Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Mineração

Vale compra minas da Ferrous e confirma expansão no Estado

Empresa adquire operações da concorrente em Minas por US$ 550 milhões

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Ferrous
A Ferrous está em atividade em Minas desde 2007; controle passa para a Vale em janeiro
PUBLICADO EM 07/12/18 - 03h00

A Vale informou nessa quinta-feira (6) que chegou a um acordo definitivo com a Icahn Enterprises para adquirir a Ferrous Resources Limited, companhia que atualmente possui e opera minas de minério de ferro localizadas em proximidade às operações da Vale em Minas Gerais. O valor da aquisição é de US$ 550 milhões (R$ 2,13 bilhões pela cotação do dólar dessa quinta-feira (6)) e a expectativa é de que a transação seja concluída em 2019, “sujeita a satisfação de várias condições precedentes”, segundo informou a Vale em nota.

A Icahn Enterprises, que tem participação de 77% na Ferrous, comprou uma fatia inicial em 2012 antes de adquirir o controle da mineradora em 2015. A expectativa é que a transação seja fechada em 2019, a depender de aprovações regulatórias no Brasil. O negócio foi fechado nessa quinta-feira (6) durante o Vale Day na Bolsa de Londres, na Inglaterra.

Com sede em Belo Horizonte e escritórios em Vitória (ES) e Salvador (BA), a Ferrous possui cinco minas na região do Quadrilátero Ferrífero[2], em Minas Gerais, nas proximidades de Brumadinho, Congonhas, Itabirito (MG) e Itatiaiuçu (MG). A empresa também tem atividades em Jacuípe, em Coração de Maria (BA). Até o fechamento dessa edição, as empresas envolvidas no negócio não deram mais detalhes. Após a divulgação da compra, as ações ON da Vale fecharam em queda de 0,95% na Bovespa, valendo R$ 52,30.

Em recente entrevista ao jornal O TEMPO, Vagner Loyola, diretor da Cadeia de Ferrosos da Vale, adiantou que a empresa tem expectativa de ampliar sua atuação em Minas Gerais. Algumas minas, por exemplo, estão em processo de licenciamento ambiental para ampliação, como é o caso de duas operações em Brumadinho (Jangada e Córrego do Feijão).

Diretoria. A Vale anunciou nessa quinta-feira (6) a criação da diretoria de Investimento Social, subordinada à Diretoria Executiva de Sustentabilidade e Relações Institucionais, que reunirá os projetos sócio-culturais da empresa e a Fundação Vale. Assume a diretoria, a partir de janeiro de 2019, o ex-secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, Hugo Barreto.

Em nota, o diretor-executivo de Sustentabilidade e Relações Institucionais, Luiz Eduardo Osorio, comenta que a nova diretoria é resultado de uma reorganização necessária para a implementação da nova visão estratégica dos investimentos socioculturais da Vale.

Com agências

O que achou deste artigo?
Fechar

Mineração

Vale compra minas da Ferrous e confirma expansão no Estado
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter