Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Parque Municipal

Atração nacional dá pontapé inicial ao 14º FIT-BH

Outra novidade foi o fato de ser uma performance, que ocupou boa parte do parque, ao invés de um espetáculo em um espaço delimitado

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Magazine - Belo Horizonte - Minas Gerias Abertura do Fit BH 2018
A abertura, que em outras edições foram realizadas na praça da Estação, desta vez acontece no Parque Municipal
PUBLICADO EM 13/09/18 - 21h54

Começou na noite desta quinta-feira o 14º Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte (FIT-BH). O evento, que sempre acontece em ano par, veio cercado de expectativas e novidades. A abertura, que em outras edições foram realizadas na praça da Estação, desta vez acontece no Parque Municipal.

Pela primeira, uma atração nacional foi escolhida para dar o pontapé no FIT-BH – o espetáculo “Batucada”, idealizado pelo piauense Marcelo Evelin. Outra novidade foi o fato de ser uma performance, que ocupou boa parte do parque, ao invés de um espetáculo em um espaço delimitado. 

Ainda desorientadas, sem saber por onde seguir no Parque Municipal, as pessoas eram surpreendidas por figuras mascaradas que se misturavam a multidão, mas saltavam aos olhos pela máscara preta de nariz pontudo vermelho.

O efeito manada de “um segue o outro” levou o público ao largo do Trenzinho, onde mais uma figura mascarada sentada em uma cadeira de plástico intrigava quem a observava. 

Aos poucos, os mascarados passaram a interagir com os presentes, propondo movimentos, toques e dinâmicas próprias. As panelas e as latas que eles traziam consigo passaram a ser utilizadas.

Primeiro, com estridência de seu som agudo, para incomodar os presentes; depois, para criar dinâmicas sonoras e espaciais que remontam às festas populares, como o Bumba Meu Boi ou o Carnaval. A horda mascarada se descolava circularmente e rompia o espaço entre os presentes, em ritmo crescente, até tomar o gramado próximo ao Palácio das Artes e terminar sua intervenção numa batucada frenética, violenta e barulhenta. 

Se em edições anteriores o FIT-BH apostava em espetáculos mais estruturados e visuais para encantar o público, nesta edição a curadoria apostou em uma interação menos “espetaculosa”, porém muito mais participativa e construída em sintonia com a plateia. Sinal de um tempo em que a arte assume seu papel social, encara seu público e o convida para construir junto. 

“Looping: Bahia Overdub”

Ao contrário da proposta de “Batucada”, a segunda atração da noite de abertura do FIT-BH apostou na potência da “nova” música baiana, que arrasta e encanta multidões país afora, especialmente com bandas como BaianaSystem e Attoxá.

O convite para “fazer junto”, entretanto, era o mesmo, pois mal as aparelhagens começaram a bater o grave, várias rodas foram formadas para dançar coletivamente. 

A noite segue com os shows de Anélis Assumpção e Linn da Quebrada. Está aberta a 14ª edição do FIT-BH!

Ícone do teatro de BH

Logo na entrada do Parque Municipal, era possível avistar a Chevrolet Veraneio, ícone do teatro feito em Belo Horizonte e já que pertence ao cenário de um dos marcos da produção contemporânea da cidade: “Romeu e Julieta”, do grupo Galpão. Dica que o “novo” FIT-BH quer se renovar sem perder sua rica história.

O que achou deste artigo?
Fechar

Parque Municipal

Atração nacional dá pontapé inicial ao 14º FIT-BH
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter