Em Três Marias

Homem que teve pênis queimado é indiciado por queimar e matar a ex que dormia

Suspeito não aceitava o fim do relacionamento com a vítima e cometeu o crime

Por O Tempo
Publicado em 13 de março de 2024 | 11:15
 
 
 
normal

Um homem, que não teve a idade divulgada, foi indiciado pela Polícia Civil nessa terça-feira (12 de março) por feminicídio contra a ex-companheira. A mulher foi morta em Três Marias, na região Central do Estado, em 29 de fevereiro, enquanto dormia. 

A investigação apontou que a mulher, que também não teve a idade divulgada, dormia em um colchão na área externa da residência quando o suspeito se aproximou com duas garrafas de álcool nas mãos, jogou sobre o corpo dela e ateou fogo. A mulher foi socorrida até o hospital, onde ficou internada por uma semana em estado grave, com queimaduras de segundo e terceiro grau, mas morreu no último 6 de março.

O motivo para o crime seria a não aceitação do fim do relacionamento, além de vingança, uma vez que a vítima, em março de 2023, queimou o investigado com líquido quente, inclusive, em seu órgão genital, o qual ficou com sequelas permanentes.

O homem foi indiciado por homicídio triplamente qualificado pelo feminicídio e por ser praticado por meio cruel (fogo) e de modo que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima, uma vez que ela estava dormindo no momento em que teve seu corpo ateado por fogo. O inquérito foi enviado ao Poder Judiciário, e o homem permanece preso.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!