Recuperar Senha
Fechar
Entrar

NA BRONCA

Seleção espanhola reclama e ganha direito de treinar no Maracanã

Assim como a seleção brasileira, 'La Roja' poderá treinar normalmente na arena neste sábado, evitando qualquer tipo de privilégio e mal estar

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 28/06/13 - 20h37

Rio de Janeiro - A Fifa abriu mão de seu padrão para que a seleção da Espanha treinasse ontem, no Rio de Janeiro. No início da noite desta sexta-feira, os campeões do mundo fizeram uma atividade leve no estádio Engenhão, o mesmo que está interditado para partidas de futebol pelos próximos 18 meses. A decisão gerou protestos por parte dos espanhóis, principalmente porque a Fifa queria vetar qualquer tipo de atividade de 'La Roja' no Maracanã, inclusive o reconhecimento do gramado neste sábado, programado apenas para a seleção brasileira. 

A alegação da entidade era que a equipe do técnico Vicente del Bosque já havia realizado uma atividade semelhante no estádio um dia antes do duelo frente ao Taiti, válido pela segunda rodada da fase de grupos. Mediante a uma reclamação formal, a Fifa voltou atrás em sua decisão e liberou o Maracanã para a seleção espanhola. Assim como a seleção brasileira, 'La Roja' poderá treinar normalmente na arena neste sábado, evitando qualquer tipo de privilégio. 

Engenhão interditado. Problemas na estrutura da cobertura do estádio fecharam o estádio administrado pelo Botafogo em abril deste ano. A ação poderia atrapalhar os planos da Fifa, que havia escolhido o Engenhão como campo de treinos para a Copa das Confederações, assim como aconteceu com o estádio Independência e o Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte.

A Espanha não é a primeira seleção da Copa das Confederações a treinar no Engenhão. Antes, italianos e taitianos realizaram atividades no estádio do Botafogo. A seleção brasileira chegou a marcar um trabalho lá, mas, depois da repercussão negativa, diretores da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) transferiram o trabalho para a Gávea.

O treino. Desgastada da viagem de Fortaleza para o Rio e, principalmente, do jogo difícil e que durou 120 minutos contra a Itália, a seleção espanhola fez apenas um treino leve. Os atacantes Cesc Fàbregas e Soldado, que são dúvidas para o jogo, participaram do trabalho e deram esperanças ao técnico Vicente del Bosque.

 

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

NA BRONCA

Seleção espanhola reclama e ganha direito de treinar no Maracanã
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Ou conecte-se com:
Comentar com Facebook Comentar com Twitter
Log View