Recuperar Senha
Fechar
Entrar
Automobiminas
Quick Comunicação
24 de Janeiro - Quinta-feira - 13:22

Sul-Brasileiro de Kart

Competição será aberta em abril, no Velopark, como Open do Sul-Americano

Na manhã desta quinta-feira, dia 24, a Comissão Nacional de Kart divulgou as datas do Campeonato Sul-Brasileiro de Kart. A competição, que em 2019 terá a sua 22ª edição, chega com formato renovado voltando ao que foi realizado em suas primeiras temporadas.

O 22º Campeonato Sul-Brasileiro e Kart será realizado em três etapas sendo a primeira delas no Rio Grande do Sul, em abril; a segunda em Santa Catarina, em junho e, a terceira e última no Paraná, no fim de agosto.

A organização do Campeonato seguirá sob a responsabilidade das três federações estaduais e, a supervisão geral será da Comissão Nacional de Kart. Cabe ressaltar que o evento de abertura será disputado no Kartódromo Velopark, na região metropolitana de Porto Alegre, e será considerado como um Open para o Campeonato Sul-Americano de Kart.

O regulamento completo da competição, bem como os horários e demais detalhes serão divulgados nos próximos dias no site da CBA acessível pelo endereço www.cba.org.br.

Confira o calendário abaixo:

Campeonato Sul-Brasileiro de Kart 2019

1ª Etapa - Rio Grande do Sul
25 à 27 de Abril
Velopark

2ª Etapa - Santa Catarina
20 à 22 de junho
Local à definir

3ª Etapa – Paraná
29 à 31 de agosto
Local à definir

“Estamos muito satisfeitos e felizes em anunciar o retorno do Campeonato Sul-Brasileiro ao seu formato original de três eventos anuais. A região, levando-se em conta os três estados, é a que reúne o maior número de kartistas no Brasil e, com isso, o potencial para grandes provas durante o ano é enorme. Fora isso, há de ser levado em conta também o grande número de kartódromos com boa infraestrutura que existe na região. Deste modo acreditamos que o 22º Sul-Brasileiro já começa como uma das boas novidades da temporada”, comentou Pedro Sereno, presidente de Comissão Nacional de Kart.

Imagem: Logomarca do Campeonato

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Janeiro - Quarta-feira - 19:05

Escola Brasileira de Kart

Kartódromo de Várzea Grande, na grande Cuiabá, terá primeira turma em fevereiro

Implantada no início de 2017 a Escola Brasileira de Kart – EBK é um dos grandes projetos da atual gestão do presidente Waldner Bernardo na presidência da Confederação Brasileira de Automobilismo. Mesmo diante das dificuldades econômicas em que o país atravessa o plano de expansão das unidades tem seguido à risca o seu cronograma sob a coordenação direta da Comissão Nacional de Kart.

Inicialmente aberta em Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo a EBK expandiu seus horizontes e, no decorrer do ano de 2018, seguiu para a Bahia e Maranhão. Agora, no início de 2019, a Federação de Automobilismo do Mato Grosso acabou de receber a sua unidade. No Kartódromo de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, os novos amantes da velocidade poderão aprender os primeiros passos nessa emocionante carreira no automobilismo.

Assim como em todas as cinco unidades já implantadas a EBK de Mato Grosso recebeu cinco karts novos, material didático para pilotos, material de instrução para monitores e todo o equipamento de segurança para os alunos seguirem sua trajetória nos quatro módulos que compõe o curso.

TREINAMENTO DOS INSTRUTORES FOI UM SUCESSO

Responsável acadêmico pela EBK em todo o Brasil o engenheiro Ricardo Molina, de São Paulo, esteve no último fim de semana na entrega da unidade de Várzea Grande e, como último item da entrega, fez o treinamento presencial com os monitores que ficarão responsáveis pela formação dos novos pilotos.

Rafael Soares, Ivan Ângelo e Alessandro Schuab receberam todas as instruções para a recepção dos novos alunos, bem como, a ordem e sistema de ensino que devem seguir ao lecionarem os quatro módulos de ensino da EBK, ou seja, Primeiro Volante, Volante de Bronze, Volante de Prata e, finalmente, Volante de Ouro.

Mesmo sob o forte calor que têm assolado a região vários exercícios foram realizados com a ajuda de um jovem piloto da região para simular todas as práticas. Ao final do dia Molina deixou o Mato Grosso bastante satisfeito e entusiasmado com o trabalho realizado.

“Participo do Projeto EBK desde que fomos buscar a inspiração lá na França, há três anos. A cada nova unidade nos deparamos com situações muito particulares, porém, que nos permitem manter a mesma didática e, sobretudo, utilizar o mesmo sistema de ensino de todas as unidades. Notei em Várzea Grande a premente necessidade de renovação no esporte visto que, dentre os vários pilotos que vi treinando na pista, a faixa etária era superior aos 40 anos. Procurei passar todo o meu conhecimento ao novos instrutores e, para finalizar, incluí os três em um grupo de discussão que temos de todas as unidades da EBK no Brasil onde trocamos experiências e buscamos aprimorar o nosso sistema de ensino a cada dia”, concluiu Molina.

Fotos: Divulgação | Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Janeiro - Quarta-feira - 17:59

Competições Internacionais

Testes começaram na última semana em Ádria, na Itália

Começou na semana passada a preparação do piloto brasileiro Matheus Morgatto (Tony Kart) para a temporada 2019 do kartismo internacional. Após ter vencido várias provas na categoria Júnior em 2018, quando disputou as provas na Europa e nos Estados Unidos, neste ano o piloto foi promovido para a categoria Senior e irá competir representando as cores da Tony Kart Racing Team.

Sob os cuidados de um dos mais vitoriosos times do kartismo internacional, o piloto de 15 anos terá pela frente uma extensa agenda que será completamente coordenada pela equipe. Os treinos foram realizados no Kartódromo de Ádria e, nesta semana, terão vez no Kartódromo South Garda, em Lonato, no norte da Itália. Mesmo com muito frio os pilotos estão acelerando forte em busca de se prepararem e ajustarem os equipamentos para o ano que será repleto de compromissos.

“Estou extremamente feliz em iniciar o trabalho com a Tony Kart. Todas as pessoas são muito profissionais e me acolherem como se eu já corresse com eles há vários anos. O kart é muito bom de guiar e tenho certeza que poderei conseguir excelentes resultados ao longo do ano”, comentou o piloto.

Confira abaixo a agenda completa de competições de Matheus em 2019:

WSK Super Master Series
01 – 03/fevereiro | Adria (ITA) – 1ª Etapa
22 – 24/fevereiro | Lonato (ITA) – 2ª Etapa
08 – 10/março | La Conca (ITA) – 3ª Etapa
22 – 24/março | Sarno (ITA) – 4ª Etapa

Winter Cup
13 – 17/fevereiro | Lonato (ITA)

WSK Euro Series
29 – 31/março | Sarno (ITA) – 1ª Etapa
26 – 28/abril | Angerville (FRA) – 2ª Etapa
22 – 23/junho | Lonato (ITA) – 3ª Etapa
27 – 30/junho | Adria (ITA) – 4ª Etapa

Campeonato Europeu CIK/FIA
17 – 22/abril | Angerville (FRA) – 1ª Etapa
15 – 19/maio | Genk (BEL) – 2ª Etapa
29/maio – 02/junho | Kristianstad (SUE) – 3ª Etapa
17 – 21/julho | Le Mans (FRA) – 4ª Etapa

Campeonato Mundial CIK/FIA
04 – 08/setembro | Alaharma (FIN)

WSK Open Cup
25 – 27/outubro | Lontao (ITA) – 1ª Etapa
08 – 10/novembro | Castelletto (ITA) – 2ª Etapa

WSK Final Cup
14 – 17/novembro | Adria (ITA)

Macao Grand Prix
06 – 08/dezembro | Macao (CHI)

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto Matheus Morgatto
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Janeiro - Quarta-feira - 16:49

Copa SP Light de Kart

17ª temporada da Copa São Paulo começa dia 02 de fevereiro, em Interlagos

Há exatos 10 dias para o início da temporada 2019 a Copa São Paulo Light de Kart apresenta um atrativo pacote de prêmios que irá beneficiar muito aos competidores desse que é um dos mais tradicionais campeonatos de kart do país.

Categorias MIRIM | CADETE

Os dois pilotos melhores classificados de cada classe após os cinco primeiros eventos do ano receberão da organização do Light a isenção da taxa de inscrição e do aluguel de motores para o 54º Brasileiro de Kart. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da rodada tripla de junho. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos quatro dos cinco eventos.

Categoria JÚNIOR MENOR

Levando-se em conta a pontuação das oito primeiras corridas (baterias) do Campeonato o piloto melhor classificado receberá da organização do Light a vaga para se inscrever no 54º Brasileiro de Kart – Categoria CODASUR Júnior. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da última corrida de maio. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos três dos quatro eventos.

Categoria JÚNIOR

Levando-se em conta a pontuação das oito primeiras corridas (baterias) do Campeonato o piloto melhor classificado receberá da organização do Light a vaga para se inscrever no 54º Brasileiro de Kart – Categoria CODASUR Júnior. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da última corrida de maio. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos três dos quatro eventos.

Categoria SPRINTER

Levando-se em conta a pontuação das oito primeiras corridas (baterias) do Campeonato o piloto melhor classificado receberá da organização do Light a vaga para se inscrever no 54º Brasileiro de Kart – Categoria CODASUR. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da última corrida de maio. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos três dos quatro eventos.

Categoria GRADUADO

Levando-se em conta a pontuação das oito primeiras corridas (baterias) do Campeonato o piloto melhor classificado receberá da organização do Light a vaga para se inscrever no 54º Brasileiro de Kart – Categoria CODASUR. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da última corrida de maio. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos três dos quatro eventos.

Categorias SÊNIOR “A” | SÊNIOR “B” | SUPER SÊNIOR

Levando-se em conta a pontuação do Campeonato após a quinta rodada os pilotos melhores colocados de cada uma das classes receberão da organização do Light os benefícios descritos abaixo. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da rodada tripla de junho. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos quatro dos cinco eventos.

a) Um jogo de pneus MG (Vermelho) por rodada a ser sorteado entre todos os participantes do grid agrupado.

b) Campeão da Sênior "B" e, também, campeão da Super Sênior terão o fornecimento de motor gratuito para o 54º Campeonato Brasileiro de Kart oferecido pela RBC Motorsport.

c) Campeão da Sênior "B" e, também, campeão da Super Sênior terão a isenção da taxa de inscrição em todas as rodadas do segundo semestre da Copa São Paulo Light 2019.

d) Dentre todos os participantes em no mínimo 3 (três) rodadas do primeiro semestre será sorteada a isenção da taxa de aluguel de motor para todas as corridas do segundo semestre sendo uma isenção para a Sênior "A", uma para a Sênior "B" e uma para a Super Sênior.

Categorias F4 GRADUADO | F4 SÊNIOR

Levando-se em conta a pontuação do Campeonato após a quinta rodada do Campeonato os pilotos melhores colocados de cada uma das classes receberão da organização do Light a isenção da taxa do aluguel de motor para o 54º Brasileiro de Kart. Deverá ser observado o critério de descarte do pior resultado e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da rodada tripla de junho. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa e, o piloto campeão, deverá ter participado de pelo menos quatro dos cinco eventos.

Categoria CODASUR JÚNIOR

Levando-se em conta a pontuação do Campeonato após a soma da terceira e quarta rodadas, eventos que abrigarão esta categoria, os dois pilotos melhores classificados receberão da organização do Light as vagas para se inscreverem no 54º Brasileiro de Kart – Categoria CODASUR Júnior. Em caso de empate prevalecerá o resultado da rodada de maio. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa.

Categoria CODASUR

Levando-se em conta a pontuação do Campeonato após a soma da terceira e quarta rodadas, eventos que abrigarão esta categoria, os dois pilotos melhores classificados receberão da organização do Light as vagas para se inscreverem no 54º Brasileiro de Kart – Categoria CODASUR. Em caso de empate prevalecerá o resultado da rodada de maio. Para ter direito ao prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por etapa.

SKUSA SUPERNATIONALS – A cereja do bolo

-> Categorias JÚNIOR MENOR e JÚNIOR <-

Levando-se em conta a pontuação das sete primeiras etapas do Campeonato os pilotos melhores classificados nas categorias Júnior Menor e Júnior receberão da organização do Light o “KIT de kart / motor / equipe” para participação no XXIII SKUSA – Supernationals, a ser disputado em Las Vegas, nos Estados Unidos, entre 20 e 24 de novembro. As rodadas de junho (tripla) e de setembro (dulpa) terão sua pontuação multiplicada por 1,5. Deverá ainda ser observado o critério de descarte da pior rodada e, em caso de empate, prevalecerá o resultado da última corrida de setembro. Nos próximos dias a organização do Light irá divulgar um regulamento específico para este prêmio. Para fazer jus a estes dois prêmios prêmio deverá ser levada em conta a participação mínima de 10 competidores por categoria, por etapa e, os pilotos campeões, deverão ter participado de pelo menos seis dos sete eventos.

“Para a RBC, nossos parceiros comerciais e o Departamento de Kart da FASP é um grande prazer anunciar um pacote de benefícios tão grande que irá prestigiar os pilotos de todas as categorias. Estamos direcionando grande parte dos prêmios para o Campeonato Brasileiro, competição em que a maioria dos pilotos está focada no primeiro semestre. Fora isso, levaremos dois pilotos para correrem o SKUSA, nos Estados Unidos, de graça. Acreditamos que os grids estarão muito movimentados e, com isso, as provas seguirão cada vez mais emocionantes”, comentou Rafael Cançado, diretor da RBC.

Assessoria de Comunicação da RBC Motorsport
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

23 de Janeiro - Quarta-feira - 11:00

IAME X30 CODASUR

Os novos propulsores da IAME estão disponíveis para entrega imediata

 

A maior inovação tecnológica do kartismo das américas nos últimos anos foi a chegada dos novos motores IAME X30 CODASUR. O equipamento, que trouxe um novo conceito em termos de potência, velocidade e durabilidade, teve seu uso iniciado no Brasil em junho de 2018.

Sempre em competições com os motores sorteados pela RBC Motorsport os eventos tiveram grande sucesso e atenderam a mais de 130 competidores no Brasileiro, Copa Brasil, Sul-Americano, Copa SP Light e, também, no Open do Brasileiro e Open da Copa Brasil.

Em todas estas competições os pilotos receberam os motores dos organizadores e, com os equipamentos sorteados, tiveram treinos limitados sempre restringindo a possibilidade de um conhecimento mais profundo dos equipamentos.

Em 2019, da mesma forma que no ano passado, os motores X30 CODASUR serão utilizados exatamente nas mesmas competições e seguirão sendo fornecidos aos pilotos por meio do sistema de sorteio.

Assim, de forma a proporcionar aos pilotos maior experiência e, sobretudo, conhecimento dos motores X30 CODASUR a IAME e seus representantes no Brasil colocaram à disposição um significativo número de unidades para venda. Os propulsores, todos eles novos e na mesma configuração dos que serão sorteados nas provas, estão sendo negociados ao valor de R$ 14.990,00 (quatorze mil novecentos e noventa reais). Os pagamentos poderão ser facilitados em até cinco vezes incluindo, porém, as taxas dos operadores financeiros.

Os pilotos e equipes que quiserem adquirir os seus próprios motores X30 CODASUR já podem fazer os pedidos para pronta entrega. Os estoques estão em Porto Alegre – RS e, também em Belo Horizonte – MG. Para todas as demais localidades do país os equipamentos podem ser despachados. Façam já seus pedidos junto à IAME Brasil, pelo e-mail vendasiame@mgpneus.com.br | Marcelo (51) 3482-1300 ou, ainda, na RBC Motorsport, através do e-mail vendas@rbcpreparacoes.com.br | (31) 3441-6562, com Diego.

Por se tratar de produto importado os representantes garantirão o preço dos motores até 31/07/2019.

Assessoria de Comunicação da IAME S.p.a.
Brasil – Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

22 de Janeiro - Terça-feira - 17:09

Florida Winter Tour

Pilotos da equipe venceram corridas e estiveram no Top10 em todas as categorias

Terminou neste domingo (20) a abertura do Florida Winter Tour 2019. A primeira de três rodadas teve vez na pista construída no entorno do Hard Rock Stadium, em Miami, e contou com a participação de mais de 200 pilotos de várias partes do mundo.

Representada por dez competidores, separados em quatro categorias, a equipe NF Sports mostrou toda a sua força e, com um trabalho sério e muita dedicação levou os seus chassis Kosmic a estarem sempre entre os mais velozes.

Na categoria Mini o italiano Riccardo Ianniello mostrou que a tradição europeia ainda fala muito alto. Acostumado às corridas com muitos pilotos o jovem piloto andou durante todas as atividades entre os mais velozes. Dentre os 28 competidores ele fez a quarta melhor marca na tomada de tempos. Nas classificatórias ele buscou estar sempre no primeiro pelotão, porém, sem se envolver em batidas. Com isso, seguiu para a Pré-Final com a sexta posição no grid, prova em que ele finalizou no quarto lugar. Na Final, em uma prova cerebral, ele teve grande atuação, chegou em segundo, mas, foi penalizado por uma contestável queima de largada e, com isso, ficou no final com o 15º lugar.

Na categoria Júnior os quatro representantes da NF Sports estiveram muito bem, com merecido destaque para Enrico de Lucca. O jovem paulista esteve sempre entre os mais velozes durante toda a semana. Ele foi o segundo na tomada de tempos e, nas classificatórias, com duas vitórias e  um segundo seguiu para a Final na pole-position. Com totais chances de ganhar o piloto fez uma grande prova, mas, foi tirado da pista e, com isso, concluiu a Final no sétimo lugar. Contudo, na classificação do Campeonato, ele é o vice líder e seguirá para a rodada do mês que vem com sede de vitória. Pedro Ferro conclui em 13º, Rodrigo Gutierrez em 21º e José Mugiatti, após ter lesionado as costelas, não disputou a Final.

Assim como na categoria anterior, na Senior ROK a NF Sports esteve na briga direta pela vitória. O paulista Diego Ramos, revelação da temporada 2018 da Sprint Race, voltou ao kartismo em grande forma. Após se destacar nos treinos ele registrou a sexta posição na tomada de tempos e seguiu confiante para as classificatórias. Nestas ocasiões ele chegou as duas primeiras em segundo e, na terceira, a corrente de seu kart se soltou após bater em uma zebra. Como a categoria não teve Pré-Final, em virtude das condições climáticas, Ramos largou de 8º na Final e, após duas belas ultrapassagens, terminou a prova em sexto. Dudu Barrichello também esteve na disputa das primeiras posições, mas, na última classificatória recebeu um toque que o fez perder largar em 14º na Final. Em prova de recuperação ele finalizou em nono. Fefo Barrichello, estreando na categoria, largou em 11º na Final, porém, foi jogado contra as barreiras de proteção da pista e não conseguiu terminar.

Beto Cavaleiro e Luis Eduardo Carvalho apresentaram um bom ritmo nos treinos e na tomada da Shifter Master. Nas corridas, porém, sofreram com inúmeros toques que acabaram por lhes tirar as chances de lutar por posições melhores. Na Final, em boa recuperação, Cavaleiro recuperou oito posições e terminou na 10ª posição. Carvalho, infelizmente, não completou.

“Tivemos uma semana bastante intensa e proveitosa aqui em Miami. Infelizmente os bons resultados dos treinos e corridas classificatórias não se concretizaram em pódios, por diferentes motivos. Porém, mais uma vez comprovamos a velocidade e confiabilidade de nossos karts. Agradecemos aos pilotos, familiares e mecânicos que estiveram conosco durante toda a semana e, mês que vem, esperamos novamente todos por aqui”, comentou André Nicastro, chefe da equipe.

O Florida Winter Tour entra agora em seu primeiro recesso e volta à ativa entre os dias 14 e 17 de fevereiro para a segunda rodada. As disputas terão vez na mesma pista do Hard Rock Stadium e, novamente, a NF Sports estará com toda a sua infraestrutura à disposição dos pilotos.

Foto: Erno Drehmer | Enrico de Luca foi o pole-position na Final da Junior ROK

Assessoria de Comunicação da NF Piquet Sports
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

21 de Janeiro - Segunda-feira - 19:00

Copa SP Light de Kart

Pilotos e equipes já terão benefícios a partir da rodada de abertura

 

No primeiro fim de semana de fevereiro o kartismo estadual de São Paulo volta com força total para mais uma temporada de grandes emoções. No Kartódromo de Interlagos, em São Paulo, a Copa São Paulo Light receberá a luz verde para a sua 17ª temporada.

Após dois anos com corridas exclusivamente no Kartódromo Aldeia da Serra, em 2019 o Light volta para a pista do Kartódromo Ayrton Senna, cujo traçado é o preferido de 10 a cada 10 pilotos.

Como sempre aconteceu os organizadores do Campeonato têm trabalhado de forma incessante para oferecer casa vez mais benefícios e formas de atrair mais pilotos às disputas. Desta forma o Light 2019 terá o Blue Tree Premium - Verbo Divino como o Hotel Oficial para as etapas do São Paulo, ou seja, rodadas de fevereiro, maio, setembro e dezembro.

Os competidores, seus familiares e equipes poderão usufruir de um dos melhores hotéis de São Paulo ao valor promocional de R$ 239,00 + 5% de taxas para o apartamento duplo. Cabe lembrar que esta tarifa é válida para check-inn às quintas-feiras e check-out, até, nos domingos após as etapas.

O Blue Tree Premium - Verbo Divino está localizado a apenas 10 km do Kartódromo e conta com todas as facilidades para que, fora da pista, os pilotos possam realmente se sentir em casa. Quartos amplos e bem decorados, Café da manhã continental, piscina, sala de ginástica e wi-fi grátis são apenas algumas das facilidades que este hotel oferce.

Para ter direito de desfrutar as condições especiais desta parceria as reservas deverão ser feitas EXCLUSIVAMENTE com a NVJ Turismo, através do e-mail nilson@nvj.tur.br ou pelos telefones (11) 98579-7052 ou (19) 3886-5930.

Calendário Oficial do Light 2019:

1ª Etapa: 02/fevereiro (Interlagos)
2ª Etapa: 23/março (Aldeia da Serra)
3ª Etapa: 06/abril (Aldeia da Serra)
4ª Etapa: 04/maio (Interlagos)
5ª Etapa: 15/junho (Aldeia da Serra)
6ª Etapa: 17/agosto (Aldeia da Serra)
7ª Etapa: 14/setembro (Interlagos)
8ª Etapa: 26/outubro (Aldeia da Serra)
9ª Etapa: 16/novembro (Aldeia da Serra)
10ª Etapa: 14/dezembro (Interlagos)

Foto: Quick Comunicação - Divulgação

Assessoria de Comunicação da RBC Motorsport
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

21 de Janeiro - Segunda-feira - 12:50

Brasileiro de Kart

Da sapatilha ao capacete os competidores precisam estar em dia com a sua segurança

Nas competições automobilísticas os pilotos e equipes têm grande esmero para conseguirem um kart rápido e competitivo. Porém, antes de sentarem em seus bancos e acelerarem cada piloto precisa prestar muita atenção ao seu equipamento pessoal e lembrar que antes de entrar na pista ele precisa estar 100% seguro.

Há vários anos a CBA, por meio da Comissão Nacional de Kart, cresce a sua atuação junto ao mercado dos fabricantes de produtos para karts. Chassis, motores, carenagens, carburadores dentre outros itens são homologados pela CBA ou, ainda, tem as suas homologações internacionais validadas para uso no Brasil.

O que alguns pilotos não sabem é que determinados equipamentos pessoais também passam por um rigoroso processo de homologação que consiste em vários testes e diferentes processos até que sejam colocados nas prateleiras das lojas de competição. Fora isso, os produtos que não são homologados como luvas e sapatilhas, também são vistoriados antes das competições com o objetivo de oferecer cada vez mais segurança aos pilotos.

CAPACETES

O Regulamento Nacional de Kart de 2019 traz como uma das novidades a utilização, exclusivamente, de capacetes homologados pela FIA ou pelo Instituto Snell, nos Estados Unidos. Para que estas peças tenham reconhecida a sua qualidade, por meio dos selos de produto homologado, são feitos diferentes testes de impacto e aerodinâmica. As fábricas investem pesado neste aprimoramento. Assim, ao comprar um novo capacete ou ainda, pegar o equipamento de algum amigo, sempre confira a etiqueta de homologação da peça. Na etiqueta podem ser verificados o fabricante e modelo do capacete, nº de série, nº da homologação, tamanho e o prazo de validade. Sim, os capacetes têm prazo de validade e, fora deste período, não podem ser usados em competições oficiais.

MACACÕES

Os macacões para competições de kart também passam por um rigoroso processo de homologação. No Brasil, há vários anos, somente são aceitos nas competições oficiais macacões homologados pela CIK/FIA. Vale ressaltar que os macacões para uso em provas de kart são diferentes daqueles usados em competições em autódromos. Os macacões de competições de carro devem ser confeccionados com tecido Nomex (Anti-chama). Já os de kart devem ser confeccionados com tecido que suporte alto índice de abrasão. Isso acontece porque a possibilidade de um piloto cair do kart durante um acidente e se ralar na pista é realmente previsível. As etiquetas de homologação dos macacões devem ser obrigatoriamente bordadas na parte de trás do pescoço, com as indicações visíveis para quem enxerga as costas do macacão. No bordado podem ser verificados o nome do fabricante e modelo, nº de série, nº da homologação, data de fabricação e data em que será expirada a possibilidade de uso. Outra importante informação é o nível atingido no teste de abrasão que, para as provas oficiais deve ser o “2”.

DEMAIS ITENS DE SEGURANÇA

Nas principais competições de kart do país, além da vistoria dos produtos homologados, os comissários fazem uma análise dos todos itens de segurança dos pilotos. Sapatilhas e luvas devem ser completamente fechadas e não apresentar nenhum tipo de furo.

Nas categorias para crianças são verificadas também as pescoceiras. Neste item cabe ressaltar que a CNK tem orientado cada vez mais o uso do equipamento denominado Leatt-Brace. Este item se assemelha ao Hans Device utilizado nos autódromos e, realmente, oferece uma segurança maior os competidores.

Se qualquer destes itens estiver em desacordo com as orientações da CNK os comissários têm total autonomia para abordarem os pilotos, orientarem a troca imediata e, o não cumprimento, implica no impedimento do competidor entrar na pista.

No novo site da CBA, na sessão de downloads, é possível acessar a lista de macacões e capacetes homologados, bem como, a conferência dos detalhes de cada etiqueta de homologação.

Imagem: Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

16 de Janeiro - Quarta-feira - 18:17

Copa SP Light de Kart

4 provas em Interlagos, 6 na Aldeia da Serra e campeonato paralelo para as categorias CODASUR são algumas das inovações

Pela 17ª temporada consecutiva o Departamento de Kart da FASP, com promoção da RBC Motorsport, irá realizar em 2019 a Copa São Paulo Light de Kart. A competição, que já se tornou uma das mais tradicionais do país, chega renovada para mais um ano de grandes desafios e alta competitividade.

DE VOLTA À INTERLAGOS

A primeira inovação da temporada 2019 será a volta do Campeonato para a pista do Kartódromo de Interlagos, em São Paulo. No traçado que recebe o nome do eterno ídolo Ayrton Senna serão disputadas as rodadas duplas dos meses de fevereiro, maio, setembro e dezembro. Os outros seis eventos serão sediados no tradicional Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, pista que ao longo da história recebeu a maioria das provas do Light.

VAGAS SUBSIDIADAS PARA O BRASILEIRO E COPA BRASIL

Além desta novidade, solicitada por praticamente todas as equipes, o Light 2019 terá um Campeonato à parte para as categorias CODASUR e CODASUR Junior. Estas classes, que competem com os potentes motores IAME de 175cc, irão participar das etapas de abril, junho, agosto e setembro. Os DOIS pilotos que somarem mais pontos em abril e junho ganharão as vagas subsidiadas destas categorias para o Brasileiro de Kart. Aos melhores classificados na soma das rodadas de agosto e setembro serão direcionadas as DUAS vagas subsidiadas destas categorias para a Copa Brasil de Kart.

PRÊMIOS E BENEFÍCIOS

Como sempre acontece a organização do Light pretende oferecer aos pilotos de todas as categorias importantes benefícios que, com isso, poderão atrair cada vez mais competidores para as provas. Alguns acordos estão em fase final de negociação e, nos próximos dias, serão anunciadas todas as vantagens para se competir no Light 2019.

CALENDÁRIO 2019

1ª Etapa: 02/fevereiro (Interlagos)
2ª Etapa: 23/março (Aldeia da Serra)
3ª Etapa: 06/abril (Aldeia da Serra)
4ª Etapa: 04/maio (Interlagos)
5ª Etapa: 15/junho (Aldeia da Serra)
6ª Etapa: 17/agosto (Aldeia da Serra)
7ª Etapa: 14/setembro (Interlagos)
8ª Etapa: 26/outubro (Aldeia da Serra)
9ª Etapa: 16/novembro (Aldeia da Serra)
10ª Etapa: 14/dezembro (Interlagos)

Foto: Jackson de Souza | Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da RBC Motorsport
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick

16 de Janeiro - Quarta-feira - 10:37

KART

Principal novidade é a adoção dos pára-choques “CIK/FIA” para algumas categorias

Nesta terça-feira, dia 15 de janeiro, foi disponibilizado para o público em geral o novo website da Confederação Brasileira de Automobilismo. Acessível pelo já conhecido endereço cba.org.br o portal traz todas as informações importantes sobre o motorsport no país e, como não poderia deixar de ser, o kartismo tem um lugar de grande destaque.

O primeiro documento do kartismo publicado no novo site foi o Regulamento Nacional de Kart 2019. O documento, que há vários anos dita todas as normas e procedimentos relativos à organização e supervisão de provas de kart no país sofre, anualmente, atualizações e melhorias que visam, sobretudo, a modernização dos procedimentos nas competições.

No documento de 2019, em comparação ao de 2018, poucas novidades foram observadas. Porém, o que vem de novo atende em cheio aos anseios da comunidade do kartismo brasileiro.

A primeira mudança diz respeito à categoria Júnior. À partir de 2019 esta classe poderá utilizar, também, os chassis homologados internacionalmente e registrados no Brasil. Assim, além das marcas nacionais, os pilotos desta categoria poderão adquirir junto aos representantes no país os chassis Birel ART, CRG ou Tony Kart.

A segunda mudança, uma das mais solicitadas nos últimos meses, diz respeito aos pára-choques frontais. Seguindo um novo sistema que já está em utilização nas principais provas da Europa e Estados Unidos as categorias a seguir deverão usar, obrigatoriamente, o novo sistema de fixação dos “bicos”. São elas: Júnior, Graduado, Sênior “A”, KZ, KZ Sênior, CODASUR, CODASUR Junior e OK Internacional.

Cabe lembrar que esse novo sistema de fixação dos bicos apresenta dois estágios e, com isso, pelas experiências já vividas no exterior, o número de batidas foi drasticamente reduzido. Nas provas nacionais a CNK já adianta que terá um “Juiz de Fato” com a única atribuição de conferir a fixação dos bicos e informar, em caso de irregularidade, aos Comissários Desportivos.

“As duas principais alterações no RNK 2019 vem de encontro ao processo de internacionalização do nosso kartismo, sistema proposto desde 2017, quando assumimos a CNK e viemos trabalhando neste sentido, desde então. Acredito que com a abertura da categoria Júnior aos chassis importados, bem como, a implementação do novo sistema de fixação dos bicos para algumas categorias demonstram, mais uma vez, o nosso alinhamento com o que de melhor tem sido apresentado no mundo”, comentou Pedro Sereno, presidente da Comissão Nacional de Kart.

Faça o download do RNK 2019 e fique por dentro de tudo. Acesse cba.org.br -> Downloads -> Kart -> RNK 2019.

Fotos: Bruno Gorski | Quick Comunicação

Assessoria de Comunicação da CBA | KART
Quick Comunicação e Marketing
Jornalista Responsável: Flávio Quick