Em Brasilândia de Minas

MG: menina de 11 anos tem coma alcoólico após beber pinga; dono de bar é preso

Vítima foi encontrada desacordada por uma prima

Por Vitor Fórneas
Publicado em 15 de abril de 2024 | 20:52
 
 
 
normal

Uma criança de 11 anos foi hospitalizada em coma alcoólico após um idoso, de 61, vender pinga para a garota. O homem, que é proprietário de um bar, foi preso em flagrante. A ocorrência foi registrada em Brasilândia de Minas, na região Noroeste, na última sexta-feira (12 de abril).

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe da garota informou que a filha saiu de casa sem a autorização. Após perceber que a menina havia deixado o imóvel, a mulher foi procurar a familiar e acabou recebendo o telefonema de uma sobrinha.

A moça comentou com a tia que havia encontrado a prima caída na rua e desacordada. Com a ajuda de moradores do bairro, a criança foi levada para o Pronto Socorro Municipal.

A equipe médica constatou o coma alcoólico e aplicou medicações na menina, porém até o encerramento do registro da ocorrência ela não havia apresentado melhoras. 

Compra da bebida

Uma amiga da criança contou que elas foram até um bar e compraram a bebida. A PM foi até o estabelecimento e questionou o dono do estabelecimento sobre a venda. Ele argumentou que as meninas levaram duas garrafas de pinga, mas disseram que iriam para a casa. 

Apesar das alegações, o homem foi preso e levado para o Pelotão da PM. A mãe da vítima não acompanhou o registro da ocorrência, pois teve que ficar com a filha na unidade de saúde. A Polícia Civil foi procurada pela reportagem, e o posicionamento é aguardado.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!