadas em duas fases.

Nesta semana estiveram no Kartódromo Arena Sapiens, em Florianópolis - SC, as classes dos pilotos mais experientes onde as atenções estavam principalmente voltados para a Gradudos, mais veloz categoria do kartismo nacional que reuniu 42 pilotos na busca pela vitória.

Dentre vários nomes de reconhecimento nacional e até mesmo internacional estava o do mineiro Guilherme Silva (Kart Mini/RBC). Com apenas 16 anos e somente tendo disputando provas de kart ele competiu contra pilotos com experiência até mesmo de F-1, caso de Nelsinho Piquet, GP2, Sérgio Jimenez e tantos outros com grande história nas pistas pelo mundo.

Silva, que nas duas últimas temporadas se dedicou às disputas do kartismo europeu já começou a semana muito bem nos treinos livres. Das cinco sessões de testes que participou ele esteve sempre entre os dez mais rápidos do circuito e, no quarto treino, realizado na tarde de quarta-feira, bateu o recorde extra-oficial do Arena Sapiens com o tempo de 50s176, marca esta que não foi superada em nenhum momento da competição.

Na tomada de tempos, porém, ele não conseguiu o mesmo desempenho e registrou apenas o 14º tempo. Disposto a terminar as classificatórias entre os cinco primeiros e partir com boas chances para a final Silva partiu para os confrontos no grupo A. Na primeira disputa, AxB, o mineiro foi envolvido em um acidente nas primeiras voltas e, mesmo tendo voltado para a pista, terminou apenas no 20º lugar. Na segunda classificatória, porém, Silva conseguiu fazer uma excelente recuperação e com ultrapassagens bastante arrojadas finalizou a disputa AxC no sexto lugar. Com 26 pontos ele conseguiu garantir seu lugar na corrida pré-final na 18ª posição.

Neste sábado, então, foi chegada a hora da definição do Brasileiro. A pré-final foi disputada no meio da manhã. Após uma boa largada Silva partiu para a recuperação. Com um equipamento muito rápido e bem ajustado o piloto foi ganhando posições, porém, tratando também de não desgastar demais os pneus. Com a volta mais rápida da prova, registrada com o tempo de 50.868 ele finalizou na quinta posição e, com isto, voltou à disputa direta pelo título.

A última e decisiva corrida do Brasileiro foi emocionante. Guilherme largou "por dentro" e logo partiu para cima dos lideres. Com karts que apresentavam rendimentos próximos Silva teve muito trabalho para chegar ao terceiro lugar e, a cinco voltas para o fim, conseguiu chegar ao segundo lugar. Neste momento, o lider Victor Franzoni estava a cerca de dois segundos a frente do mineiro. Guilherme até tentou uma aproximação, mas, como o lider também tinha em seu kart um motor preparado pela RBC, o piloto da Kart Mini não conseguiu se aproximar e, desta forma, recebeu a bandeirada na segunda posição, garantindo assim o Vice-Campeoanto da categoria.

"Estou muito feliz por ter terminado com o vice-campeonato. O nosso kart estava muito rápido, mas, depois dos treinos livres quarta-feira, a equipe fez algumas mudanças que acabaram não dando muito certo. Conseguimos voltar ao "setup" ideal apenas para a segunda classificatória. Daí por diante eu consegui ser rápido e buscar as posições na pista. Na final, infelizmente, quando eu cheguei ao segundo lugar já não tinha tempo suficiente para buscar o Franzoni, que aliás, merece os parabéns pela conquista. Quero agradecer muito o empenho de toda a equipe e do pessoal da RBC que me forneceu motores realmente rápidos", comemorou o piloto.

Com a conquista Guilherme recebeu como prêmio um bônus com 50% de desconto para disputar a temporada 2011 da Fórmula Future Fiat, competição promovida pela família de Felipe Massa. "O prêmio realmente é muito bom. Ainda não tenho definidos os rumos da minha carreira para o próximo ano, mas, com certeza a F-Future é uma das possibilidades. Este incentivo certamente pesará em minha decisão", encerrou.

Foto: Mário Ferreira - divulgação

31 de Julho - Sábado - 17:42

O piloto mineiro Fernando Kid (Construtora Modelo/GK Industrial/Cesário Fórmula) disputou neste sábado, 31 de julho, a 10ª e a 11ª etapas do Campeonato Sul-Americano de F-3, provas realizadas no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita, região metropolitana gaúcha.

Nos treinos livres, realizados ontem, o piloto não conseguiu um bom acerto para o seu Dallara F-301, da categoria "B" e, com isso, conseguiu apenas o quarto lugar no grid de largada para a primeira corrida deste sábado.

Hoje, porém, a história mudou completamente. A condição climática  teve participação determinante nesta rodada da F-3, pois, desde a noite de ontem na para de chover na região de Porto Alegre. Assim, com a pista molhada e pneus de chuva, os pilotos da categoria mais veloz do continente tiveram muito trabalho para conseguirem se manter na pista nas duas baterias de hoje.

A primeira corrida foi disputada no final da manhã. A largda da prova aconteceu com o pelotão seguindo o carro de segurança e, após três voltas, a corrida começou para valer. Kid, de maneira arrojada, logo partiu para cima de seus concorrentes e, com três voltas, já era o lider de sua classe. Vários carros das duas categorias rodaram na pista que, apesar de contar com boa drenagem, não conseguia deixar uma boa condição para as disputas. Kid foi um dos que rodou, mas, conseguiu voltar à pista e encerrou a corrida na segunda posição. Duarte Ferreira, seu companheiro de equipe, venceu.

No meio da tarde a segunda corrida viu Kid largar mais à frente, mas, novamente com o piso molhado, as rodadas e toques foram inevitáveis. Kid e Duarte Ferreira duelaram bastante pela primeira posição e, findos os 35 minutos da prova que, assim como a primeira teve a interveção do carro de segurança, Duarte venceu e Kid ficou com o segundo lugar.

Neste domingo acontecerá a terceira prova da rodada e as disputas serão transmitidas AO VIVO pela RedeTV!, à partir das 13:05h.
 

30 de Julho - Sexta-feira - 19:36



Nesta sexta-feira os carros da F-3 Sulamericana entraram na pista do Velopark, em Nova Snat Rita - RS, pela primeira vez em sua história. Hoje os pilotos tiveram duas sessões de treinos livres e, ao final da tarde, a tomada de tempos.

Lider da classe "B" o mineiro Fernando Resende não conseguiu encontrar um bom acerto para seu carro. "Estamos trabalhando desde o primeiro momento no acerto do carro, mas, infelizmente ainda não encontramos o caminho certo. Nas curvas de baixa, principalmente, o carro "empurra" e, com isso, perde potência na saída. Confio no trabalho do time e tenho certeza que terei um bom carro para amanhã", comentou o mineiro.

Amanhã a primeira corrida será às 11:30 e, a segunda, as 15:30. Ambas com transmissão AO VIVO pela www.racetv.com.br.

Confira os tempos da tomada de tempos desta tarde:

1 – 27 Pietro Fantin (Hitech Racing) – 52s.070m. a 156,389km/h
2 – 1 Bruno Andrade (Cesario Formula) – 52.333
3 – 15 YAnn Cunha (Bassan Motorsport) – 52.574
4 – 9 Leonardo de Souza (Kemba Racing) – 53.172
5 – 11 Lu Boesel (Dragao Motorsport) – 53.183
6 – 8 Nilton Molina (Propcar Racing) – 53.641
7 – 33 Duarte Ferreira (Cesario Formula Light) – 54.180
8 – 32 Ronaldo Freitas (Cesario Formula Jr.) – 54.596
9 – 47 Francisco Diaz (Dragao Motorsport Light) – 54.698
10 – 31 Fernando Rezende KID (Cesario Formula Jr.) – 54.949
11 – 29 Mateus Laba (Dragao Motorsport) – 54.514
ST -  12 – 56 Jean Spolaor – Capital Motorsport Light

30 de Julho - Sexta-feira - 18:41

Começo de temporada é sempre momento de ansiedade redobrada, expectativa, frio na barriga. Depois de uma espera maior do que a prevista, pilotos e navegadores finalmente ganham a chance de acelerar, na primeira etapa do Mineiro de Rali de Velocidade, em Rio Acima. Uma ocasião especial para a equipe que vem dominando a competição nos últimos anos e defende o título. Líder do Paulista, com a dupla Vander Ide/Seiji Okuda, o Marinelli Team inicia a difícil missão de confirmar sua hegemonia nas estradas de terra mineiras. Para isso, conta com quatro Palio 16V, inscritos na categoria N2 (carros até 1.600cc, 4x2, preparação limitada).

O destaque, obviamente, vai para Fábio Sacioto e Arthur Carrão, atuais campeões e dispostos a manter a supremacia. O segredo da dupla, além de um carro muito bem preparado e pronto para encarar as tradicionais estradas de terra de Rio Acima, é o perfeito entrosamento entre piloto e navegador, testado nas mais diversas condições. Uma das revelações do campeonato passado, que marcou sua estreia na modalidade, Roberta Marinelli terá a seu lado o experiente Fábio Abreu, repetindo a parceria que valeu um lugar no pódio na primeira etapa do Paulista, em Bragança. O Palio da piloto, que chegou a disputar posições com Nelsinho Piquet nos tempos do kart, é o único que deixa de lado a decoração com as cores da Itália e tem faixas cor de rosa.

O jornalista Rodrigo Gini prossegue seu aprendizado e tem, como principal objetivo, completar a prova, para ganhar maior experiência neste tipo de competição. A seu lado, Marcelo Leitão, um navegador experiente que brilhou também como piloto – conquistou os títulos da cross-country em 2006 e 2007, além de, sentado no banco da direita, ser decisivo no título de 2004 de Fabiano Altomar. Um dupla que já esteve lado a lado, mas nos bancos da faculdade. "Uma vez recebi um telefonema sobre um evento fora de estrada em Barbacena e me surpreendi quando a pessoa se identificou. Era muita coincidência. Agora, depois de muito tempo, vamos andar juntos e espero aproveitar toda a experiência do Marcelo para fazer bonito".

Com Juliano Sacioto, quarto colocado em 2009, impedido de participar por questões profissionais, o quarteto do Marinelli Team será completado pelos paulistas Ernesto Faria e Fabiano Rennó, que voltaram a acelerar em Minas depois da experiência no Rali de Nova Lima do ano passado. A dupla chega motivada pelos bons resultados no Paulista - venceu a segunda etapa, em Pedra Bela.

A programação do rali se concentrará na Praça da Samsa, onde será montado o parque de apoio e disputada a superprime final (prova cronometrada em circuito fechado, para facilitar o acompanhamento pelo público). Uma das novidades é o fato de que será usado apenas um trecho, com 15,3km de extensão, com duas passagens em cada sentido. Para evitar problemas, o levantamento será limitado a duas passadas em cada direção, com horários especificados em adendo, o que garante a segurança dos competidores. A largada do primeiro carro está prevista para as 8h30 de domingo e o encerramento da prova marcado para 15h.

Foto: Rodrigo Gini/divulgação

MARINELLI TEAM

Apoio: Sila | Master Lubrificantes | Plascar

29 de Julho - Quinta-feira - 16:49

Foi lançado na manhã desta quinta-feira, dia 29 de julho, o AUTOMOBIMINAS (www.automobiminas.com.br).  Nascido de uma parceria entre o departamento de esportes online do Jornal O Tempo, a Quick Comunicação e a FMA o blog trará aos amantes dos esportes de quatro rodas todas as notícias e novidades das competições em Minas Gerais e, mais do que isso, dos pilotos mineiros em atividade em outros estados ou países.

A manutenção de conteúdo estará ao cargo dos jornalistas Flávio Quick e Fabíola Cadar. Ambos com larga experiência na cobertura de eventos automobilísticos eles terão como desafio a manutenção diária de notícias com informações precisas, rapidez e, principalmente, escritas e gerenciadas por quem conhece bastante do assunto.

Na pauta do AUTOMOBIMINAS estarão todas as modalidades como F-1, GP2, GP3, F-3, Rally, Marcas, Arrancada, F-Truck e Kart. Flávio e Fabíola, em entrevista na manhã de hoje, disseram que o principal objetivo será o de realmente promover o automobilismo mineiro, mas, sem deixar de informar sobre as importantes competições no resto do país e do mundo.

Para que o sucesso do AUTOMOBIMINAS seja possível eles pretendem contar com a ajuda dos diversos colegas que trabalham neste mercado para mandarem informações e press-releases das atividades de seus assessorados. Fora isso, em eventos especiais, eles pretendem fazer a cobertura local.

Parte integrante do mundo virtual o AUTOMOBIMINAS já entra no ar conectado às mais importantes redes sociais. Através do Facebook, Orkut, Flickr e Twitter (@quick_com) os internautas também poderão acompanhar as atividades do blog.

Os interessados em participar deste novo projeto de comunicação poderão encaminhar press-releases e sugestões de pauta para os endereços: quick@quickcomunicacao.com.br e fabiola@quickcomunicacao.com.br.

F-3 Sul-Americana será o primeiro desafio

Dando início à cobertura dos grandes eventos o AUTOMOBIMINAS estará neste final de semana acompanhando as atividades do belorizontino Fernando Kid, na Sul-Americano de F-3.

No Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul, Flávio Quick irá acompanhar a quarta rodada da competição internacional e publicará todas as informações em tempo real.

Na Grande BH Fabíola estará acompanhando o Marcas e Pilotos Minas Gerais, que será disputado neste domingo, dia primeiro, no Mega Space e a primeira etapa do Mineiro de Rally, que terá vez nas estradas de Rio Acima, região metropolitana.

Além deste eventos o AUTOMOBIMINAS acompanhará de forma remota a participação dos pilotos mineiro no Campeonato Brasileiro de Kart que está acontecendo no Kartódromo Arena Sapiens, em Florianópolis – SC.

29 de Julho - Quinta-feira - 14:30

Caros amigos da velocidade,

 

A partir de hoje a Federação Mineira de Automobilismo apóia um novo canal de comunicação com todos aqueles que acompanham o esporte-motor em Minas Gerais. Com quase 50 anos de exitência vamos através deste espaço divulgar as notícias do esporte em todo o estado. Tanto aqui quanto no nosso portal, disponível através do endereço: www.fma.com.br, iremos ajudar a todos os envolvidos e entusiastas a aumentar ainda mais a representatividade do nosso estado.

Aqui apresentaremos as notícias das equipes, pilotos, competições e assuntos relacionados ao mundo das quatro rodas. O segundo semestre está recheado de provas de rally, kart, fora de estrada, velocidade e muito mais. Toda semana novas informações sobre o calendário de eventos do Estado e comentários sobre o desempenho dos competidores mineiros.

Apesar do esporte ainda carecer de um um autódromo propício às categorias de maior velocidade, estamos certos de que dentro em breve a pista do Mega Space, em Santa Luzia, terá condições de receber grandes provas nacionais. Este ano inauguramos uma pista de kart com padrões internacionais que recebeu em março uma competição nacional o – Grande Prêmio Brasil de kart. Na ocasião, mais de 100 equipes participaram do evento que, devido ao sucesso, entrará para nosso calendário anual. Atualmente contamos com nove pistas de kart em todo o estado e o número de praticantes tende a crescer.

Minas é um grande celeiro de grandes pilotos e prova disto é que mesmo sem um autódromo exportamos grandes talentos para várias modalidades. Hoje alguns de nossos mineiros disputam grandes competições por todo o país e também no exterior. Além dos já consagrados Cristiano da Matta, Rafa Mattos, Bruno Junqueira entre outros, uma nova geração está despontando e mostrando a tradição mineira no esporte. Juntos, vamos torcer para que eles tragam grandes conquistas ao nosso Estado e elevem o nome de Minas ao topo dos pódios.

Agradecemos à equipe de esportes do Jornal O Tempo pela iniciativa, pois esta parceria reforça a presença e a importância da entidade na gestão do esporte e levando as notícias do esporte ao público mineiro.

Não deixem de conferir aqui o conteúdo que preparamos para vocês!

Grande Abraço

Pedro Sereno de Mattos

Presidente da Federação Mineira de Automobilismo

28 de Julho - Quarta-feira - 20:00


Após o sucesso do “Esquentando os Motores”, iniciamos com todo gás os preparativos para a 1ª Etapa do Campeonato Mineiro de Rallye de Velocidade, que será realizado nos dias 31/07 e 01/08 de 2010, no Município de Rio Acima/MG.

A prefeitura de Rio Acima recebeu o Rallye Clube Minas Gerais de braços abertos, e vem prestando apoio total ao nosso campeonato. Com trechos inéditos, nossos competidores, colaboradores e público se extasiarão com a mais nova prova do Calendário de 2010. Entre curvas emocionantes, retas de alta velocidade e outras surpresas, em Rio Acima seremos contemplados com uma belíssima cachoeira ao lado do parque de apoio que também será plano de fundo da Super Prime, mais uma razão para a I Etapa de Rio Acima ser imperdível, e com certeza, uma prova inesquecível.


Taxa de inscrição para competidores R$500,00 (seiscentos reais).


Em caso de dúvidas, favor entrar em contato através do e-mail contato@rallyeclube.com.br.