Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Televisão

Nova trama global é gravada em Mariana

Após desastre ambiental de 2015, cidade histórica mineira ganha destaque como cenário da novela ‘Espelho da Vida’

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
sadaszas
Atriz, que vai viver a protagonista Cris Valência na próxima novela das seis, "Espelho da Vida", é uma das celebridades que estão gravando na cidade histórica de Mariana.
PUBLICADO EM 22/07/18 - 03h00

Dos bancos da praça Gomes Freire – conhecida como o jardim de Mariana –, um grupo observa atento a movimentação. Em pé, algumas pessoas tiram fotos e fazem vídeos com o celular, enquanto tecem comentários sobre o que assistem. A conversa só diminui quando uma voz, ao microfone, pede silêncio. Minutos depois, tão longo alguém grita “corta!”, o burburinho recomeça. O motivo da euforia no centro histórico da cidade no último dia 12 eram as gravações de “Espelho da Vida”, próxima novela das seis da Globo.

Em dias de gravação, a Gomes Freire tem se transformado numa tela gigante de onde as pessoas acompanham de perto trechos da história e o trabalho de gravação. Algumas ruas no entorno da praça, um dos principais cenários da trama, foram fechadas. Mariana foi tomada por toneladas de equipamentos, incluindo câmeras e figurinos, e uma equipe de mais de 120 profissionais – cem pessoas da produção e 23 atores –, que ocuparam cinco hotéis/pousadas.

A cidade histórica é um dos cenários da trama de temática espírita escrita pela novelista mineira Elizabeth Jhin, que estreia em setembro. “Espelho da Vida” terá praticamente todas as cenas externas gravadas em Minas – a emissora optou por não construir cidade cenográfica nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. Após a estreia, a equipe voltará mensalmente ao Estado para gravar novas sequências. “A minha história central (sobre reencarnação) é muito forte, mas também será interessante acompanhar o universo das filmagens, os problemas da produção, das pessoas envolvidas com seus amores, alegrias e dramas”, adianta Elizabeth Jhin, que nasceu em Belo Horizonte.
A trama

“Espelho da Vida” se passa em dois tempos simultaneamente: 2018 e 1930. Cris Valência (Vitória Strada), namorada de Alain (João Vicente de Castro), é atriz. Ela será a protagonista do filme baseado na história real de uma antiga moradora de Rosa Branca, Julia Castelo, vítima de um crime passional. Em sua pesquisa para o longa, Cris viaja ao passado (com a ajuda de um espelho!) e descobre que é a reencarnação da própria Julia.
Quase todo o elenco terá papéis duplicados para dar conta dos personagens de 2018 e de 1930. O jornalista viajou a convite da Rede Globo.

Trama foca nas belezas da cidade

A escolha de Mariana como cenário da novela foi comemorada pela população. “A cidade estava parada desde o rompimento da barragem (no distrito de Bento Rodrigues, em 2015)”, disse o vendedor Victor Silva, 27. “Essa gravação voltou a movimentar a cidade”, comemorou. 

Essa também era uma das intenções do diretor artístico Pedro Vasconcelos, que também queria “mostrar a beleza da cidade”. O elenco ressalta a importância da escolha. “Mariana é um lugar marcado por uma tragédia, mas poderia ser marcada por sua beleza, pelo seu astral”, pontuou João Vicente Castro, que na trama interpreta o protagonista Alain. 

O ator Robson Nunes, que dá vida ao personagem Bola, concorda com Vicente. “Todo mundo que veio de fora não imagina que o acidente foi num distrito próximo daqui e acha que a cidade se acabou. Aí você chega aqui e vê esse lugar lindo”, frisou o ator. 

“Quando a gente fala que mora em Mariana, as pessoas só pensam que a gente mora no meio da lama, mas não é. Agora, estão resgatando essa beleza que muita gente não sabia que existia”, celebrou a dona de casa Ednelma Marques. 

Espiritualidade em foco

“Espelho da Vida” parte da história de Alain Dutra (João Vicente), um diretor de novelas que está no auge da carreira e que sonha em gravar seu primeiro longa-metragem. Mas, ao receber a notícia de que seu avô Vicente (Reginaldo Faria) está muito doente, ele, contra sua vontade, retornar para Rosa Branca, sua terra natal, local que jurou nunca mais pisar. 

“Grande parte disso tem a ver com a ex-namorada Izabel (Alinne Moraes), uma mulher que o traiu com um primo”, adiantou João Vicente Castro, intérprete do personagem.

Em testamento, o avô deixa uma quantia em dinheiro para financiar o filme de Alain, desde que ele conte no cinema a história de Julia Castelo: uma jovem que foi vítima de um crime passional num casarão da cidade no início da década de 30. Mesmo relutando, o rapaz topa a empreitada e chama a namorada, a atriz Cris Valência, vivida por Vitória Strada. 

Na pesquisa para interpretar a personagem no cinema, Cris viverá uma experiência de viagem no tempo e vai se deparar com uma de suas vidas passadas. Essas duas épocas distintas vão ao ar ao mesmo tempo, o que vai ajudar a trazer à tona a verdade por trás da morte de Julia. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Televisão

Nova trama global é gravada em Mariana
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter