Recuperar Senha
Fechar
Entrar

ALMG

Bolsonaro: "O cidadão armado é a primeira linha de defesa de um país"

O deputado do PP, sempre polêmico, aproveitou a audiência sobre o desarmamento, nesta sexta-feira (26), em Belo Horizonte para defender a redução da maioridade penal

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
bolsonar oem bh
Deputado defendeu que qualquer pessoa deva ter porte de arma
PUBLICADO EM 26/06/15 - 13h49

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP) esteve em Belo Horizonte nesta sexta-feira (26) para participar de uma audiência pública que discutiu as mudanças no Estatuto do Desarmamento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Além dele, estiveram presentes outros deputados federais da Comissão Especial que discute a proposta do deputado Rogério Peninha (PMDB/SC), que prevê normas mais razoáveis quanto a compra, posse e porte de armas de fogo no Brasil.

Bolsonaro, como já era esperado, se mostrou favorável ao projeto. "Eu entendo que o cidadão armado é a primeira linha de defesa de um país que quer ser democrático. Tem que abrir para o maior número de pessoas ter o porte de armas", defendeu.

Na oportunidade, o deputado, sempre polêmico, aproveitou para defender a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. "Ontem uma deputada defendeu que se um menino de doze anos, caso se sentisse menina, poderia fazer a cirurgia sem autorização dos pais. O menino pode cortar o piu piu sem a autorização dos pais, mas não pode com 17 anos responder por um crime?", criticou.

"Eu estou ouvindo os dois lados, quem é contra e quem é a favor. Na última semana de agosto eu estarei apresentando o melhor relatório. Não vou adiantar meu voto, mas tudo aquilo que eu precisar colocar no relatório em defesa do povo eu farei", disse o deputado Laudívio Carvalho (PMDB), que é relator do projeto de lei.

Já o deputado federal mineiro Subtenente Gonzaga (PDT) se disse contrário à medida. "Tínhamos aqui um público de uma maioria favorável e acredito que não representa o espelho da sociedade. Trago uma experiência de polícia militar e temos que desapaixonar. A arma fascina, as propagandas e a televisão incentivam o tempo todo. Estamos numa cultura em que a arma é um brinquedo. Não é. Arma mata."

Se aprovado, pessoas com 21 anos serão autorizadas a ter posse de arma. Atualmente, a idade mínima é 25. Além disso, precisarão comprovar resisdência e emprego fixos, não possuir antecedentes criminais, não ser investigado em inquérito policia por crime contra a vida, ter comprovado a sanidade mental e ter sido aprovado no curso de manuseio de armas e tiro.

Bolsonaro 2018

O deputado Jair Bolsonaro foi ovacionado durante várias vezes ao longo de seu pronunciamento. Alguns presentes gritaram: "Bolsonaro presidente". Questionado sobre a possibilidade, o parlamentar limitou-se a dizer: "Quem sabe, né?"

Atualizada às 14h57

O que achou deste artigo?
Fechar

ALMG

Bolsonaro: "O cidadão armado é a primeira linha de defesa de um país"
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (34)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter