Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Em frente Uai

Funcionários da MGS protestam contra afastamento na praça Sete

Desde o último dia 26, 453 trabalhadores foram dispensados da prestação de serviço

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Cerca de 100 funcionários fazem o protesto
Cerca de 100 funcionários fazem o protesto
PUBLICADO EM 02/01/19 - 09h45

Cerca de 100 funcionários da MGS realizaram na manhã desta quarta-feira (2) um protesto contra o afastamento de empregados da UAI Praça Sete. Desde o último dia 26, 453 trabalhadores foram dispensados da prestação de serviço. 

Segundo a trabalhadora Flávia Pedra Rodrigues, no último dia 31 os funcionários decretaram greve por tempo indeterminado. 

No próximo dia 4 ocorre uma audiência no Ministério público do Trabalho para definir a situação. A principal reivindicação do grupo é a realocação dentro da MGS. “Trabalhei nove anos aqui. Minha família precisa do meu salário”, desabafou Flávia.

A funcionária Maria Eloísa Rocha, de 55 anos, teme a demissão.

“Eu estava de férias e fiquei sabendo por meio do WhatsApp. Foi uma surpresa. Meu salário é baixo, cerca de R$1.100 com os descontos, mas eu sustento minha filha de 15 anos e pago aluguel. Não sei como vou sobreviver sem ele”, relatou.

Anete Fátima Teodoro, de 51 anos, trabalha no setor de identidade da UAI. Ela conta que a situação angustiante. “A MGS não comunicou nada comigo, mandou esperar em casa. Eu tenho três filhos e ainda cuido da minha neta”, finalizou. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Em frente Uai

Funcionários da MGS protestam contra afastamento na praça Sete
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (43)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter