Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Lançamento

Poesia vira brincadeira de criança com livro multimídia 

Álvaro Andrade Garcia e Ricardo Aleixo apresentam obra hoje, às 10h, no CRJ

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
A-
Obra tem cartas soltas com poemas
PUBLICADO EM 25/06/16 - 03h00

Descobrir palavras, como eles são escritas e que seus sons podem variar dependendo da região em que são faladas é uma das tarefas mais trabalhosas e divertidas que uma criança em idade de alfabetização pode encontrar.

Agora, com o “Poemas de Brinquedo” (64 págs., R$ 35), obra escrita por Álvaro Andrade Garcia, com design sonoro de Ricardo Aleixo e projeto visual de Márcio Koprowski, a brincadeira ganha ares de “arrastão semiótico”, para usar as palavras de seu autor, que lança a obra hoje, às 10h, no Centro de Referência da Juventude (CRJ), na praça da Estação, sem nº.

“A ideia do projeto surgiu de uma série de poemas de viés mais lúdico, da descoberta da palavra, da sonoridade. Eu agrupei esses poemas e a gente se propôs fazer um aplicativo em que todos eles são animados”, conta Garcia.

O resultado é um trabalho transmídia, com livro e aplicativo para Android e Apple. No aplicativo, que é gratuito, as crianças (a indicação é a partir de 4 anos) escutam sons ao clicar nas letras, ligando assim imagem com poesia. Já no livro, a brincadeira fica a cargo do leitor. Publicado em cartas soltas, ele é feito para que o leitor fique livre para embaralhar os poemas e espalhá-los no chão.

“Os pais ou os mediadores de leitura podem pegar as cartas e brincar com elas, manipulando o material. A proposta é que você faça o som, que as pessoas brinquem de ler”, conta Garcia. “Temos experiencias interessantes. Um pai fez a leitura do livro impresso com o filho, que não sabe ler. Depois, ele flagrou o menino brincando com as cartas, e como todas têm o grafismo muito forte, o menino via a imagem, lembrava a forma como foi falado, e fingia que estava lendo. Ele pegava o que lembrava e ia inventando outras palavras, mantendo a proposta de brincar com o som”, comemora Garcia. (FD)

O que achou deste artigo?
Fechar

Lançamento

Poesia vira brincadeira de criança com livro multimídia 
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter