Recuperar Senha
Fechar
Entrar

São Paulo

Celular dentro da cueca salva caminhoneiros sequestrados

Um ajudante de motorista de 19 anos encaminhou, além do pedido de socorro, a localização do cativeiro, que ajudou a polícia a localizar os criminosos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
celular
Os números mostram que na comparação com dezembro houve uma diminuição de 258,7 mil linhas em operação em janeiro
PUBLICADO EM 11/07/18 - 22h11

Uma mensagem de celular, que foi escondido dentro da cueca por uma vítima de sequestro relâmpago, ajudou a polícia a prender quatro adultos e apreender a dois adolescentes, na noite de segunda-feira, em Guarulhos (Grande São Paulo).

Um ajudante de motorista de 19 anos encaminhou, além do pedido de socorro, a localização do cativeiro, no bairro dos Pimentas, onde havia mais quatro vítimas.

Segundo a polícia, um caminhão Iveco foi encontrado abandonado em Osasco (Grande SP) pela Polícia Militar. Verificaram que o veículo era roubado. Localizaram o dono da transportadora do caminhão, que mostrou aos policiais a mensagem que havia acabado de receber, por volta das 19h, do ajudante pedindo socorro.
Seguiram para a avenida Marginal, em Guarulhos, onde funciona um lava-rápido. O portão estava aberto e os policiais entraram. Dentro do local, se depararam com um estudante de 18 anos, que empunhava uma arma de brinquedo. Ele foi preso.

Caminhando pelo lava-rápido, encontraram três vítimas, de 37, 34 e 19 anos, entre elas o ajudante que pediu socorro, em um cômodo, e mais duas pessoas, de 65 e 32 anos, em outro.

Ao lado dos cativeiros, em um corredor, estavam três suspeitos, de 16, 19 e 20 anos, que, ao avistarem os policiais, se renderam.
A PM levou as vítimas e os criminosos para frente do imóvel. Instantes depois, uma perua Kombi acessou a rua. Os dois ocupantes, de 16 e 36 anos, foram abordados e em seguida detidos, pois foram reconhecidos pelas vítimas sequestradas.

Segundo o ajudante, ele e dois amigos de trabalho foram rendidos por volta das 14h pelos bandidos, na rodovia Ayrton Senna. O caminhão deles não transportava nenhuma carga. Três horas depois, duas outras vítimas chegaram ao local.

Os ladrões pretendiam sacar o dinheiro dos reféns.

O que achou deste artigo?
Fechar

São Paulo

Celular dentro da cueca salva caminhoneiros sequestrados
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter