Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Só filhos e netos

Ministro apresenta proposta para limitar cidadania italiana a estrangeiros

Há mais de 25 milhões de descendentes italianos residentes no Brasil e cerca de 100 mil processos de reconhecimento de cidadania ao país europeu estão em andamento

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Festa Italiana
A tradicional Festa Italiana chegou a sua 12ª edição em Belo Horizonte neste ano
PUBLICADO EM 11/09/18 - 18h28

O ministro do Interior na Itália, Matteo Salvini, apresentou uma proposta de decreto que visa restringir o direito de estrangeiros na busca pela cidadania italiana. De acordo com o texto, apenas filhos e netos de italianos poderiam ter esse direito. A medida pode afetar milhões de brasileiros que, atualmente, podem solicitar a dupla nacionalidade em qualquer grau de parentesco.

Segundo estimativas, há mais de 25 milhões de descendentes italianos residentes no Brasil, e cerca de 100 mil processos de reconhecimento de cidadania ao país europeu estão em andamento. Como cada processo pode englobar uma família inteira, o número de pessoas que podem ter seus planos de ter uma dupla cidadania italiana interrompidos pode chegar a 500 mil, segundo as contas do conselheiro do Comitê dos Italianos do Exterior em Minas Gerais, Henrique Lazarotti. 

Ele ainda afirmou que, caso a proposta seja aprovada, isso pode gerar um grande transtorno aos descendentes italianos. “Nós ainda vamos nos reunir para tomar as iniciativas. Isso pode criar uma enorme confusão jurídica, pois há milhares de processos judiciais em andamento. Gasta-se muito dinheiro para o reconhecimento de dupla cidadania”, disse.

De acordo com o conselheiro, estão sendo organizadas petições online contra a proposta do ministro italiano Matteo Salvini.

*Sob supervisão de Paula Coura

O que achou deste artigo?
Fechar

Só filhos e netos

Ministro apresenta proposta para limitar cidadania italiana a estrangeiros
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (8)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter