Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Articulação

Tucano é confirmado como líder do governo de Romeu Zema na Assembleia

Escolha de Luiz Humberto Carneiro, ex-líder de Anastasia, havia sido antecipada por O TEMPO

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Luiz Humberto Carneiro
Deputado Luiz Humberto Carneiro, que assume em 2019 seu sexto mandato, deve ser líder do governo de Romeu Zema na ALMG
PUBLICADO EM 23/01/19 - 17h56

O deputado estadual tucano Luiz Humberto Carneiro foi confirmado, na tarde desta quarta-feira (23), como líder de governo de Romeu Zema (Novo) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O martelo foi batido após reunião com o secretário de governo de Minas Gerais, Custódio Mattos, na Cidade Administrativa. A escolha foi antecipada por O TEMPO há uma semana

A escolha do tucano para o cargo teria sido um pedido pessoal de Custódio ao governador. O parlamentar ocupou a mesma função na Casa durante os governos de Antonio Anastasia (PSDB) e Alberto Pinto Coelho (PPS). Ele é visto pelos colegas de parlamento como um nome experiente e que sabe articular. 

Outro fator que teria contribuído para a indicação dele para o cargo é que o tucano tem como base eleitoral o Triângulo Mineiro. Segundo interlocutores, Zema gostaria de ter representantes de todas as regiões em seu primeiro escalão e no grupo de confiança do governo. 

A escolha para que Luiz Humberto Carneiro assuma a função de líder na Assembleia, no entanto, não agradou a todos. Como O TEMPO mostrou, militantes do Novo estão insatisfeitos com a influência do PSDB no primeiro escalão da administração estadual, sendo a principal delas a presença de Custódio Mattos, que é um quadro antigo do ninho tucano. 

Inicialmente, havia uma articulação para que o deputado estadual eleito Guilherme da Cunha (Novo) fosse escolhido como líder de governo. No entanto, Custódio de Mattos teria agido diretamente para a nomeação de Luiz Humberto, uma vez que o secretário avaliou que é mais seguro ter um nome experiente para ocupar o cargo.

Por meio de nota, a administração estadual confirmou o nome de Luiz Humberto para o cargo de líder e a indicação de Guilherme da Cunha (Novo) para o posto de 1º vice-líder da bancada governista na Assembleia de Minas. O advogado foi eleito para o seu primeiro mandato no Legislativo. 

Repercussão

Luiz Humberto disse que vários colegas da Assembleia o recomendaram para ocupar o posto de líder e que a escolha do seu nome foi uma decisão pessoal do governador. 

"É um momento muito grave de crise pelo qual passa o Estado e vamos fazer de tudo para ajudar o governo, que deve enviar para Casa algumas reformas, algumas medidas que podem ser duras, mas temos que entender que esse é um momento de mudanças mesmo e que a gente vai ter que colocar Minas em primeiro lugar", disse ele ressaltando que sua experiência, até mesmo como líder de governo na gestão tucana, contou para a escolha. 

Questionado sobre o fato de Zema ter enfrentando o PSDB no segundo turno das eleições e criticado o partido, o tucano afirmou que a sigla nunca teve o governador ou o Partido Novo como oposição, mas sim um momento de eleição em que eles estavam em posições distintas: "Passado esse momento, temos que torcer e trabalhar para que o governo acerte. Estamos buscando, a partir de agora, formar uma base para o governo". 

Luiz Humberto Carneiro, que vai para o seu sexto mandato, contou que aceitou o convite após consultar a base do partido e até mesmo o senador Antonio Anastasia, que foi quem enfrentou Zema no segundo turno. 

Sobre o fato de militantes do Novo estarem insatisfeitos com a influência do PSDB na gestão estadual, o líder afirmou que vai conversar com os deputados do partido e que a sua intenção é somar. "A escolha foi pessoal do governador e me senti honrado de receber esse convite", disse.

O que achou deste artigo?
Fechar

Articulação

Tucano é confirmado como líder do governo de Romeu Zema na Assembleia
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (13)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter