Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Mandado de segurança

PM e Bombeiros entram na Justiça para garantir recebimento do 13º

Ação pede suspensão de pagamentos de fornecedores do Estado até que recursos para pagamento do 13º salário estejam garantidos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PM
PUBLICADO EM 06/12/18 - 11h42

Além dos demais servidores do Estado que protestam pelo pagamento dos salários, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros entraram na Justiça para garantir seus vencimentos.

A Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (AOPMBM) impetrou um mandado de segurança preventivo, para garantir o pagamento do 13º salário.

Na ação, a associação pede que sejam suspensos os pagamentos de todos os fornecedores do Estado até que os recursos para pagamento integral do 13º salário estejam garantidos e quitados até dia 20 de dezembro.

De acordo com o Coronel Aílton Cirilo, presidente da associação, a entidade tem buscado soluções "a fim de que a vida dos militares estaduais retome o curso natural".

O mandado de segurança foi recebido pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) no dia 27 de novembro.

Pelo Whatsapp, em grupos destinados à divulgação de ocorrências policiais, circula a informação de que militares poderão parar diante desse cenário.

Em resposta, a Associação dos Militares Estaduais Mineiros (Ámem-MG) divulgou nota. "Se os policiais militares escalados para conter o crime contra o comércio natalino não tiver respeitado seu direito de receber o 13° salário, é claro que não terão motivação para bem desempenhar seu papel, por mais profissionais que sejam", diz o texto.

Protesto na Cidade Administrativa

Nesta quinta-feira (6), servidores do governo de Minas fazem um apitaço nos prédios da Cidade Administrativa na manhã desta quinta-feira (6). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (Sindpúblicos-MG), a manifestação foi combinada pelos servidores por meio das redes sociais e não tem ligação com o sindicato.

Os manifestantes protestam contra o atraso de pagamento da folha de novembro - que é paga em dezembro - e contra a falta de informações sobre o pagamento do 13º.

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Mandado de segurança

PM e Bombeiros entram na Justiça para garantir recebimento do 13º
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (20)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter