Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Moradia

Zema aluga casa para morar e fala em economia de R$ 1,86 mi

Governador não utiliza o Palácio das Mangabeiras e vai pagar, do próprio bolso, R$ 7.000 por mês na residência no bairro Bandeirantes

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Rua da casa alugada pelo governador Romeu Zema
O governador Romeu Zema mudou-se para o bairro Bandeirantes, a cerca de quatro quarteirões da orla da lagoa da Pampulha e a rua possui seguranças e gradis restringindo o acesso
PUBLICADO EM 12/02/19 - 03h00

O governador Romeu Zema (Novo) mudou-se, no último domingo, para uma casa alugada no bairro Bandeirantes, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A casa fica em um terreno de aproximadamente 1.000 m² com cerca de 400 m² de área construída, em dois andares. No primeiro piso, o imóvel possui uma sala de estar e de jantar integrada e um escritório, além de cozinha, dependência de empregados, garagem e uma piscina na área de lazer. O andar superior tem quatro quartos e uma varanda. 

Segundo uma fonte, que pediu anonimato, o aluguel do imóvel gira em torno de R$ 7.000. A casa ficou quase um ano vazia, ainda conforme a fonte, e a reforma feita pelo governador durou pouco mais de um mês. “A casa era alugada anteriormente para uma firma de certificação de aeronaves. Eles foram os primeiro locatários e ficaram lá por quase quatro anos. A firma cresceu e, por isso, mudou para um espaço maior”, revelou a fonte. 

De acordo com outro interlocutor, a casa não é luxuosa. “É uma casa boa com detalhes em madeira, mais ou menos o padrão das casas do bairro. Aqui tem três tipos de moradores: empresários muito ricos, profissionais liberais e caseiros que cuidam de residências de fim de semana. É um bairro bem variado. A casa do Zema se encaixa no nível médio. É uma casa boa e confortável sem ser suntuosa. Acho que, pelo patrimônio que ele tem, se encaixaria em outro patamar, mas, pelo que vi no Instagram, ele parece feliz na casa alugada”, disse.

Antes de entrar no mundo da política, Zema se consolidou como um empresário de sucesso. Com centenas de lojas espalhadas por Minas Gerais, o governador declarou aproximadamente R$ 70 milhões em bens ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). 
A fonte contou que, apesar de agora ter segurança 24 horas, alguns moradores não ficaram satisfeitos com a ida do chefe do Executivo para o bairro. “Alguns vizinhos ficaram incomodados com o fechamento do quarteirão. Porém, apesar de carros da equipe de segurança, a rua ficou mais silenciosa. Muitos veículos desciam a rua do governador para acessar a região da Toca 1”, explicou. 

Palácio. De acordo com o governo, o fato de Zema não residir no Palácio das Mangabeiras promoverá aos cofres públicos uma economia de R$ 155.816 por mês, ou R$ 1,86 milhão por ano. Questionado sobre como eram gastos esses recursos, o governo não tinha respondido até o fechamento desta edição.

A mudança foi informada pelo governador em um vídeo postado em suas redes sociais. Na publicação, Zema afirma que todos os custos da casa serão pagos com recursos próprios. 
Durante a campanha, Romeu Zema disse em diversas oportunidades que iria transformar o Palácio das Mangabeiras, residência oficial do chefe do Executivo, no “Museu das Mordomias”, a fim de mostrar aos mineiros aquilo a que seus antecessores tinham direito.

O governo informou que o destino do Palácio das Mangabeiras está em análise. Segundo o Estado, 22 funcionários foram devolvidos para a MGS e outros ficaram para dar manutenção no prédio. 

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Moradia

Zema aluga casa para morar e fala em economia de R$ 1,86 mi
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (36)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter