Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Maioria dos candidatos nestas eleições é homem e branco 

Em BH, são 34,85 postulantes por vaga na disputa da Câmara Municipal

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 22/08/16 - 03h00

Mais de 485 mil brasileiros registraram candidaturas na Justiça Eleitoral na tentativa de conquistar vagas de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições municipais de outubro. Diferentemente da maior parte da população brasileira, formada por mulheres, negros e pardos, porém, a maioria dos candidatos no pleito de 2016 é, mais uma vez, formada por homens (68,9%) e brancos (51,5%). Mais da metade (55%) dos concorrentes é casada, e a faixa etária predominante (quase 60%) gira entre 35 e 54 anos.

Tanto em Minas quanto em Belo Horizonte o perfil se repete, praticamente na mesma proporção. Dos quase 77 mil postulantes a cargos em prefeituras e câmaras municipais mineiras, 68,8% são homens e 51,3% brancos. Entre os 1.451 candidatos da capital, o percentual é de 69,1% homens e 45,4% brancos.

A idade majoritária e o estado civil também coincidem, com a diferença de que, em Belo Horizonte, os concorrentes são um pouco mais velhos do que a média brasileira: 12,4% tem entre 55 e 59 anos, contra 9,9% na mesma faixa entre o total de brasileiros.

Os números fazem parte de estatísticas divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e se referem aos dados informados pelos postulantes às vagas de prefeito, vice-prefeito e vereador no momento do registro de sua candidatura a um dos 5.570 municípios brasileiros. Como a Justiça Eleitoral ainda fará o julgamento de todas as candidaturas, as características do perfil predominante dos concorrentes pode sofrer alterações nos próximos dias.

Devem ser impedidos de disputar as eleições, por exemplo, os nove candidatos – incluindo uma mineira candidata a vereadora em Jaíba, no Norte de Minas – que se declararam analfabetos no registro de sua candidatura, bem como os 55 menores de 18 anos. De acordo com a Constituição Federal, analfabetos são inelegíveis, e vereadores devem ter a idade mínima de 18 anos – para prefeitos e vices o mínimo é 21 anos.

Instrução. No que se refere à escolaridade e à profissão, o Brasil tem predomínio de candidatos com ensino médio completo (37,3%), trabalhando como agricultores (16,5%). Em Minas, o ensino médio completo também lidera (33%), seguido pelo ensino fundamental incompleto (22,5%). A principal ocupação no Estado é de comerciantes.

Contrariando a tendência na escolaridade, a maior parte dos candidatos de Belo Horizonte tem ensino superior completo (33,2%). Entre os concorrentes da capital, predominam comerciantes e empresários.
Candidatos a vereador enfrentarão uma concorrência de 8,5 pretendentes por vaga em Minas Gerais. Foram, ao todo, 72.093 inscritos para disputar os 8.481 cargos existentes nos 853 municípios mineiros. No Brasil, a média é um pouco menor, de 7,81 candidatos por vaga.

Já em Belo Horizonte, a disputa promete ser bem mais acirrada: serão 1.429 candidatos brigando por uma das 41 cadeiras da Câmara Municipal, o que dá uma média de 34,85 concorrentes por vaga.

Propaganda

Agenda. Começam na próxima sexta-feira (26) as propagandas eleitorais gratuitas no rádio e na televisão. Neste ano, o horário eleitoral terá dois blocos de dez minutos por dia. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Maioria dos candidatos nestas eleições é homem e branco 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (6)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter