Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Jogo fatal

Jovem de Pará de Minas morre ao jogar 'Baleia Azul' na internet

Corpo de Bombeiros encontrou comprimidos de uso controlado na casa da vítima; rapaz deixa filha de um mês

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
baleia azul
PUBLICADO EM 13/04/17 - 12h07

O jogo "Baleia Azul" pode ter provocado a morte de um jovem de 19 anos em Pará de Minas, na região Centro-Oeste de Minas, nessa quarta-feira (12). O desafio, febre entre jovens na internet, pode levar os participantes ao suicídio. 

A companheira de Gabriel Antônio dos Santos Cabral contou à Polícia Militar (PM) que tinha passado à noite na casa da mãe e que, quando foi para sua casa, encontrou Cabral deitado de barriga para baixo, possivelmente já sem vida.

O Corpo de Bombeiros esteve na casa, na rua Paulo Roberto Amaral, no bairro Serigueiras, e constatou o óbito. Dentro da residência, foram encontradas cinco cartelas de remédios de uso controlado, que teriam sido ingeridos pela vítima.

A mãe de Cabral informou à PM que o filho há mais ou menos um mês estaria participando de um "aplicativo" chamado de "Baleia Azul" e que o comportamento dele mudou de lá para cá. Disse também que o filho trabalhava, não tinha vícios e tinha uma filha de um mês.

O celular da vítima foi apreendido, uma vez que pode ter informações que podem ajudar na elucidação dos fatos.

O "Blue Whale Challenge"

Desafio começou na Rússia e já preocupa autoridades médicas em todo o mundo. O jogo consiste em incitar os participantes, geralmente em grupos secretos no Facebook, a completar 50 desafios, que conduzem lentamente à morte.

Há uma crença popular que diz que a baleia azul seria capaz de se suicidar indo voluntariamente encalhar na praia e isto teria inspirado a "brincadeira".

Os 50 passos

No começo, as tarefas dadas aos adolescentes são mais simples: desenhar uma baleia em uma folha, passar a noite em claro ouvindo música triste ou vendo filme de terror. Depois, elas vão ficando mais perigosas.

CRÉDITO: Google/Reprodução
jogo_da_baleia_azul.jpeg
Imagens de jogadores são postadas em páginas na internet


Os participantes dessa prática cumprem uma tarefa por dia. A lista do que fazer é entregue aos poucos por uma espécie de tutor, quase sempre o administrador de uma página secreta no Facebook. A todo momento, eles são avisados de que este é um jogo sem volta.

Na Rússia, ao menos uma pessoa foi detida por envolvimento nesse esquema suicida. Em alguns casos, quando os adolescentes chegaram à reta final dos desafios, eles trocaram a foto de capa do perfil na rede social por uma imagem de uma baleia azul. 

 

As informações são do portal atribuna.com.

O que achou deste artigo?
Fechar

Jogo fatal

Jovem de Pará de Minas morre ao jogar 'Baleia Azul' na internet
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (5)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter