Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Temporal em BH

Asilo fica sem energia elétrica após queda de árvore na Pampulha

Por causa da falta de luz, os idosos podem perder alguns medicamentos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Árvore cai em cima de fiação
Árvore cai em cima de fiação
PUBLICADO EM 07/12/18 - 11h36

A manhã desta sexta-feira (7) foi atípica no asilo Frei Otto, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Durante a chuva dessa quinta (6), uma árvore caiu na fiação da rua Rui Barbosa e a energia acabou na área. Com isso, os idosos podem perder medicamentos.

De acordo com a administração do asilo, localizado no bairro Santa Mônica, no local vivem 12 mulheres e oito homens, alguns acamados.

Sem energia, remédios que precisam ficar na geladeira - como insulinas - podem perder o efeito. Caso algum idoso passe mal não é possível colocá-lo no oxigênio. Os banhos dos moradores também não foram possíveis nesta manhã.

Além disso, carnes e outros alimentos que foram doados podem estragar. O asilo pertence à Sociedade São Vicente de Paulo, tem convênio com a Prefeitura de Belo Horizonte e também mantém as atividades com o que recebe de doações. 

Os funcionários do imóvel entraram em contato com a Cemig logo após a chuva, mas, até esta manhã, nenhuma equipe da empresa tinha chegado ao local.

Veja nota da Cemig:

A tempestade que atingiu a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) no início da noite dessa quinta-feira (6) provocou a interrupção no fornecimento de energia para clientes da capital nos bairros Santo Agostinho, Santo Antônio, Sion, São Bento, Santa Lúcia, Santa Efigênia, Sagrada Família, Horto e Boa Vista.

A Cemig informa que na manhã desta sexta, principalmente nesses locais, ainda existe um volume maior de faltas de energia, e que outros locais da RMBH apresentam pontos desligados de forma pulverizada.

A maioria dos desligamentos foi provocada por objetos lançados na rede elétrica e queda de árvores de grande porte e galhos pela força do vento, o que causou e rompimento de cabos e a quebra de diversos postes e cruzetas.

De acordo com o serviço de meteorologia da Cemig, o volume pluviométrico chegou a 75 mm no período de menos de uma hora, com rajadas de ventos de até 76 km/h e incidência de 175 raios em Belo Horizonte – número bastante expressivo.
Durante a noite de quinta e madrugada de sexta-feira, cerca de 200 profissionais estiveram envolvidos no restabelecimento do sistema. Por volta da meia-noite, o fornecimento de energia já havia sido normalizado para 60% dos clientes.

A Cemig esclarece que devido aos grandes danos causados pela tempestade, com árvores bloqueando vias durante um período de trânsito intenso, as equipes tiveram dificuldade adicional para chegar aos locais das ocorrências, principalmente na região Centro-Sul.

A Cemig esclarece, ainda, que os reparos na rede continuam, nesta sexta-feira (7/12), e que mais de 500 profissionais estão mobilizados e trabalhando nos atendimentos, o que deve ocorrer ao longo da tarde e até o fim da noite.

O que achou deste artigo?
Fechar

Temporal em BH

Asilo fica sem energia elétrica após queda de árvore na Pampulha
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter