Recuperar Senha
Fechar
Entrar

REAÇÃO

Governo israelense autoriza convocação de 40 mil reservistas

Ataque é um desdobramentos do assassinato de três adolescentes israelenses, cujos corpos foram encontrado na semana passada; Israel acusa o grupo radical Hamas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 08/07/14 - 13h20

O governo de Israel autorizou nesta terça-feira (8) que o Exército convoque 40 mil reservistas para o caso de uma operação terrestre na faixa de Gaza, informou a imprensa israelense.

Na última grande ofensiva israelense na região, em novembro de 2012, 30 mil reservistas foram chamados.

A convocação dos reservistas acontece depois do jornal "Haaretz" revelar que o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, avisou ao Exército para se preparar para uma possível ofensiva terrestre na faixa de Gaza.

O alerta teria sido feito durante uma reunião com o ministro da Defesa, Moshe Ya'alon e comandantes militares.

"O primeiro-ministro instruiu o Exército para se preparar para tudo. Um ataque terrestre não está descartado", disse um oficial que pediu anonimato, segundo a publicação.

Israel iniciou nesta segunda (7) um ofensiva aérea contra a faixa de Gaza, em operação chamada de "Margem Protetora".

O ataque é um desdobramentos do assassinato de três adolescentes israelenses, cujos corpos foram encontrado na semana passada. Israel acusa o grupo radical Hamas, que controla Gaza, de ser o responsável pelas mortes.

O grupo reivindicou o lançamento de dezenas de foguetes contra o sul do Israel nos últimos dias.
Em retaliação a morte dos adolescentes, um grupo de judeus extremistas sequestrou e queimou vivo o palestino Mohammed Abu Khdeir, 16, na terça-feira (1º).

Seis pessoas foram presas pelo assassinato no fim de semana, entre elas duas menores de idade. Três deles confessaram o crime.

Folhapress

O que achou deste artigo?
Fechar

REAÇÃO

Governo israelense autoriza convocação de 40 mil reservistas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter