Dicas

É possível ‘preparar’ o corpo para dengue e outras infecções? Entenda

Hábitos de vida saudável, como alimentação balanceada e prática de exercícios físicos, promovem melhoria geral da saúde

Por Gabriel Rezende
Publicado em 22 de fevereiro de 2024 | 14:00
 
 
 
normal

Em meio à epidemia de dengue, doença infecciosa transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é reforçado o alerta sobre a importância de adotar hábitos de vida saudáveis — como alimentação equilibrada e exercícios físicos regulares na promoção da saúde.

Apesar de não haver um hábito que garanta imunidade à dengue — e demais doenças transmitidas pelo mosquito, como zika e chikungunya — a médica infectologista Gabriela Araújo ressalta a importância desses cuidados para fortalecer o sistema imunológico e melhorar a capacidade de resposta do corpo diante de agentes infecciosos.

"Existem hábitos de vida saudáveis que preparam o organismo para responder melhor a qualquer infecção, independentemente se é dengue. Alimentar melhor, praticar exercício físico, ter um estilo de vida saudável, tudo isso é ótimo para ajudar o organismo a responder melhor a qualquer infecção", destaca.

A especialista reforça que não há uma solução única ou específica para prevenir a dengue. Ela enfatiza que a prevenção da doença envolve medidas como a eliminação de focos do mosquito transmissor, o uso de repelentes e a vacinação, quando estiver disponível para todos.

Vale lembrar que a dor muscular é um dos sintomas da dengue. A recuperação para a doença, cujos sintomas costumam durar uma semana, inclui repouso absoluto. Com isso, a prática de exercícios físicos é desaconselhada nesse período.

Dicas para ter hábitos de vida saudáveis

  • Alimentação balanceada: priorize uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis. Evite alimentos processados, ricos em gordura saturada e açúcares adicionados.
  • Hidratação: beba bastante água ao longo do dia para manter o corpo hidratado e ajudar nas funções metabólicas.
  • Exercícios físicos regulares: pratique atividades físicas que goste, como caminhada, corrida, natação, dança ou qualquer outra forma de exercício que movimente o corpo e promova o condicionamento físico.
  • Descanso adequado: priorize uma boa qualidade de sono, com aproximadamente 7-9 horas por noite, para permitir a recuperação do corpo.
  • Controle do estresse: encontre maneiras saudáveis de lidar com o estresse, como meditação, ioga, hobbies relaxantes, ou simplesmente reservar tempo para atividades prazerosas.
  • Evite o tabagismo e o consumo excessivo de álcool: esses hábitos podem ter impactos negativos significativos na saúde a longo prazo.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!