Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Novela

Morte inicia fase de suspense de "Passione"

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Crime. Legista colhe provas do assassinato de Saulo (Werner Schünemann) em cena de

Veja Também

PUBLICADO EM 12/10/10 - 19h04

São Paulo. Da cena é difícil se esquecer: Saulo (Werner Schünemann) nu, ensanguentado e esfaqueado, jogado em uma cama de motel. Nos próximos capítulos de "Passione", Silvio de Abreu jogará com a lembrança da sequência na cabeça do telespectador para criar um clima de suspense e, assim, atrair atenção para a sua história.

O autor criou um quadro favorável para a trama: fez com que o empresário, em suas aparições finais, arrancasse ameaças de diversos personagens da novela, alimentando, dessa forma, o mistério.

Passada a pergunta inicial, de quem seria morto na história, vem a próxima: "Quem matou Saulo?". Paralelamente aos comentários do público, nos bastidores da trama os atores também têm a expectativa de saber se o seu personagem será o assassino.

Cássia Kiss, que deu vida a Leila, a assassina de Odete Roitman (Beatriz Segall) em "Vale Tudo" (1988/ 1989), conta que foi o diretor Dennis Carvalho quem revelou a ela o segredo. "Só fui ter certeza quando gravamos a cena, uma hora antes de ir ao ar", diz Cássia.

Situação semelhante viveu Edwin Luisi, o primeiro assassino de um "quem matou" da TV brasileira. Na pele do cabeleireiro Felipe Cerqueira, ele foi o responsável pela morte de Salomão Hayala (Dionísio Azevedo) em "O Astro" (1977/1978). Foram cinco meses de suspense até a revelação, no último capítulo, do nome do criminoso. Luisi afirma que foi Janete Clair, autora da trama, quem lhe contou. "O país passava por um processo de sucessão presidencial [no ano seguinte, João B. Figueiredo assumiria o poder] e, no dia seguinte, ao final da novela, eu vi a minha foto em todos os jornais", diverte-se Luisi.

Outro criminoso antológico foi Cecil Thiré, que encarnou o assassino em série Adalberto, de "A Próxima Vítima"´ (1995). O ator só ficou sabendo da verdade no dia de gravar a cena com a revelação. E não se conteve. "Fui para casa, liguei para a minha mãe e contei para o porteiro: ‘Fui eu!’."´

O que achou deste artigo?
Fechar

Novela

Morte inicia fase de suspense de "Passione"
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter