Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Tensão

Coreia do Sul tenta garantir cúpula de Trump e Kim, após ameaça de Pyongyang

Coreia do Norte afirmou que não tem interesse em encontro que tenha como objetivo pressionar o país a abandonar suas armas nucleares

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Trump
Trump tem uma reunião prevista com o ditador Kim Jong-Un no dia 12 de junho
PUBLICADO EM 17/05/18 - 09h16

A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira que está se esforçando para remarcar um encontro de alto escalão com a Coreia do Norte e que fará contatos com Washington e Pyongyang para ampliar as chances de uma reunião de cúpula bem-sucedida entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, para resolver o impasse relacionado ao programa nuclear dos norte-coreanos.

O anúncio feito pelo Conselho Nacional de Segurança em Seul veio depois que a Coreia do Norte ameaçou cancelar a histórica reunião de Trump e Kim, com o argumento de que não tem interesse num encontro "unilateral" que tenha como objetivo pressionar Pyongyang a abandonar suas armas nucleares.

A Coreia do Norte também cancelou um encontro que realizaria ontem com a Coreia do Sul, em razão da realização de manobras militares conjuntas entre Seul e Washington.

Seul, que mediou as negociações para a reunião entre Trump e Kim, afirmou que irá usar "múltiplos canais de comunicação" com os EUA e a Coreia do Norte para que a cúpula ocorra com sucesso

O encontro de Trump e Kim está marcado para 12 de junho. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Tensão

Coreia do Sul tenta garantir cúpula de Trump e Kim, após ameaça de Pyongyang
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter