Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Tragédia em Esmeraldas

Deficiente físico mata ex-mulher grávida de oito meses a facadas

Bebê também morreu; suspeito foi internado em estado grave após bater e capotar o carro na MG-808

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
A mulher foi socorrida para o Hospital de Contagem
PUBLICADO EM 10/01/19 - 19h54

Gilvane Paula Agostinho, de 38 anos, que estava na 30ª semana de gestação, morreu na tarde desta quinta-feira (10) após ser esfaqueada pelo ex-marido em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. O bebê também morreu.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima e o suspeito se desentenderam após o homem não aceitar o término do relacionamento.

Segundo testemunhas, ele apunhalou a ex-mulher com diversos golpes de faca na cabeça, rosto e orelha.

A vítima foi socorrida por terceiros e levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Em seguida, ela foi transferida em estado grave para a maternidade do Hospital Municipal de Contagem, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Acidente

Um filho de Gilvane, de 19 anos, disse à PM que o suspeito possui deficiência física no braço e na perna, além de informar o veículo que ele utilizava.

Com as informações, a corporação iniciou o rastreamento do homem e do carro, um modelo Fiat Siena, cor prata.

Durante as buscas, os policiais receberam o registro de um acidente na MG-808 com um veículo com as mesmas características.

O condutor, de 38 anos, foi identificado como o autor das agressões. Ele estava preso às ferragens e foi levado em estado grave para o Hospital Municipal de Contagem.

Segundo a assessoria do hospital, ele está entubado, inconsciente e com escoriações, mas sem fraturas. Não há previsão de alta.

O que achou deste artigo?
Fechar

Tragédia em Esmeraldas

Deficiente físico mata ex-mulher grávida de oito meses a facadas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (5)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter