Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Quebra-cabeça

Com receita de R$ 7 bi, Cidades vira alvo 

A presidente deseja colocá-lo na Secretaria de Relações Institucionais, gabinete responsável pela interface do governo com o Congresso Nacional, uma das áreas mais sensíveis no próximo mandato

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 15/11/14 - 04h00

Brasília. Para compensar a perda de espaço na Esplanada dos Ministérios a partir do próximo mandato da presidente Dilma Rousseff, o PT quer reconquistar o Ministério das Cidades, há anos nas mãos de partidos aliados.
 

A pasta é o quarto maior orçamento para investir (R$ 7,1 bilhões) e controla o Minha Casa, Minha Vida, programa visto como ativo vantajoso para fazer política local por meio da entrega de residências nos mais variados municípios do país.

O problema é que há concorrência. O PP quer se manter no posto, e o PSD gostaria de conduzir seu presidente nacional, Gilberto Kassab, para lá. Dilma, no entanto, teria outros planos para o ex-prefeito de São Paulo, tido como bom articulador político.

A presidente deseja colocá-lo na Secretaria de Relações Institucionais, gabinete responsável pela interface do governo com o Congresso Nacional, uma das áreas mais sensíveis no próximo mandato.

O que achou deste artigo?
Fechar

Quebra-cabeça

Com receita de R$ 7 bi, Cidades vira alvo 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter