Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Via 240

Chame-Chame é a campeã de BH

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Vibração dos integrantes da vencedora do Caranaval, a Chame-Chame
PUBLICADO EM 17/02/10 - 23h35

Após cinco horas de muita confusão, a escola de samba Chame-Chame, jovem agremiação do bairro Salgado Filho, foi escolhida a grande campeã do grupo A do Carnaval 2010 de Belo Horizonte. No grupo B, o primeiro lugar ficou com a Império de Nova Era, do bairro São Paulo. Os blocos caricatos também foram premiados: o estreante Por Acaso, do bairro Carlos Prates, foi o vencedor do grupo A. Já no grupo B, quem ganhou foi o bloco Metralhas do IAPI.

A escola de samba Acadêmicos de Venda Nova ficou com o segundo lugar e a Bem-Te-Vi em terceiro. A Cidade Jardim ficou em último lugar e acabou rebaixada. Dos dez quesitos avaliados, a Chame-Chame ganhou nota máxima em nove deles.

A escola, que teve como enredo "Brasil e seus Impérios", irá receber um prêmio de R$ 20 mil. Ela também arrematou a maioria dos troféus BrincaBelô. O presidente da Chame-Chame, Patrício Thomé, destacou o trabalho social como diferencial da escola, que recrutou detentas para confeccionar cerca de 300 fantasias. "Já vínhamos batendo na trave. É muita luta, muita garra. Agradecemos a quem foi nos prestigiar", disse.

O bloco Por Acaso desfilou oficialmente pela primeira vez na Via 240 e faturou um prêmio de R$10 mil. A apuração começou com um atraso de uma hora. A contagem dos votos foi presidida por Arthur Vianna, diretor de eventos da Belotur. Em vários momentos, ele perdeu o controle da sessão e acabou se irritando com integrantes de blocos, que foram penalizados. O presidente do bloco Invasores de Santo Antônio e membros do Mulatos do Samba se rebelaram. "Recebi ofensas pessoais", disse Vianna. Foi necessária a presença de seguranças para dar sequência à apuração. Eles reclamavam da confusão causada por membros de um outro bloco caricato.
É possível que o Carnaval de 2011 não ocorra na Via 240 por uma demanda das escolas. "Não atende mais. Temos que trazer para o centro, trazer a classe média", disse Luiz Novais, presidente da Associação Cultural Samba 10, que congrega as agremiações. Eles também reclamaram da falta de verba para o evento.

O que achou deste artigo?
Fechar

Via 240

Chame-Chame é a campeã de BH
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter