Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Audiência Pública

PBH quer volta de voos de grande porte à Pampulha

Cerca de 85% do PIB de BH vêm de serviços, por isso ampliar a aviação regional e executiva é bem vinda, conforme o secretário Municipal de Desenvolvimento, Eduardo Bernis; moradores protestaram durante audiência na CMBH

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Economia - Belo Horizonte, Mg. Aeroporto da Pampulha .  Reportagem apura a situacao do aeroporto da Pampulha . Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 4.8.15
Economia - Belo Horizonte, Mg. Aeroporto da Pampulha . Reportagem apura a situacao do aeroporto da Pampulha . Na foto: Fachada do aeroporto da Pampulha . Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 4.8.15
PUBLICADO EM 19/10/15 - 18h51

A Prefeitura de Belo Horizonte se posicionou favoravelmente à volta dos voos de grande porte para o aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha, em Belo Horizonte.

O assunto foi debatido nesta segunda-feira (19), na Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) em reunião da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário convocada pelos vereadores Wellington Magalhães (PTN) presidente da Casa; e Joel Moreira (PTC).

O representante da PBH foi o secretário Municipal de Desenvolvimento, Eduardo Bernis. Segundo ele, o aeroporto da Pampulha é da maior importância para a cidade e o Estado e não pode ser desprezado. A intenção é estimular a avião regional e executiva. "Cerca de 85% do pib (produto interno bruto) de Belo Horizonte é de serviços, por isso aumentar o fluxo de aeronaves, sobretudo executivas, para São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília vai beneficiar a economia de BH".

De acordo com Bernis, o prefeito Marcio Lacerda tem um compromisso assumido com os moradores da região de limitar o número de passageiros por aeronaves - no máximo 70 -, mas não o de limitar o número de voos.

"Os estudos de impacto ambiental terão de ser feitos, avaliando inclusive os horários desses voos. A ideia é tirar a CIA AR, que funciona na Pampulha, e transferir para Lagoa Santa, o que vai abrir mais espaço na pista para ampliações. Há também um plano de desativar o aeroporto Carlos Prates e destinar a área a empreendimentos imobiliários. Esse dinheiro serviria para investimentos na Pampulha", explicou.

Os momentos de tensão ficaram por conta das associações de moradores, que segundo o secretário questionaram os favoráveis à volta dos voos de grande porte ao terminal. "Por outro lado, houve tensão entre eles mesmos. Alguns moradores eram contra posições tão radicais e disseram não se sentir representados por aqueles líderes", finalizou Bernis.

Outras audiências para discutir o tema estão previstas. 

Convidados

Conforme a CMBH, para discutir os diversos aspectos envolvidos e avaliar as possibilidades de retorno dos voos de grande porte ao aeroporto da Pampulha, foram convidados também representantes do governo de Minas Governo, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), além dos presidentes das companhias aéreas Azul, TAM e GOL.

O que achou deste artigo?
Fechar

Audiência Pública

PBH quer volta de voos de grande porte à Pampulha
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter