Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Dança

Espetáculo 'Âmago' busca a essência da existência humana

Dirigido por Jomar Mesquita, espetáculo exalta a própria companhia

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Capturar.JPG
Mimulus Cia. de Dança segue com sua tradição da dança de salão
PUBLICADO EM 09/02/19 - 03h00

Ampliar o olhar do seu espectador em torno da dança, mas também provocá-lo a pensar que a essência dos seres pode ser pensada de maneiras plurais, diversas e novas é o que movimenta o espetáculo “Âmago”, da Mimulus Cia. de Dança, que faz sua estreia neste sábado (9), no Grande Teatro do Palácio da Artes – também haverá apresentação no domingo. “O que é que a gente não revela? O que cada um traz escondido dentro de si? Estamos buscando o âmago de cada um de nós”, pontua Jomar Mesquita, coreógrafo da Mimulus.

Conforme a tradição da companhia, “Âmago” também é pensado em coreografias de duplas. “Seguimos dando à dança de salão um tratamento mais contemporâneo”, avalia ele. “É um espetáculo que brinca com a poética de olhar. De uma maneira também de revelar que os diferentes pontos de vista podem conviver em harmonia. Não deixa de ser uma forma de falar dos tempos que vivemos hoje”, avalia Mesquita.

Ainda na construção de linguagem, o grupo buscou recursos para ampliar as sensações e olhares também de seu público. Por exemplo, algumas coreografias são filmadas e projetadas durante a peça, criando, assim, uma nova camada do olhar, que é mediado pela lente da câmera. “Como a gente trabalha a dois, esse entrelaçar dos corpos estava contaminado por essa ideia dos pontos de vista, de olhares diversos”, destaca.

O trabalho fez uma pré-estreia na sede da Mimulus, um espaço menor e mais intimista, e agora se prepara para encarar o palco do Palácio das Artes. “A proximidade ou a distância do Palácio das Artes altera as reações e relações do bailarinos. Em nossa sede, o público está a dois metros de distância. A interpretação precisou ser retrabalhada”, observa o coreógrafo.

De modo a conseguir diversificar pontos de vista, a trilha sonora do novo trabalho também brinca com a ideia de olhares e interpretações distintas. “São músicas com diferentes versões, com diferentes intérpretes. Como um mesmo tema pode ser coreografado de formas diferentes”, pontua Mesquita.

Referências

Na pesquisa para o novo trabalho, os artistas da Mimulus percorreram vários caminhos, e um dos pontos de inspiração foi a série “Janela da Alma”, sobretudo os episódios com o escritor português José Saramago e o cineasta alemão Wim Wenders. “O Saramago falava de sua admiração pela Ópera de Lisboa. Sobretudo pelo camarote real e pela beleza da representação da coroa que havia ali. Vista de baixo, era muito bonita. Um dia, contudo, ele vê a coroa por trás, sua estrutura, teias de aranha. Essa ideia de ‘nos dar a volta’ está muito presente no trabalho. Enxergar e conhecer o nosso trabalho por outros ângulos”, assinala Mesquita.

Já Wenders se inspira em sua visão sobre o enquadramento cinematográfico. “Ele nos diz que o enquadramento da câmera é feito não para mostrar, mas para esconder o que a gente não quer mostrar”, pondera o coreógrafo. No sentido de dialogar com a lógica de tela, de enquadramento, a cenografia de “Âmago” traz molduras que se incorporam aos movimentos dos dançarinos em cena. “A gente brinca com isso. Com o que mostrar e o que não mostrar. Outros pontos de vista que não são buscados”, diz.

Por falar em cenografia, um ponto destacado da composição do trabalho é a relação das coreografias de Mesquita com o trabalho do cenógrafo Ed Andrade. “Como acontece em outros trabalhos da Mimulus, é uma forma de criar com nosso cenógrafo, Ed Andrade. Dialogar coreografia e cenário. Esse diálogo faz com que concretize os pontos de vista, os enquadramentos. É uma criação em conjunto. O resultado tem essa harmonia do diálogo entre os dois”, garante o artista.

Serviço

“Âmago”, sábado (9), às 21h, e domingo, às 19h, no Grande Teatro do Palácio das Artes (av. Afonso Pena, 1.537, centro). Ingressos antecipados: R$ 18

O que achou deste artigo?
Fechar

Dança

Espetáculo 'Âmago' busca a essência da existência humana
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter