Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Investigação

Polícia confirma que corpo achado é de motorista de Uber de Betim

Confirmação foi feita pela Polícia Civil nesta sexta (11); Álvaro Ferry desapareceu no último dia 3 e encontrado morto cinco dias depois, em Esmeraldas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Mistério
Polícia Civil investiga a morte do motorista de Uber
PUBLICADO EM 11/01/19 - 14h03

A Polícia Civil confirmou à imprensa, nesta sexta-feira (11), que o corpo encontrado na terça (8), em Esmeraldas, na região metropolitana, é mesmo do motorista de Uber Álvaro Antônio Ferry, 40 anos, que desapareceu em Betim no último dia 3. Segundo a assessoria da corporação, o corpo já foi liberado. O sepultamento aconteceu ainda nesta sexta (11).

A agonia da família do betinense durou mais de uma semana, desde o desaparecimento até a confirmação de que o corpo achado era mesmo de Ferry. Uma das irmãs dele, Alba Ferry, já havia conversado com a reportagem na quinta-feira (10), à tarde, afirmando que reconheceu o corpo do irmão no Instituto Médico Legal (IML) da capital, mas que, até aquele momento, faltava a confirmação oficial do IML. “Eu vi fotos no IML e reconheci meu irmão. As roupas eram as dele. A pessoa que trabalha no IML até disse que não adianta só a gente reconhecer, que eles têm que comprovar que é ele mesmo. Por isso, até hoje (quinta à tarde), o corpo não foi liberado”, disse Alba.

Álvaro Ferry foi sepultado no Cemitério da Colina, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Civil, o caso já está sendo investigado.

Entenda

Conforme familiares, ele saiu para trabalhar por volta das 17h de quinta (3) e, mais tarde, deixou um casal no bairro Niterói. Depois, ele foi para outro local e, por volta das 23h20, o celular dele não conectava mais à internet. O carro foi achado no sábado (5), também em Esmeraldas. O corpo foi encontrado pela Polícia Militar de Esmeraldas cinco dias após ter desaparecido, no distrito Vargem Bento da Costa, na mesma cidade.

A Uber informou em nota que “lamenta profundamente que motoristas parceiros sofram com a violência e brutalidade que permeiam nossa sociedade”. “Prestamos toda nossa solidariedade à família do motorista. A empresa permanece à disposição das autoridades para apoiar as investigações, nos termos da lei”, declarou.

O que achou deste artigo?
Fechar

Investigação

Polícia confirma que corpo achado é de motorista de Uber de Betim
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter