Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Brasil

Garis do Rio de Janeiro decidem pelo fim da greve após oito dias

Prefeitura aceitou a contraproposta dos manifestantes de R$ 1.100 para salário-base

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Rio
Greve começou no dia 1º de março
PUBLICADO EM 08/03/14 - 18h48

Após oito dias de braços cruzados, os garis do Rio de Janeiro optaram, neste sábado (8), pelo fim da greve. A decisão aconteceu após a prefeitura aceitar uma  contraproposta de R$ 1.100 para salário-base.

A audiência A audiência de conciliação entre a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) e o Sindicato dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação do Município do Rio estava marcada para a próxima terça-feira (11), mas foi adiantada.

Durante o encontro, a prefeitura oferece para salário-base R$ 1.050, que não foi aceito pelos manifestantes.

A prefeitura havia oferecido reajuste do salário para R$ 1.050 e aumento do tíquete para R$ 16. O secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Paulo, disse esperar que o aumento de 37% sirva para que o episódio não passe de uma ressaca de Carnaval. "Vamos por uma pá de cal nessa história", disse. Ele prevê que sejam necessários de dois a três dias para normalizar a retirada do lixo na cidade.

Um dos representantes da comissão de greve, Angelo Ricardo Freitas, disse que os garis ficaram satisfeitos. "Estamos todos satisfeitos, pois não queríamos nada além disso, sentar e conversar e poder propor nossa pauta", disse.

A greve começou no dia 1º de março e foi destaque na imprensa internacional, que destacou as toneladas de lixo espalhadas pelo Estado. 

Com informações da Agência Brasil

O que achou deste artigo?
Fechar

ACORDO

Garis do Rio de Janeiro decidem pelo fim da greve após oito dias
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter