Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Tratamento

Noruega testará prescrição de heroína gratuita para dependentes

Os primeiros tratamentos por injeção de heroína devem ser testados no país nórdico a partir de 2020

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Heroína
Noruega vai testar a prescrição de heroína de forma gratuita aos dependentes mais marginalizados
PUBLICADO EM 10/08/18 - 11h38

A Noruega, que registra uma das maiores taxas de overdoses letais na Europa, vai testar a prescrição de heroína de forma gratuita aos dependentes mais marginalizados, para melhorar suas condições de vida, anunciou o governo nesta sexta-feira (10).

O Departamento Norueguês de Saúde e Assuntos Sociais recebeu a missão de apresentar um projeto experimental que permita identificar os pacientes que poderiam ser beneficiados por este programa, refletir sobre a maneira de aplicação e calcular o custo.

"Esperamos que isto represente uma solução que permita dar (...) uma qualidade de vida melhor a alguns usuários que atualmente estão fora do nosso alcance e aqueles que os programas atuais não ajuda de modo suficiente", explicou o ministro da Saúde, Bente Høie, em sua página do Facebook.

A Noruega tem uma das taxas de mortalidade por overdose mais elevadas da Europa, com 81 vítimas fatais por um milhão de habitantes em 2015, atrás apenas de Estônia (132 por milhão) e Suécia (88), segundo o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência.

Adotado ou testado na Suíça, Holanda e Dinamarca, o uso medicinal da heroína é polêmico, mas os defensores da medida alegam que, além de melhorar a qualidade de vida e reduzir a mortalidade, permite reduzir a criminalidade  os custos associados.

Os primeiros tratamentos por injeção de heroína devem ser testados no país nórdico a partir de 2020, segundo o ministério da Saúde.

Até 400 pessoas podem ser beneficiadas pelo programa, segundo o jornal Aftenposten. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Tratamento

Noruega testará prescrição de heroína gratuita para dependentes
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter