Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Abastecimento

Copasa privilegia empresa 

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
SERRAAZUL
Serra Azul é o reservatório que atende a capital em nível mais crítico
PUBLICADO EM 23/01/15 - 04h00

Enquanto milhares de mineiros são obrigados a enfrentar as dificuldades oriundas da falta de água, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estaria garantindo o abastecimento de uma fábrica da Itambé, em Pará de Minas, na região Centro-Oeste do Estado. A informação é do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema) de Juatuba, na região metropolitana, onde está localizado o reservatório Serra Azul, que está com apenas 5,73% de sua capacidade. A Itambé nega o repasse.

Conforme o Codema, a Copasa estaria retirando, diariamente, cerca de 90 caminhões-pipa, com 35 mil litros de água cada, do reservatório que, na avaliação de técnicos do conselho, teria quantidade de água suficiente apenas para mais um mês. Localizada justamente em um dos municípios com situações mais críticas em todo o Estado, a unidade é responsável pela produção de leite, creme de leite e refrigerados como iogurtes e requeijão.

O conselho informou que a Copasa foi consultada inúmeras vezes sobre o abastecimento de água da região, sempre informando que “a situação estava sob controle”. “Em momento algum a Copasa nos alertou sobre a situação hídrica”, afirmou o presidente, Heleno Nascimento. “A Copasa guarda tudo em segredo, é um silêncio total. Mas a gente deu de teimoso e sobrevoou a área da Serra Azul”.

A Copasa não respondeu sobre o envio de caminhões à fábrica de Pará de Minas até o fechamento desta edição. Já a Itambé informou, em nota, que todo o abastecimento da unidade em Pará de Minas “provém de fontes próprias”, e que a empresa não é mais abastecida pela Copasa. “A Itambé, assim como toda a população, está comprometida em contribuir para economia de água da região. A empresa investiu em sua infraestrutura, visando a redução no consumo de água em seus processos, além de ter investido na instalação de poços artesianos próprios e estação de tratamento de água”. Debate. Para discutir o problema, representantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Juatuba vão se reunir hoje com a Promotoria de Justiça da Comarca de Mateus Leme. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Abastecimento

Copasa privilegia empresa 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter